Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Tradição"

36 tipos de mate na Escola do Chimarrão

08 de março de 2014 0

Tão bom quanto tomar é saber fazer, por isso visitar a Escola do Chimarrão é parada obrigatória na Festa da Uva de Caxias do Sul. Dá para conhecer os 36 tipos de mate, como o roda de carreta, toca de tatu, formigueiro, e ainda prosear com Pedro José Schwengber, 61 anos, um dos fundadores do instituto.

Sempre pilchado, de fala alta e sorriso fácil, Schwengber guarda 27 livros com mensagens daqueles que visitaram a escola nos seus 10 anos de existência. O instituto comemora passagens por países como França, Itália, Espanha, Áustria e Alemanha.

— A maioria não gosta quando prova pela primeira vez porque é amargo. A tática é falar primeiro das propriedades medicinais e nutritivas da erva.

Hoje, Venâncio Aires, sede da Escola do Chimarrão, ocupa o terceiro lugar no Estado em produção de erva-mate (a primeira posição fica com Ilópolis e a segunda, com Arvorezinha). Mas é no Paraná que o Brasil concentra a sua maior produção. No mundo, o título de maior produtora de erva fica com a Argentina.

chimarrão11

Foto: Roni Rigon/Pioneiro

Festchê reúne mais de 17 mil pessoas na Festa da Uva

07 de março de 2014 0

Foi bonito de ver a reunião de artistas gaúchos na apresentação do Festchê, na quinta à noite, na Festa da Uva! Grandes nomes levaram ao palco a diversidade, tema do evento, da música típica do Rio Grande do Sul: César Oliveira & Rogério Melo, Elton Saldanha, Ernesto Nunes, Gilney Bertussi & Os Bertussi, Grupo Rodeio, Joca Martins, Os Monarcas, Os Gaudérios, Tchê Barbaridade e Walther Morais.

O público reconheceu a qualidade: 17 mil pessoas prestigiaram o show.  Confira alguns cliques do fotógrafo Diogo Sallaberry. Abaixo: Élton Saldanha, Joca Martins, Régis Marques do grupo Rodeio, Gilney Bertussi e, claro, o público.

elton saldanha - diogo

festche

festche diogo

festche 2

festche3

Família Fogaça: gerações de campeões no tiro de laço

04 de março de 2014 0

Há tradições que ultrapassam gerações e são verdadeiras heranças. Da 27ª RT, vem o segundo lugar no Laço Três Gerações do Rodeio de Vacaria. O feito vem do trio Pery dos Santos Fogaça, 85 anos, Eriam Eugenio Moraes Fogaça, 52 anos, e Gabriel Salvador Fogaça, 26 anos  – avô, pai e neto.

Os dois primeiros residem em Canela e o terceiro, em Porto Alegre, mas todos são naturais de São Francisco de Paula. Não falta cumplicidade entre os três, das idas à fazenda até o gosto por rodeios. O primeiro laço Gabriel ganhou por volta dos três anos e foi o avô quem o levou às primeiras festas campeiras. Pery, aliás, foi consagrado campeão nacional de laço vaqueano no 16º Rodeio Nacional de Campeões,  no estado de Goiás, no ano passado.

— A emoção é grande. Revivemos a história e a essência dos nossos antepassados em três gerações. Sempre fomos muito parceiros e o tiro de laço foi uma coisa natural — revela Gabriel.

Emilio Fogaça

Foto: Emilio Fogaça/Divulgação

De São Francisco de Paula, pai e filha campeões de laço

03 de março de 2014 0

São Francisco de Paula é terra boa, de gente forte e hospitaleira, já dizia a letra de Honeyde e Adelar Bertussi. Mas também é terra de grandes laçadores. Vem do distrito de Cazuza Ferreira o 2º lugar no Laço Pai e Filha do Rodeio de Vacaria, categoria inaugurada este ano.

arquivo pessoal

O título foi conquistado por Zeca Castilhos, 52 anos, e a filha Priscila, 26, pelo Piquete de Laçadores Presilha de São Francisco de Paula. Mas não é de hoje que a família volta para casa cheia de prêmios.  Zeca já conquistou as modalidades Laço Dupla e Seleção de Laço. Priscila e a irmã, Karine, de 28 anos, já ganharam o primeiro lugar no Laço Prenda.  As gurias enchem Zeca de orgulho.

— Moramos na fazenda e as minhas filhas cresceram no campo. Conhecem tudo da lida campeira, sabem banhar e vacinar o gado. Posso deixar o serviço por conta delas. Muita gente acha que mulher não é para laço, tem preconceito, mas eu sempre incentivei — explica.

arquivo pessoal

Fotos: Arquivo pessoal/Divulgação

 

Bolo de erva-mate, a novidade da Festa da Uva

02 de março de 2014 0

O que mais chama a atenção no estande da 25ª RT na Festa da Uva, em Caxias do Sul, é um bolo que, pela cor verde escura, dá para adivinhar o principal ingrediente: erva-mate. A receita veio das prendas e peões de Flores da Cunha. Eu experimentou e comprovei a qualidade: dá para sentir o gostinho amargo da erva. Abaixo, a 1ª Prenda do DTG Herança da Tradição, de Flores da Cunha, mostra a aparência do doce pronto.  Quem se interessar pela novidade, está aí a receita:

Ingredientes
4 ovos
½ xícara de leite morno
½ xícara de óleo
5 colheres de erva-mate peneirada
1 ½ xícara de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento

Modo de fazer
Coloque os ingredientes na ordem acima e bata no liquidificador. Unte a forma e asse no forno por aproximadamente 30 minutos

jonas ramos

Foto: Jonas Ramos/Pioneiro

Mostra de artigos gaúchos é atração na Festa da Uva

01 de março de 2014 0

O clima em Caxias é de Festa da Uva, mas gaúcho nenhum vai se sentir deslocado. No estande da 25ª RT, no pavilhão 2, foi montado um galpão temático com exposição de objetos antigos e da cultura gauchesca.

Dá para conferir uma calculadora e uma caixa registradora – as duas de ferro e manuais – que remontam aos anos 60, máquina de costura, ferro de passar a brasa, discos de vinil e até uma gaita Todeschini que acredita-se ser anterior à década de 50. Na parede, um violão azul de madeira, feito manualmente em 1950.

Da lida campeira, bruacas, selim, boleadeiras, marcadores de gado e guampa. Brinquedos folclóricos, como cinco marias e cama de gato, além, claro, das populares bonecas de pano.  Os objetos têm história. Orgulhosa, Letícia Galvan de Oliveira, 15 anos, 1ª Prenda Juvenil da 25ª RT, mostrava três bonecas de pano confeccionadas a mão pela avó paterna. Também em um quadro na parede constam os avós maternos da guria, na colônia de Lagoa Vermelha, com uma máquina de colher milho puxada por bois.

Os visitantes são recepcionados por prendas e peões, como Felipe Bernardi Zorzo, 13 anos, 1º Guri do DTG Herança da Tradição (que segura o violão da foto).

jonas ramos

Foto: Jonas Ramos/Pioneiro

Bastidores dos ensaios dos CTGs de Caxias e a saudade de uma prenda

19 de fevereiro de 2014 2

Se tem uma coisa que me deixa emocionada é assistir apresentações de invernadas artísticas. Dancei dos 8 aos 18 anos no CTG Rodeio Serrano, de São Francisco de Paula, e, ainda que o forte da 27ª RT seja a parte campeira, participar de rodeios era emocionante: os preparativos para o acampamento, o cuidado com o traje, a ansiedade que antecede a apresentação, a amizade do grupo e também as novas amizades que surgiam a cada rodeio. As viagens de ônibus e a inesquecível volta do Rodeio de Criciúma, em Santa Catarina, quando o transporte atolou na subida da Serra do Umbu à noite.

Mas os ensaios mais intensos eram para a Semana Farroupilha, onde as invernadas se apresentavam todos os dias em escolas, bancos, entidades, na própria. Av. Júlio de Castilhos e à noite no CTG. Bons tempos.

É por tudo isso que eu sempre me emociono quando produzo reportagens dos CTGs de Caxias que vão ao Enart e ao Rodeio de Vacaria. É como se eu revivesse tudo de novo.

Selecionei algumas fotos abaixo dos bastidores dos ensaios dos CTGs de Caxias para o Rodeio de Vacaria que eu e os fotógrafos do Pioneiro acompanhamos durante duas semanas. Visitamos a veterana do CTG Aruá, a adulta do CTG Imigrantes e Tradição e do CTG Pampa do Rio Grande, e a juvenil do CTG Os Carreteiros.

Percebam a cumplicidade, a troca de olhares, a paixão. E quando falo de paixão, é pela dança, pela tradição.  Foi lindo, gurizada!

- CTG Imigrantes e Tradição – fotos: Gabriel Lain

imigrantes2

imigrantes

imigrantes 3

- CTG Pampa do Rio Grande – Fotos: Porthus Júnior

pampa2

pampa

- CTG Os Carreteiros – Fotos: Jonas Ramos

os carreteiros3

os carreteiros2

- CTG Aruá – Fotos: Porthus Júnior

arua 5

arua

arua2

Ginete campeão do Rodeio de Vacaria é de Caxias

15 de fevereiro de 2014 0

Vem de Caxias do Sul o melhor ginete do Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria. Floriano Bastos, 39 anos, desbancou cerca de 180 ginetes e voltou para casa com o 1º lugar na prova de gineteada. Está no ofício há 22 anos e tem no avô, que também era ginete e domador, a inspiração.

- Fui criado na lida de campo e, quando criança, via meu avô. Peguei gosto pela coisa – conta ele, que nasceu e mora em Caxias.

Pegou o gosto e herdou também o talento. Com 17 anos veio a primeira competição no rodeio de Caxias, onde ficou em sétimo lugar. Já foi premiado em vários rodeios daqui e também em Canela, Ipê e Pinheiro Machado. A vida bruta de ginete rendeu pé, mão e costela quebrada.

Floriano Bastos - foto Fernando Amarante (1)

Fotos: Fernando Amarante

Em Caxias, ele tem uma chácara onde cria quatro burros apenas para o treino e diz voltar de Vacaria realizado.

- A premiação é boa (referindo-se a caminhonete que conquistou), mas o que fica é o título. Ganhar o rodeio de Vacaria é o sonho de todo mundo.

Ele ainda explica o que, na sua visão, aconteceu durante o último dia de provas, quando alguns ginetes se revoltaram com as notas dos jurados, na noite de domingo passado, e tomaram o microfone da arena.

-  Dos vinte ginetes classificados, a comissão julgadora selecionou 10 para a final. Só que dois ficaram empatados em 10º lugar: um argentino e um gaúcho. O argentino foi classificado e o gaúcho não. Aí o pessoal se revoltou, queria ver as notas, o critério de escolha. Deu uma grande confusão. No fim, 11 ginetes (ao invés de 10) disputaram a classificação entre os cinco, porque os jurados classificaram os dois que ficaram empatados em 10º lugar – contou.

Floriano Bastos - foto Fernando Amarante (3)

O jornalista Giovani Grizotti escreveu sobre o assunto em seu blog, Repórter Farroupilha. No dia 11 de fevereiro, o CTG Porteira do Rio Grande, que promove o Rodeio de Vacaria, divulgou no site do evento a seguinte nota de esclarecimento:

“O CTG Porteira do rio Grande, atendendo a solicitação do público e associados da entidade, referente a entrega de premiações das gineteadas, esclarece que após o protesto dos ginetes participantesdo 30.º Rodeio Internacional, nenhuma nota foi alterada, as decisões da comissão julgadora continuaram soberanas e o CTG Porteira doRio Grande entregou a premiação do 1.º ao 5.º lugar aos seus devidos ganhadores e merecedores, o que fez mediante recibo firmado pelos mesmos. Se houve alguma divisão da premiação entre dois ou mais ginetes, partiu de vontade dos competidores e não da organização do Rodeio.”

CTG Rincão da Lealdade: campeão das danças tradicionais do Rodeio de Vacaria

14 de fevereiro de 2014 0

Se consagrar como campeão de uma das modalidades de danças tradicionais do Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria é um grande feito. Mas o CTG Rincão da Lealdade foi além: voltou para casa com o 1º lugar em duas categorias, adulta e veterana. Assim,  torna-se bicampeão das duas modalidades. O primeiro título da adulta veio em 2006. Da veterana, foi em 2008. O gosto da vitória é especial. No ano passado, o CTG completou 60 anos, comemorados este ano em grande estilo em Vacaria.

Para Rodrigo Pasquali, instrutor do grupo adulto, a experiência da invernada fez diferença no tablado. O grupo foi formado em 2000 e, dois anos depois, já estreava em Vacaria. Desde setembro de 2013, todos os esforços concentravam-se no maior rodeio da América Latina. Um mês antes, os ensaios se intensificaram: somavam 12 horas em quatro dias da semana.

- Sabíamos que, se passássemos para a final, chegávamos com força, mas sempre respeitando os adversários – avalia Pasquali.

CTG Rincão da Lealdade - Adulta - foto Vinícius Lisboa (3)

Foto: Vinícius Lisboa

Chegaram com força e surpreenderam. Na dança de livre escolha, no domingo, o grupo foi o único a dançar Pericom, originária do Uruguai e de pouca adesão pelos demais grupos.

Além de instrutor, Rodrigo é também dançarino da adulta e tem a trajetória pessoal intimamente ligada a do Rincão. Durante 32 anos, a avó foi caseira e cozinheira do CTG, e foi ali que Rodrigo teve o primeiro contato com as tradições gaúchas.

Já ganhou quatro Vacarias: 1996 e 1998, como dançarino do CTG Os Praianos, de Santa Catarina, e  2006 e 2014, como instrutor de dança do Rincão. A esposa, Cristina Fonseca Pasquali, também é cheia de títulos: foi campeã cinco vezes – 1994, 1996 e 1998, como dançarina, e 2006 e 2014, como instrutora de danças.

Vinícius Lisboa

Foto: Vinícius Lisboa

Saiba mais:

- A invernada adulta apresentou na finalíssima do concurso as danças Chimarrita Balão, Chimarrita, Chote das Sete Voltas e Pericom. Já o grupo veterano dançou o Balaio, Chote das Duas Damas e Valsa das Cadenas.

- O grupo musical do CTG é composto por Fabio Soares (Voz e Violão), Anderson Oliveira (Voz e Violão), André Paniz (Acordeon), Tatiéli Bueno (Voz) e Clarissa Ferreira (Violino).

- A responsabilidade técnica dos grupos fica a cargo de Rodrigo Pasquali e Cristina Pasquali (Adulta), e Ricardo Comanduli e Priscila Pereira (Veterana).

- A entidade também teve representantes nos concursos individuais e na categoria danças tradicional com as invernadas mirim e juvenil.

Alison De Bastiani

Foto: Alison De Bastiani

MTG divulga datas de eventos

08 de fevereiro de 2014 0

Foi em um encontro histórico que o MTG definiu as datas dos eventos tradicionalistas de 2014: pela primeira vez, os 30 coordenadores regionais estiveram presentes na sede da 1ª RT, em Porto Alegre, para planejar o ano, no sábado passado. Confira o que ficou acordado:

 11 e 12/04
Concurso Estadual de Peões, em Giruá

1º a 4/05
Festa Campeira do Rio Grande do Sul (FECARS), em Viamão

15 a17/05
Concurso Estadual de Prendas, em Santa Maria

02 e 03/08
1ª Inter-regional do Enart, em Camaquâ (16ª RT)

16/08
Acendimento da Chama Crioula, em Cruz Alta (9ª RT)

30 e 31/08
Oito regiões, entre elas a 25ª RT, se reúnem em Ijuí para a 2ª inter-regional do Encontro de Arte e Tradição Gaúcha (Enart)

27 e 28/09
3ª Inter-regional do Enart, em Uruguaiana (4ª RT)

11 e 12/10
4ª Inter-regional do Enart, em Cachoeirinha (1ª RT) – a confirmar

14 a 16/11
Final do Enart em Santa Cruz do Sul

Reuniao geral do MTG FOTO ROGERIO BASTOS

Crédito: Rogério Bastos/Divulgação