Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de agosto 2009

O que Guga e Bruna Surfistinha têm a ver?

31 de agosto de 2009 4

Momento fofoca para aliviar a tensão do início de US Open.

A estreia de Guga Kuerten nos palcos está próxima, segundo o colunista Cacau Menezes, aqui do Grupo RBS. Ele disse que o ex-tenista e aluno de Teatro da Universidade do Estado de Santa Catarina está cotado para assumir um papel na peça Doce Veneno, baseada em livro da Bruna Surfistinha (todo mundo conhece a menina, né não?).

A peça será dirigida por Rubens Ewald Filho e deve estrar em novembro, em Florianópolis. Guga seria um surfista cliente da prostituta Bruna.

É esperar para ver.

Adicione o Deixadinha: Bookmark and Share

Postado por Rodrigo

Bookmark and Share

Miniguia do Aberto dos Estados Unidos

31 de agosto de 2009 1

Parece Friends: Nova York é uma festa/Divulgação/Philip Hall/usopen.org

Começou. Serão duas semanas de muito tênis em Nova York, e tem gente que já estreou no torneio pisando fundo. Kim Clijsters, por exemplo. Olho nela, meus caros, olho nela…

Este post aqui é para servir de um miniguia para quem quer acompanhar o torneio pelo computador, com dicas de sites, twitters e outras informações. Ou seja, vale deixar aí nos favoritos, twittar, indicar para os colegas, essas coisas. Vamos lá!

Chaves:
Simples masculina
Simples feminina
Duplas masculina
Duplas feminina
Duplas mistas
Juvenil masculino
Juvenil feminino

Ordem de jogo

Transmissão: No SporTV 2, a partir do meio-dia. Este site aqui transmite pela internet.

Placar ao vivo dos jogos (no site oficial tem um placar ao vivo em flash que é bem legal. Clique aqui e vá em Live Scores)

Partidas finalizadas

Twitter: Vou acompanhar de perto os jogos principalmente pelo twitter do Deixadinha (sigam!) e postar destaques no blog. Se quiserem, acompanhem também o twitter do Alexandre Cossenza, que está em Nova York, do ex-tenista Justin Gimelstob, que faz um trabalho legal nos bastidores, do Tênis News Brasil, que também está nos EUA, o do Andy Roddick, por motivos óbvios, o de Serena Williams, apesar de ela falar pouco de tênis, o de Andy Murray, por motivos óbvios parte 2, e o do Fernando Meligeni, que sempre dá aquele toque de quem entende do assunto.

Vale lembrar que na final do torneio vai ter aquela interatividade em tempo real aqui no blog, que acontece desde o Aberto da Austrália, lembram? Não deixem de acompanhar! E fiquem de olho no blog nas próximas duas semanas!

Adicione o Deixadinha: Bookmark and Share

Postado por Rodrigo

Bookmark and Share

Saiu a chave!

27 de agosto de 2009 1

Federer, claro, de olho no sexto troféu do US Open/Jennifer Pottheiser/usopen.org/Divulgação
Para marcar bem um ano cheio de surpresas, que tal uma chave com grandes jogos desde o começo no último Grand Slam do ano? Pois é, aí vem o Aberto dos Estados Unidos, e a chave pintou hoje. Olha só:

Roger Federer: no ranking, 1.362 tenistas separam o suíço de seu primeiro adversário, o americano Devin Britton, 18 anos, que entra com wild card. Nem tem muito o que dizer sobre esse jogo. Vamos à chave. Início fácil, pode ter Lleyton Hewitt na terceira rodada, James Blake ou Tommy Robredo nas oitavas, talvez Nikolay Davydenko nas quartas. Novak Djokovic ou Andy Roddick em uma possível semi e Rafael Nadal, Andy Murray ou até Juan Martin del Potro na final. Claro, imaginando que tudo dê certo para Fedex.

Novak Djokovic: Tem o bom Ivan Ljubicic na estreia, um qualifier na segunda, talvez Igor Andreev na terceira, Phillip Kohlschreiber ou Radek Stepanek nas oitavas, jogo complicado contra Roddick nas quartas, Federer na semi e uma possível final contra Nadal, Murray ou Delpo.

Rafael Nadal: Faz um belo jogo na estreia contra Richard Gasquet, que volta da suspeita não confirmada de uso de cocaína, depois tem Nicolas Kiefer ou Michael Llodra na segunda rodada, Nicolas Almagro na terceira, David Ferrer ou Gael Monfils nas oitavas, Jo-Wilfried Tsonga nas quartas, del Potro ou Murray na semi e quem vier lá de cima na final, Federer ou Djoko.

Andy Murray: Tem estreia que pode ser complicada contra Ernest Gulbis, Paul Capdeville ou Victor Crivoi na segunda rodada, Ivo Karlovic na terceira, Marin Cilic ou Stanislas Wawrinka nas oitavas, Delpo nas quartas (se rolar, pode ser o melhor jogo do torneio), Nadal na semi e quem vier lá de cima na final.

Brasileiros: Thiago Alves enfrenta o encardido Lleyton Hewitt na estreia. Bem difícil. Marcos Daniel pega o argentino Jose Acasuso. Duro, mas vejo chances iguais para os dois tenistas.

Feminino: Dinara Safina, Elena Dementieva, Jelena Jankovic, Maria Sharapova, Nadia Petrova, Caroline Wozniacki, Svetlana Kuznetsova e Ana Ivanovic estão na parte de cima da chave. Forte, né? Mas a de baixo também vai pegar fogo, com Victoria Azarenka, Agnieszka Radwanska, Venus e Serena Williams, Vera Zvonareva, Amelie Mauresmo, Samantha Stosur e… Kim Clijsters.

Deixadinha: Beeeela vitória de Thomaz Bellucci contra o jovem búlgaro Grigor Dimitrov. O brasileiro se impôs sobre aquele que todos consideram uma promessa, afinal tem apenas 18 anos. Agora pega o americano Scoville Jenkins, 256º do mundo, para entrar na chave principal. Como diria Mário Jorge Lobo Zagallo, só falta um!

Deixadinha 2: Pena que o Daniel Silva ficou pelo caminho. Era difícil mesmo passar pelo rodado Stefan Koubek.

Deixadinha 3: Ahn? Henin também?

Adicione o Deixadinha: Bookmark and Share

Postado por Rodrigo

Bookmark and Share

Dois foram, dois ficaram

26 de agosto de 2009 0

A pedreira para Bellucci vem agora/Divulgação
No fim do primeiro dia do qualifying do Aberto dos Estados Unidos, restaram seis brasileiros, isso porque Eric Gomes e João “Feijão” Souza, foram eliminados na estreia do torneio qualificatório. Entretanto, Thomaz Bellucci e Daniel Silva avançaram para segunda fase.

Após entrar como alternate, ou seja, jogador que só conseguiu um lugar graças à desistência de outros, Gomes foi o primeiro a entrar em quadra e não teve grandes chances contra o gigante sul-africano Izak Van der Merwe. Acabou eliminado em apenas 1h e 17 min de partida por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/1.

O segundo foi João Olavo Souza, o Feijão. O paulista de Mogi das Cruzes sofreu com a regularidade e os golpes certeiros do experiente suíço Marco Chiudinelli e caiu por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4.

Daniel Silva lutou muito e depois de mais de duas horas de partida venceu no tiebreak do terceiro set o italiano Riccardo Ghedin, parciais de 4/6, 6/3 e 7/6(7). Danielzinho enfrenta agora o experiente austríaco Stefan Koubek, cabeça-de-chave número 19 do torneio.

A boa atuação veio pelas mãos do cabeça 1 do qualifying nova-iorquino. Após ganhar o primeiro ATP no saibro de Gstaad, Thomaz Bellucci manteve a boa fase e arrasou o italiano Giancarlo Petrazzulolo (387° do ranking mundial) por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/0.

Com a vitória, Bellucci avança para a segunda fase e enfrenta agora a revelação búlgara Grigor Dimitrov, número 266 do mundo e que este ano levou o espanhol Rafael Nadal ao terceiro set no forte torneio de Roterdã.

Bellucci precisou de apenas 46 minutos para despachar o adversário e agora necessita de mais dois triunfos para entrar na chave principal. O brasileiro precisa de boa campanha nas quadras de Flushing Meadows, já que defende a segunda rodada do ano passado.

O Brasil entra em quadra nesta quarta-feira com mais quatro jogadores. Júlio Silva estréia contra o britânico Daniel Evans por volta das 12h30min. Já Ricardo Hocevar terá que lutar muito para vencer o cabeça-de-chave número 4, o encardido português Rui Machado. Após entrar de última hora na chave, Caio Zampieri enfrenta o alemão Dieter Kindlmann. E para fechar a participação brasileira no segundo dia de torneio, Ricardo Mello pega o russo Alexander Kudryavtsev.

Lucas Vieira Lisboa

* O Lucas jogou tênis como juvenil e chegou a treinar fora do país, onde disputou um Future. Atualmente trabalha na redação do Diário Catarinense e de vez em quando vai dar pitacos de quem viveu o tênis mais de perto.

Adicione o Deixadinha: Bookmark and Share

Postado por Rodrigo

Bookmark and Share

Éramos oito

24 de agosto de 2009 0

O assunto dia no tênis, pelo menos para os brasileiros, é a divulgação da chave do qualifying do Aberto dos Estados Unidos. Temos dois tenistas garantidos no torneio principal, Thiago Alves e Marcos Daniel. E, no qualifying, somos oito.

Thomaz Bellucci é o cabeça 1 e tem dor de cabeça pela frente. A estreia é contra o italiano Giancarlo Petrazzuolo, teoricamente fácil. Passando, pega o promissor búlgaro Grigor Dimitrov. Na terceira rodada, o adversário deve ser o experiente Dominik Hrbaty, contra quem Bellucci perdeu chances e foi eliminado nas Olimpíadas.

Também estão lá para lutar por uma vaga Daniel Silva, Ricardo Mello, Julio Silva, Ricardo Hocevar, Caio Zampieri, Eric Gomes e João Souza, o Feijão. A maior esperança, claro, ainda está nas costas de Bellucci, principalmente depois do título em Gstaad, mesmo sendo um piso totalmente diferente.

A luta começa já nesta terça-feira. No final do qualifying, vamos lembrar que éramos oito. Quantos seremos ao fim desta semana?

Adicione o Deixadinha: Bookmark and Share

Postado por Rodrigo

Bookmark and Share

As coisas estão mudando...

21 de agosto de 2009 0

Ele tem mais chances que Nadal?/Mark Lyons, EFE

O Masters de Cincinnati está rolando e falta muito pouco para acompanharmos o quarto Grand Slam do ano, o Aberto dos EUA, que promete ser um dos mais disputados dos últimos tempos, como comentei em post anterior.

Para mostrar o que o mundo anda pensando sobre o Slam americano, posto aqui a tradicional lista de apostas retirada das casas William Hill e Sporting Bet.

Masculino

A lista das duas casas são semelhantes, e dá para destacar algumas coisas. Andy Murray, por exemplo, aparece como segundo mais cotado ao título, logo depois de Roger Federer e à frente de Rafael Nadal. Ok, o espanhol está voltando de lesão, mas o simples fato de o escocês ter assumido a segunda colocação recentemente já o credencia como segundo favorito? Sei não…

Outra: Juan Martin del Potro aparece à frente de Novak Djokovic. Para mim, é questão de tempo para essa “ultrapassagem” ocorrer também no ranking, mas o sérvio tem muitos fãs por aí que não concordam muito com os apostadores.

Querem mais? Na lista da inglesa William Hill, Andy Roddick também está mais cotado que Djokovic. Desconfiança se abatendo sobre o sérvio ou os britânicos ainda estão sentindo os reflexos da grande exibição do americano em Wimbledon?

Na sequência da lista da William Hill vêm Jo-Wilfried Tsonga, Robin Soderling, Nikolay Davydenko, Fernando Gonzalez e Fernando Verdasco. No Sporting Bet, Tsonga, Verdasco, Davydenko e Gonzalez.

Feminino

Não sei se é provocação, vontade dos apostadores ou qualquer outra coisa, mas Kim Clijsters, que acabou de voltar ao circuito e jogará como convidada, aparece como terceira candidata ao título. Na frente dela, as irmãs Williams, Serena e Venus, respectivamente. Olha, a aposta em Clijsters é realmente uma boa.

Dinara Safina? A líder do ranking? É só a sétima. Antes dela, Victoria Azarenka e Maria Sharapova. Jelena Jankovic e Elena Dementieva estão empatadas com Safina. Depois vêm Svetlana Kuznetsova, Ana Ivanovic, Vera Zvonareva e Caroline Wozniacki.

E você, caro fã do tênis?
Responda aí nos comentários: Quem são seus favoritos? Por quê?

Adicione o Deixadinha: Bookmark and Share

Postado por Rodrigo

Bookmark and Share

Sharapova vem aí

18 de agosto de 2009 1

Será que vem mesmo?/Divulgação
Segundo o jornal chileno El Economista, a musa Maria Sharapova fará um jogo-exibição no Brasil em 3 de dezembro, depois de passar por Santiago e enfrentar a argentina Gisela Dulko.

Falta ainda definir o local e a adversária. Aí é esperar para ouvir os gritinhos da musa mais perto da gente.

Atualização: Não encontrei nada muito confiável sobre esse jornal, mas o El Mercurio, um dos maiores do Chile, também noticia a história.

Adicione o Deixadinha: Bookmark and Share

Postado por Rodrigo

Bookmark and Share

A camisa do Roddick

17 de agosto de 2009 3

A Lacoste costuma mandar muito bem, né?/André Pichette, EFE

Eu quero. Aceito doações.

Postado por Rodrigo

Bookmark and Share

Equilibrou de vez?

17 de agosto de 2009 0

Deu Murray, mas por pouco não foi Del Potro/Andre Pichette, EFE
No princípio, era Roger Federer. Rafael Nadal veio logo depois. Então apareceu Novak Djokovic para incomodar os dois. E Andy Murray chegou para compor o grupo. E agora?

As excelentes campanhas do ascendente Juan Martin del Potro nos últimos torneios, a explosão de Jo-Wilfried Tsonga, a ótima fase de Andy Roddick, a agressividade de Nikolay Davydenko, as derrotas de Nadal (voltando de lesão, claro) e Federer, a inconstância de Djokovic e o título de Murray deixam uma pergunta: equilibrou tudo no tênis masculino?

O Aberto dos Estados Unidos deste ano é o mais imprevisível dos últimos tempos. Todos os tenistas aí de cima entram com boas chances de faturar o último Grand Slam do ano.

Sem falar naqueles que incomodam em alguns momentos, caso de Gael Monfils, Fernando Verdasco, Gilles Simon e Robin Soderling, e podem surpreender.

Na hora do “vamos ver”, a experiência em decisões deve contar a favor dos quatro líderes do ranking. Mas você apostaria todo seu dinheiro em um nome?

Eu não.

Adicione o Deixadinha: Bookmark and Share

Postado por Rodrigo

Bookmark and Share

Jogão, jogão, jogão, jogão e jogão

14 de agosto de 2009 0

Essa cara da Clijsters é de quem vai aprontar, né?/Mark Lyons, EFE
Você, como eu, tem que trabalhar (ou estudar) nesta sexta-feira? Tem algum compromisso à noite? Pense bem, porque o dia vai ser daqueles bons de simular uma dor de barriga ou forçar um espirro para assustar quem estiver por perto (brincadeira, hein, isso é feio e gripe A é coisa séria!).

Deixando as piadas de lado, a sexta-feira será sensacional para os fãs do tênis. O emparelhamento das quartas-de-final do Masters 1000 de Montreal ficou muito forte, coisa para não desgrudar da televisão. Afinal, são os oito melhores do mundo em quadra nesta fase, coisa que nunca tinha acontecido desde a criação do ranking, em 1973.

14h
Andy Murray x Nikolay Davydenko
O que esperar:
belo jogo, meus amigos. O russo vai meter a mão na bolinha, como sempre faz, e na boa fase em que está, deve incomodar Murray. O escocês, por sua vez, não tem uma bola tão rápida, mas é um dos melhores tenistas na variação. Alternando as bolas, pode dificultar os golpes do carequinha Davydenko.
Aposta: Murray em três sets

Em seguida
Roger Federer x Jo-Wilfried Tsonga
O que esperar:
depende do dia de Tsonga. Infelizmente, não assisti a jogos do francês no torneio, mas sei que quando a bola começa a entrar, ele ganha confiança, levanta a torcida e fica difícil de segurar. Federer é Federer.
Aposta: Federer em dois sets

20h
Andy Roddick x Novak Djokovic
O que esperar:
é sempre um duelo interessante. Confio mais na boa fase de Roddick, mas não dá para desprezar a habilidade de Djokovic. Complicado.
Aposta: Roddick em três sets

Em seguida
Juan Martin del Potro x Rafael Nadal
O que esperar:
a previsão é difícil. Del Potro evolui rapidamente e adora o piso duro. Nadal terá seu principal confronto depois de retornar às quadras. Um teste para os fãs assistirem e para o espanhol ganhar mais confiança.
Aposta: Nadal em três sets

Bônus!

Dinara Safina x Kim Clijsters
O que esperar:
a atual número 1 do mundo contra a ex-número 1 que não jogava desde 2007. Qual o recado que o resultado desse jogo passará? Se Safina vencer, dirá que Clijsters ainda tem fôlego, mas poderá ter adversárias à altura na busca pelo topo do ranking? Se a belga triunfar, significará que o circuito feminino piorou? O jogo não vai se limitar à quadra.

Deixadinha: O SporTV 2 transmite o Masters 1000 de Montreal, nos horários acima. A transmissão da partida feminina você pode encontrar aqui.

Adicione o Deixadinha: Bookmark and Share

Postado por Rodrigo

Bookmark and Share