Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Isner e Mahut disputam o jogo mais longo da história do tênis

23 de junho de 2010 5

O evento é histórico. O americano John Isner e o francês Nicolas Mahut disputam uma partida que soma dez horas em dois dias.

O jogo da primeira rodada de Wimbledon foi interrompido nesta quarta-feira por falta de luz quando estava 59/59, sem quebras, no quinto set, que não tem tiebreak em Grand Slams.

Os números são espantosos. O americano soma 98 aces, contra 93 do francês. Foram disputados 877 pontos.

O encontro bate o recorde de seis horas e 33 minutos estabelecido em Roland Garros em 2004, entre os franceses Fabrice Santoro e Arnaud Clement, que terminou com vitória do primeiro por 6-4, 6-3, 6-7 (5-7), 3-6 e 16-14.

Quem pegar o vencedor desta partida tem grandes chances de se dar bem. Deve enfrentar um adversário esgotado fisicamente.

Karlovic ultrapassado

Além do recorde de tempo de jogo, os tenistas conseguiram um outro máximo absoluto: o de número maior de aces numa partida. Eles ultrapassaram o recorde anterior de Ivo Karlovic, que na Taça Davis em 2009 fez 78 frente a Radek Stepanek.

Só vamos descobrir quem vai ficar com o recorde nesta quinta-feira, quando o jogo terá um fim. Ou não.

Bookmark and Share

Comentários (5)

  • Daniel Buttow diz: 23 de junho de 2010

    Não acompanho muito sobre tênis. Mas acredito que esta partida poderá representar que alguma alteração nos regulamentos de Grand Slams. Imagino estabelecer um limite de games (por exemplo, 25-25) para a partir de então decidir em um tie-break. O próprio vôlei já evoluiu a bastante tempo. Mas no tênis é ainda mais complicado pois para 1 ponto (1 game) são disputadas várias jogadas (15-30-40). E o desgaste físico dos atletas, não conta?

  • Elton Souza diz: 23 de junho de 2010

    Caraca! E a torcida entra na conta também? Como o público que permaneceu por mais tempo em um mesmo local?

  • Flavio diz: 23 de junho de 2010

    F A N T Á S T I C O !!!!!
    Não a toa que o tênis é um esporte magnífico. Pena nesse nosso país ser tão pouco difundido e admirado. Eu queria estar lá quando a partida terminar e prestar uma homenagem a esses dois, desde já na história do esporte. Que os “atletas” do futebol se inspirem nos exemplos desses verdadeiros esportistas.

  • fernando diz: 23 de junho de 2010

    dá a noticia completa, dois dias jogando sim, mas explica no primeiro dia terça eles jogaram 4 sets, pararam por causa da falta de luz natural, hoje continuaram só para jogar o tie break

  • Diogo diz: 24 de junho de 2010

    Hoje tem marmelada!
    Tem sim senhor!
    Hoje vamos entrar para a história!
    Sim senhor!

Envie seu Comentário