Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de novembro 2013

Como o tênis me impressiona

11 de novembro de 2013 0

Por Vinicius Schmidt

Quanto mais o tempo passa, mais comum se torna a sensação de acreditar que já se viu de tudo. Na decisão do ATP World Tour Finals presenciei mais um duelo entre os dois maiores tenistas da atualidade e sai, mais uma vez, impressionado.

Primeiramente, claro, pela vitória em dois sets a zero. Novak Djokovic surpreendeu utilizando aquilo que é mais recorrente em seu estilo de jogo: a intensidade. Mas além da vontade louca de vencer, o sérvio teve uma estratégia muito bem traçada e seguida à risca. Foi uma vitória da determinação.

Só que nenhum plano, por melhor que seja, funciona de maneira tão perfeita contra Rafael Nadal – pelo menos não contra aquele touro que conhecemos. O espanhol me chocou com a apatia que demonstrou durante quase todo o jogo. Incomodado com as bolas fundas do adversário, ele se viu sem saídas, algo novo vindo de alguém tão perfeccionista como Nadal.

E se este jogo foi um dos confrontos mais incomuns que vi entre os dois, mal posso esperar pelo que vem em 2014. Projeto uma das melhores brigas pelo topo do ranking, e se este jogo serve de exemplo, será um ano impressionante.

Bookmark and Share

Jogos desta sexta-feira no ATP Finals

08 de novembro de 2013 0

Destaque para a briga de Bruno Soares e Alexander Peya por uma vaga na semifinal, para possivelmente enfrentar Marcelo Melo e Ivan Dodig.

Confira os jogos desta sexta-feira:

10h – M Granollers / M Lopez x L Paes / R Stepanek

* 12h – David Ferrer x Wawrinka

* 16h – A Peya / B Soares x D Marrero / F Verdasco

* 18h – Rafael Nadal x Tomas Berdych

* Jogos com transmissão do canal fechado SporTV 2

Você pode acompanhar as partidas no site oficial da competição.

Bookmark and Share

Melo / Dodig vencem e praticamente garantem a classificação para a próxima fase do ATP Final

07 de novembro de 2013 0

Por Vinicius Schmidt

Logo ao fim do primeiro set, eu comentei com o colega Luiz Daudt: “Como estão jogando Melo e Dodig”. Sem querer, sequei, eles perderam o segundo set  e foram para o super tiebreak. A vitória por 2 sets a 1 (6-3 3-6 10-2 no super tiebreak) manteve o brasileiro invicto ao lado do croata no ATP World Tour Finals, e dependendo do resultado do jogo da tarde, podem se classificar antecipadamente. De quebra, não me deixou com cara de secador.

Marcelo Melo está jogando muito, sacando bem, firme na rede e com devoluções precisas – o destaque em suas atuações quase perfeitas. Ivan Dodig saca muito, e por sua experiência em jogos de simples sabe se mexer bem em quadra, pegando os adversários desprevinídos.

O que poderia atrapalhar a dupla – e vem incomodando  o outro brasileiro, Bruno Soares – era o nervosismo de estrear numa competição deste nível. Bateram os melhores do mundo – e quem sabe os maiores da história do tênis – no primeiro jogo, mostraram que estão preparados e devem brigar por título. No atual cenário, é possível imaginarmos um confronto brasileiro na semifinal do torneio, com Soares / Peya classificando em segundo no grupo B e Melo / Dodig como primeiros no A.

Bookmark and Share

Jogos desta quinta-feira no ATP World Tour Finals

07 de novembro de 2013 0

Com Marcelo Melo e Ivan Dodig nas duplas – que infelizmente passaram em branco por aqui, mas venceram os irmão Bryan numa estreia quase perfeita – e encerrando num duelo que promete ser épico, entre Novak Djokovic e Juan Martin Del Potro, o ATP Finals chega ao fim da segunda rodada da fase de grupos.

Confira os jogos desta quinta-feira:

* 10h - I. Dodig / M Melo x M Fyrstenberg / M Matkowski

*12h – Roger Federer x Richard Gasquet

16h - B. Bryan / M Bryan x A Qureshi / J Rojer

* 18h – Novak Djokovic x Juan Martin Del Potro

* Jogos com transmissão no canal fechado SporTV 2

Você pode acompanhar as partidas no site oficial da competição.

Bookmark and Share

Soares / Peya sofrem, vencem a primeira e resultados embolam o grupo B do ATP Finals

06 de novembro de 2013 0

Por Vinicius Schmidt

Bruno Soares e Alexander Peya não estão mostrando o tênis que os colocou como número dois do mundo, mas o que importa é vencer. Por 2 sets a 1 (parciais de 3-6 6-4 10-5 no super tiebreak), eles bateram a dupla espanhola Marcel Granollers e Marc Lopez, e deram um passo importante para a classificação no ATP World Tour Finals.

Isso porque Leander Paes e Radek Stepanek perderam para outros espanhóis, David Marrero e Fernando Verdasco – que surpreendentemente lideram o grupo B com duas vitórias. Assim, o duelo de Soares / Peya contra Marrero / Verdasco, que fecha a fase de grupos, pode garantir a classificação e a liderança para o brasileiro com uma vitória, porém uma derrota elimina a dupla.

O prolema, acredito, está nas atuações do austríaco, que seguem destoando do comum. Alexander Peya está sacando mal, e em muitos momentos decisivos tem exitado, deixando a responsabilidade de matar o ponto sempre para Bruno Soares. Se conseguirem elevar seus níveis, Soares e Peya podem devem se classificar.

Bookmark and Share

Djokovic vence na estreia e tem caminho aberto para classificação no ATP World Tour Finals

06 de novembro de 2013 0

Por Vinicius Schmidt

O maior desafio de Novak Djokovic nesta fase de grupos do ATP World Tour Finals era contra Roger Federer. A vitória sólida, por 2 sets a 1 (parciais de 6-4 6-7 (2) 6-2), se encaminhou de maneira mais difícil do que imaginei, mas acabou sendo boa para o sérvio.

Federer impôs um jogo de precisão, com bolas firmes  do fundo, slices longos e muita troca rápida de direção. Este tipo de jogo, de correria, favorece Djoko, e a resposta disto veio com a quebra e a vitória no primeiro set. Roger Federer errou muito, e isto tem que ficar registrado, já que a partir do momento que calibrou a mão, o suíço cresceu no jogo

No segundo set, seguiu a estratégia do início do jogo, e uma queda no jogo de Nole deu a vitória no tiebreak para Federer, depois de ter salvo o match point. Em alguns momentos, era possível ver em quadra o bom e velho maior campeão de Grand Slams da história, aquele Federer com vontade de vencer.

O terceiro set foi o que me levou a dar a classificação quase certa ao sérvio. Dominante, ele atropelou Federer, que chegou ao ponto de não ter reações, de ficar entregue ao jogo do adversário. Este Novak Djokovic, que não toma conhecimento dos adversários e fez de Ferrer sua mais recente vítima, se aparecer nos próximos confrontos passa de fase invicto.

Bookmark and Share

Nadal aproveita erros de Wawrinka, se classifica para a semifinal e garante o topo do ranking em 2013. Pouco, não?

06 de novembro de 2013 0

Por Tiago Pereira

Rafael Nadal venceu no início da tarde o suíço Stanislas Wawrinka, por 2 sets a 0 – parciais de 7/6 (5) e 7/6 (6) – e confirmou sua passagem para as semifinais do Torneio dos Campeões da ATP, em Londres. O espanhol também garantiu a posição de número 1 ao fim da temporada. Isso significa mais um ano na história.

E que ano faz o espanhol, que já ganhou dez títulos (9 Masters e um Grand Slam). Pouca coisa, não? Nadal sempre foi um monstro, e a vitória sobre o suíço número 7 do mundo não foi nenhuma surpresa. O que surpreendeu foi a dificuldade encontrada pelo número 1, que aproveitou os erros de Wawrinka e fez o que sabe fazer de melhor: destruir adversários. Chega com moral e leva consigo o favoritismo para levar o torneio que reúne os 8 melhores do mundo, dessa vez os 9 (Andy Murray está fora e deu lugar a Gasquet).

O jogo

A lesão no joelho está totalmente recuperada. Foi o que Nadal mostrou ao manter o seu estilo, apostar nas longas trocas de bola.Foi assim no primeiro set, em que Wawrinka atacou demais – jogou muito mesmo – e chegou a sacar em 5 a 4 para fechar. Mas aí Nadal foi Nadal. O espanhol levou para o tie-break e venceu por 7 a 5.

No segundo set, quando abriu 4 a 1, parecia que Nadal fecharia rápido. Mas o tenista suíço se recuperou e levou a decisão para mais um tiebreak. Após sair na frente, o suíço deu chances para o monstro crescer. e o monstro não perdoa. Nadal foi mais forte, foi perfeito – mesmo limitado fisicamente, esgotado pelo cansaço que uma temporada tão vitoriosa traz. Mas o espanhol está cada vez melhor e, na minha opinião, é o favorito pra levar mais um troféu pra casa.

Bookmark and Share

Ferrer vence somente cinco games, é atropelado por Nadal e o equilíbrio está restabelecido

05 de novembro de 2013 0

Por Vinicius Schmidt

O tênis voltou ao normal, o equilíbrio se restabeleceu: Rafael Nadal venceu David Ferrer com sobras. Não sou fanático por Rafa nem odeio Ferrer, apenas estou atestando que o atual número 1 do mundo é o melhor espanhol no circuito, e tem técnica de sobra para vencer seus  compatriotas.

A derrota no Masters 1000 de Paris foi uma coincidência, daquelas que acontece uma vez a cada ano, e olhe lá. Ferrer imprime o mesmo estilo de jogo de Nadal, e sofre justamente por isso. Rafa sabe dar mais spin da bola, angula melhor, tem mais força, e mostrou tudo isso no ATP World Tour Finals, firmando minha opinião de que o caso da França é uma raridade.

A vitória por 2 sets a 0 (parciais de 6-3 6-2) na tarde desta terça-feira, por outro lado, contestou outra opinião deste blog: que não haveria jogo fácil. Nadal cravou seu favoritismo total, e será difícil derrubar o Touro. Ferrer, por outro lado, não está eliminado ou muito menos desapontado – ele pode, e deve, se classificar. Conquistar o título, por outro lado, será difícil.

Bookmark and Share

Soares e Peya vacilam, perdem a primeira e ficam em situação complicada no ATP Finals

05 de novembro de 2013 0

Por Vinicius Schmidt

Eu sofri torci por Bruno Soares na estreia do ATP World Tour Finals de duplas, mas imaginava que seria uma derrota. Por 2 sets a 1 (6-3 5-7 10-8 no mini tiebreak), Leander Paes e Radek Stepanek venceram o brasileiro, que infelizmente sofreu novamente com a atuação de seu parceiro, Alexander Peya. Ainda aposto na classificação de Bruno Soares, já que vejo Paes e Stepanek como o maior desafio deste grupo, mas eles terão que vencer os dois próximos jogos.

Na final do US Open deste ano, Soares tinha grandes chances de conquistar o título, mas uma lesão de Peya, na costas, comprometeu a atuação da dupla e deu o título justamente para Paes e Stepanek. Da maneira que vinham atuando, o brasileiro e o austríaco eram favoritos, inclusive pelas atuações magníficas de Peya. Mas se a chance no Grand Slam era real, por que não seria no ATP Finals?

Explico. O tcheco e o indiano jogam um tênis que tiro como modelo para qualquer atleta do mundo: eles se divertem, jogam soltos, sem preocupações. Já se garantiram na história do tênis, seja pelas conquistas ou pela personalidade, e não precisam provar que merecem respeito. Soares e Peya precisam.

Apesar do ano incrível, que os colocou como dupla número dois do mundo, eles ainda são jovens, e a falta de experiência inevitavelmente resultaria em nervosismo. Alexander Peya foi o mais afetado, e esteve absurdamente abaixo do que normalmente joga. Resta à dupla esquecer o jogo – que esteve muito perto de ser vencido – e pensar no próximo duelo.

Bookmark and Share

Jogos desta terça-feira no ATP Finals

05 de novembro de 2013 0

Todas as partidas têm transmissão do canal fechado SporTV 2.

10h - A. Peya / B Soares x L. Paes / R Stepanek

12h – David Ferrer x Rafael Nadal

16h - B Bryan / M Bryan x I Dodig / M Melo

18h – Novak Djokovic x Roger Federer

Bookmark and Share