Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Árbitro de Copa do Mundo apita Atlético-MG x Inter

06 de maio de 2015 3

O árbitro escalado para comandar Atlético-MG x Inter, pela fase de ida das oitavas da Libertadores, já foi considerado o número 1 da Conmebol e tem larga carreira internacional. Quem apita a partida, nesta quarta-feira, às 22h, no estádio Independência, em Belo Horizonte, é o colombiano Wilmar Roldán, de 35 anos. Ele será auxiliado pelos compatriotas Wilmar Navarro e Cristian de la Cruz. O 4º árbitro será Imer Machado, também da Colômbia.

CONFIRA TAMBÉM:
Decisão do Gauchão 2015 não passou pela arbitragem
Saiba quanto ganham os árbitros das decisões do Gauchão 2015
Jean Pierre Lima é eleito melhor árbitro do Gauchão 2015

Roldán apitou finais da Libertadores 2012 e 2013. Foto: Conmebol/Divulgação

Roldán apitou finais da Libertadores 2012 e 2013. Foto: Conmebol/Divulgação

Em 2014, Wilmar Roldán foi um dos árbitros sul-americanos na Copa do Mundo e comandou duas partidas no Brasil. Uma delas foi a vitória da Argélia sobre a Coreia do Sul, por 4 x 2, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Ele também tem no currículo a marca de duas finais de Libertadores em dois anos seguidos. Em 2012, apitou o segundo jogo entre Corinthians x Boca Juniors, quando o time brasileiro venceu por 2 x 0. O mesmo aconteceu no ano de 2013. Roldán era o árbitro da partida de volta entre Atlético-MG x Olímpia, no Mineirão. O título novamente foi brasileiro.

Árbitro de elite da Conmebol, Wilmar Roldán passou a integrar o quadro da Fifa em 2008, aos 28 anos. Ele é o principal árbitro da Colômbia desde que Óscar Ruiz encerrou a carreira. É conhecido por ter personalidade forte e por ser muito rigoroso. Nos 13 jogos apitados em 2014, mostrou 68 amarelos (média 5,23) e seis vermelhos (praticamente um a cada dois jogos). Na Libertadores 2015, Roldán apitou duas partidas.

Comentários (3)

  • antonio carlos – MT diz: 6 de maio de 2015

    Mas está errando muito para os dois lados

  • antonio carlos – MT diz: 6 de maio de 2015

    Não apitar aquele pênalti foi uma vergonha.
    Deu 3 minutos de acréscimo mas só terminou o jogo quando o Atlético empatou.
    Juiz porcaria.

  • Sonia Veber diz: 15 de maio de 2015

    COM PENALTI OU SEM PENALTI O INTER AVANÇOU NA COPA LIBERTADORES DA AMÉRICA.MAS A NÃO MARCAÇÃO DA PENALIDADE MÁXIMA PELO ÁRBITRO CHILENO FOI UMA GRANDE VERGONHA PARA O FUTEBOL SUL-AMERICANO.

Envie seu Comentário