Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Diori Vasconcelos"

O futebol do futuro chegou

30 de junho de 2016 0

Na última semana participei de um workshop organizado pela Comissão Nacional de Arbitragem da CBF. Voltei do Rio de Janeiro com duas convicções. A primeira é de que há forte preocupação com a melhora da qualidade do apito. A segunda, diretamente ligada à primeira, é que vem aí uma revolução no futebol. O uso da tecnologia em favor da arbitragem muito perto de ser colocado em prática.

Encontro na sede da CBF foi conduzido por integrantes da Comissão Nacional de Arbitragem.

Encontro na CBF foi conduzido pela Comissão Nacional de Arbitragem. FOTO: Divulgação

A CBF já deu início aos testes para utilização do árbitro de vídeo. A novidade ainda não será colocada em prática no futebol profissional neste ano, mas estará em pleno funcionamento em 2017. O árbitro de vídeo será responsável por analisar imagens e auxiliar a equipe de arbitragem dentro de campo. Com isso, o objetivo será o de corrigir erros em lances claros e indiscutíveis, que não exijam interpretação, e que alterem ou possam alterar diretamente os resultados das partidas, como gols, pênaltis, impedimentos e medidas disciplinares que envolvam aplicação do cartão vermelho.

Ressalto que lances duvidosos ou interpretativos não se enquadram na nova regra. Quem é contra a tecnologia por achar que isso vai zerar a possibilidade de equívocos e tirar a graça do futebol, pode ficar tranquilo. Erros continuarão acontecendo. A grande notícia é que os problemas serão minimizados sensivelmente.

Faço voz a um argumento da CBF em defesa do árbitro de vídeo. Uma mudança cultural será incentivada. Os “malandros” que gostam de simular faltas, agredir adversários ou tentar de alguma forma enganar a arbitragem, estarão sendo vigiados. A presença de um árbitro que tem acesso às imagens vai ao menos inibir condutas ilegais. A postura do atleta precisará mudar.

Ao contrário do que muita gente pensa, a tecnologia pode dinamizar o jogo. Um exemplo está na eliminação do Brasil da Copa América. Após o gol de mão do jogador do Peru, a arbitragem teve dúvida. Levou quase cinco minutos para reiniciar o jogo. E errou! Se a imagem tivesse sido verificada, o problema estaria resolvido em 30 segundos. E a decisão correta seria tomada. Sem falar que o jogador pensaria duas vezes antes de tocar a bola com o braço, afinal a desonestidade teria contra si uma arma quase infalível.

Há algum tempo digo que não é justo que o mundo todo saiba que um gol foi irregular e somente o árbitro não tenha esse recurso. Não podemos mais aceitar jogos decididos em erros claros. Parecia que esse dia nunca chegaria. Finalmente, o futebol do futuro chegou.

* Texto publicado na coluna De Fora da Área do jornal Zero Hora nesta quinta-feira (30).

languirulogo

Decisão do Gauchão 2015 não passou pela arbitragem

03 de maio de 2015 19

Já havia sido assim na primeira partida, na Arena, quando o árbitro Anderson Daronco foi muito bem. Neste domingo (03), não foi diferente no Beira-Rio. Leandro Vuaden e seus assistentes foram quase perfeitos.

Momentos tensos foram bem controlados pela arbitragem. FOTO: Lauro Alves/Agência RBS

Momentos tensos foram bem controlados pela arbitragem. FOTO: Lauro Alves/Agência RBS

No gol do Grêmio, o assistente Marcelo Barison teve precisão absurda. O calcanhar de Alan Costa dava condição para Rhodolfo no cruzamento de Douglas. No final, aos 43 minutos, o zagueiro gremista passou do ponto na disputa com Sasha. Com a trava da chuteira, Rhodolfo deu um carrinho com muita força e atingiu o tornozelo do atacante, que já estava passando por ele. O vermelho foi acertado.

São pequenos os reparos que faria ao desempenho. Por exemplo, a falta mal marcada em Giuliano, aos 17 da etapa inicial, e o amarelo não aplicado em Geferson, aos 28 do 2º tempo.

A vitória do Inter, por 2 x 1, foi na bola. A decisão do Gauchão 2015 não passou pela arbitragem.

ASSISTA AO VÍDEO:

Quem leva vantagem em Gre-Nais com Leandro Vuaden no apito?

01 de maio de 2015 9

O Gre-Nal 406, que decide o Gauchão 2015, neste domingo (03), às 16h, no Beira-Rio, será o décimo clássico apitado pelo árbitro Leandro Vuaden (Fifa). O primeiro foi em 2006 e de 2010 em diante o juiz comandou dois em cada temporada.

Quando se fala em retrospecto de árbitro em Gre-Nais, geralmente surge alguma polêmica. Fulano favoreceu mais o Grêmio, beltrano beneficiou mais o Inter e por aí vai.

Olhando o retrospecto do juiz que apitará o duelo que decide o Campeão Gaúcho de 2015, qual estatística você prefere?

O lado azul poderá protestar que em nove Gre-Nais com Vuaden no apito, o Grêmio venceu apenas uma vez. Já o lado vermelho poderá reclamar que em três clássicos decisivos do Gauchão, o tricolor saiu campeão em duas oportunidades e o Inter em apenas uma.

Por isso, acho melhor a teoria que se preocupa em analisar a qualidade e o desempenho das equipes no jogo e ver as questões de arbitragem pelo aspecto técnico e não pelo viés do favorecimento para um ou outro lado.

Confira os números de Leandro Vuaden em Gre-Nais:

Infográfico Leandro Vuaden

Saiba quanto ganham os árbitros das decisões do Gauchão 2015

24 de abril de 2015 41

Você sabe quais são os valores pagos aos árbitros dos Gre-Nais decisivos do Gauchão? Por serem os confrontos mais importantes da competição, a Comissão Estadual de Árbitros de Futebol (CEAF/RS) estabelece taxas superiores às recebidas pelas equipes de arbitragem nas demais partidas.

Anderson Daronco (árbitro do Gre-Nal 405) e Leandro Vuaden (árbitro do Gre-Nal 406) ganham um total de R$ 9.099,00. Isso representa uma quantia de R$ 6.066,00 por conta do jogo, além do acréscimo de 50% pelo fato de serem árbitros do quadro da Fifa.

CONFIRA TAMBÉM:
Quem leva vantagem em Gre-Nais com Leandro Vuaden no apito?

Árbitros ganham mais em jogos decisivos. FOTO: Porthus Júnior/Agência RBS

Árbitros ganham mais em jogos decisivos. FOTO: Porthus Júnior/Agência RBS

O pagamento dos bandeiras significa a metade do ganha o árbitro. Ou seja, R$ 3.033,00. Na partida do Beira-Rio, o assistente Rafael da Silva Alves receberá 25% a mais pelo fato de ser aspirante Fifa: R$ 3.792,00 (valor arredondado).

Os 4º e 5º árbitros, por sua vez, recebem a metade da importância paga aos bandeiras: R$ 1.517,00 (valor arredondado).

VALORES PAGOS PARA OS DOIS CLÁSSICOS DECISIVOS DO GAUCHÃO:
Árbitro: R$ 6.066,00
Assistente 1: R$ 3.033,00
Assistente 2: R$ 3.033,00
4º árbitro: R$ 1.517,00
5º árbitro: R$ 1.517,00

OBS: árbitros do quadro da Fifa recebem 50% a mais do que o valor determinado para a partida e os aspirantes Fifa ganham 25%. Os valores quebrados são arredondados. Vale destacar, também, que nos demais jogos da competição estadual o valor pago é menor. Quando duas equipes do interior se enfrentam, o árbitro principal recebe R$ 1.240. Em jogos da dupla Gre-Nal, o valor aumenta para R$ 1.832. Bandeiras ganham a metade do juiz e 4º árbitro a metade do bandeira.

Daronco apita primeiro e Vuaden apita segundo Gre-Nal decisivo do Gauchão

24 de abril de 2015 3

O sorteio de arbitragem dos Gre-Nais decisivos do Gauchão 2015 foi realizado, nesta sexta-feira (24), na sede da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), e definiu a ordem de quem apita cada um dos clássicos. Os dois juízes Fifa do Rio Grande do Sul foram colocados na disputa para os dois confrontos.

Anderson Daronco será o responsável pelo Gre-Nal 405, neste domingo, às 16h, na Arena do Grêmio. Leandro Vuaden comanda o Gre-Nal 406 no outro domingo (03), às 16h, no Beira-Rio.

Daronco apita na Arena e Vuaden no Beira-Rio. FOTOS: Agência RBS

Daronco apita na Arena e Vuaden no Beira-Rio. FOTOS: Agência RBS

GRE-NAL 405 – ARENA DO GRÊMIO
Árbitro: Anderson Daronco
Assistente 1: José Javel Silveira
Assistente 2: Júlio César dos Santos
4º árbitro: Daniel Soder
5º árbitro: Lúcio Flor

GRE-NAL 406 – BEIRA-RIO
Árbitro: Leandro Vuaden
Assistente 1: Rafael da Silva Alves
Assistente 2: Marcelo Barison
4º árbitro: Roger Goulart
5º árbitro: Marcelo Oliveira e Silva

ASSISTA AO VÍDEO DO SORTEIO:

Árbitros dos Gre-Nais decisivos do Gauchão 2015 estão definidos

23 de abril de 2015 21

Leandro Vuaden e Anderson Daronco estão confirmados no apito dos Gre-Nais decisivos do Gauchão 2015. Falta apenas a definição da ordem, ou seja, quem apita qual dos dois clássicos e isso ocorre nesta sexta-feira (24), às 15h. O sorteio será cruzado. No jogo Grêmio x Internacional, Vuaden será bola 1 e Daronco será bola 2. No jogo Internacional x Grêmio, Daronco será o bola 1 e Vuaden será o bola 2. Ou seja, a bola sorteada indica somente quem comanda o primeiro e que será o responsável pelo segundo.

GRÊMIO X INTERNACIONAL – Leandro Vuaden (1) e Anderson Daronco (2)
INTERNACIONAL X GRÊMIO – Leandro Vuaden (2) e Anderson Daronco (1)

Vuaden e Daronco vão para os Gre-Nais. FOTOS: Agência RBS

Vuaden e Daronco vão para os Gre-Nais. FOTOS: Agência RBS

Com a definição de Vuaden e Daronco para o sorteio, a Comissão Estadual de Árbitros de Futebol (CEAF/RS) coloca os dois juízes do quadro da Fifa do Rio Grande do Sul nos principais jogos da competição estadual.

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) ainda trabalha na composição do restante das equipes de arbitragem. Os assistentes e árbitros reservas não passam por sorteio. São escalados previamente. Além dos dois assistentes e quartos árbitros, os dois confrontos terão um quinto árbitro escalado.

Último dia para inscrições no curso de arbitragem da FGF

22 de abril de 2015 0

As inscrições para o Curso de Formação de Árbitros de Futebol de Campo da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) terminam nesta quinta-feira (23). O valor da matrícula é de R$ 170. A duração é de seis meses e a mensalidade é de 450 reais mensais, o que totaliza um investimento de R$ 2.870,00.

As aulas teóricas serão realizadas na nova sede da FGF, localizada na Avenida Ipiranga, nº 10, em Porto Alegre. O começo está previsto para o próximo sábado (25). O local e o cronograma da parte prática será divulgado nas primeiras semanas do curso.

Em 2012, aulas práticas foram no SESC Campestre. FOTO: Diori Vasconcelos/Rádio Gaúcha

Em 2012, práticas foram no SESC Campestre. FOTO: Diori Vasconcelos/Rádio Gaúcha

Os participantes devem ser brasileiros ou naturalizados legalmente, homens ou mulheres, com a idade mínima de 17 anos. Este ano, estão abertas 67 vagas para sete cidades: Bagé (3 vagas), Caxias do Sul (7 vagas), Cruz Alta (3 vagas), Ijuí (4 vagas), Pelotas (8 vagas), Porto Alegre (36 vagas) e Santa Maria (6 vagas).

Caso o número de inscritos não alcance 67 alunos, o período de matrículas será prorrogado em 15 dias pela Comissão Estadual de Árbitros de Futebol (CEAF/RS).

CONFIRA MAIS DETALHES E A DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA NO EDITAL

Vuaden explica reprovação em teste físico: "abandonei a prova em protesto"

20 de abril de 2015 47

O árbitro Leandro Vuaden garante que o problema ocorrido no teste físico da CBF, na última sexta-feira (17), não foi uma simples reprovação. Em entrevista à Rádio Gaúcha (confira o áudio abaixo), ele admitiu que o percurso não foi finalizado, mas revelou que o motivo foi uma decisão pessoal de abandonar a prova em protesto.

Vuaden alegou que o equipamento de som, que emite os sinais indicativos do teste, não estava com volume adequado.

CONFIRA TAMBÉM:
Leandro Vuaden é reprovado em teste físico da CBF

Reprovação na CBF não tira Vuaden dos jogos do Gauchão. FOTO: Daniel Marenco/Agência RBS

Reprovação na CBF não tira Vuaden dos jogos do Gauchão. FOTO: Daniel Marenco/Agência RBS

“Eu não te diria que foi uma reprovação. Foi uma saída da prova em protesto ao áudio que não estava funcionando adequadamente. Acho que essa seria a melhor denominação para o que aconteceu. Como todos sabem, eu tenho um histórico de reprovação. Reconheço isso, sempre tive essa humildade de aceitar isso, que eu realmente estava com deficiência física, mas dessa vez não foi o que aconteceu”, disse Vuaden em entrevista ao programa Sábado Esporte.

Vuaden também referiu que a partir do momento em que tomou a decisão de deixar a pista, medidas foram tomadas pelas pessoas responsáveis pela aplicação e houve mudança na sequência da prova.

“Não me considero um reprovado neste momento, mas alguém que teve a coragem de tomar uma atitude dessas para que o problema fosse solucionado”, completou.

O caso de Leandro Vuaden será analisado pela Corregedoria da Arbitragem da CBF. Enquanto isso não ocorre, ele é considerado reprovado no teste. Por 30 dias ou até a realização de uma nova prova, Vuaden não poderá atuar em competições nacionais ou internacionais. Por outro lado, está liberado para apitar no Rio Grande do Sul, como os jogos finais Gauchão.

OUÇA A ENTREVISTA COM LEANDRO VUADEN:

Leandro Vuaden é reprovado em teste físico da CBF

17 de abril de 2015 8

Leandro Vuaden (Fifa) foi reprovado em teste físico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizado nesta sexta-feira (17) em Porto Alegre. Com isso, não pode apitar competições da CBF até a realização de uma nova prova e deve ficar de fora da arrancada do Brasileirão. Outros dois árbitros e três assistentes gaúchos também não passaram no teste.

CONFIRA TAMBÉM:
Vuaden explica reprovação em teste físico: “abandonei a prova em protesto”

Reprovação na CBF não tira Vuaden dos jogos do Gauchão. Vuaden já comandou sete Gre-Nais. FOTO: Porthus Júnior/Agência RBS

Reprovação na CBF não tira Vuaden dos jogos do Gauchão. FOTO: Porthus Júnior/Agência RBS

Fabrício Neves Corrêa, que ficou de fora do Gauchão 2015 por conta de reprovações em testes físicos da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), também não foi aprovado. A outra baixa entre os árbitros foi Márcio Coruja. Com relação aos assistentes, José Franco Filho, Carlos Selbach e José Eduardo Calza não passaram. Um novo teste deve ser agendado CBF, provavelmente no prazo de 30 dias.

Vale destacar que a reprovação no teste da CBF não impede Leandro Vuaden de apitar os jogos decisivos do Gauchão 2015.

Confira a lista dos árbitros aprovados:
- Jean Pierre Lima
- Diego Almeida Real
- Francisco Silva Neto
- Roger Goulart
- Luis Teixeira Rocha
- Daniel Nobre Bins

Confira a lista dos assistentes aprovados:
- Marcelo Barison
- José Javel Silveira
- Rafael da Silva Alves
- Alexandre Kleiniche
- Lúcio Flor
- Jorge Eduardo Bernardi
- Maurício Silva Penna
- Leirson Peng Martins
- Élio Nepomuceno Júnior
- Antônio Albornoz

OBS: O árbitro Anderson Daronco não realizou o teste físico da CBF. Estava escalado como 4º árbitro no jogo entre Corinthians x San Lorenzo, nessa quinta-feira, em São Paulo. Como a prova da entidade nessa sexta-feira pela manhã, ele foi liberado. Daronco realizará o teste físico, em breve, em outro estado.

Entenda o amarelo aplicado para Lincoln após comemoração com a torcida do Grêmio

17 de abril de 2015 11

Recebi muitas mensagens desde a última quarta-feira questionando a aplicação do cartão amarelo para o garoto Lincoln por conta da comemoração no gol feito na vitória do Grêmio sobre o Campinense, por 2 x 0, pela volta da segunda fase Copa do Brasil. O garoto marcou, foi vibrar junto com os torcedores (veja na imagem abaixo) e muita gente não entendeu o que ele fez de errado. É importante dizer que o árbitro acertou na advertência. Ele apenas está cumprindo uma orientação, mesmo que ela seja discutível (e eu até não concordo).

Lincoln subiu escada de segurança para comemorar. FOTO: Fernando Gomes/Agência RBS

Lincoln comemora na escada de segurança. FOTO: Fernando Gomes/Agência RBS

Cabe também destacar que essa é uma situação que não está no livro de Regras de Futebol. Trata-se de uma determinação repassada pela CBF aos árbitros por meio de uma circular de orientações técnicas, disciplinares e gerais. Esse ponto está colocado no item 11 do documento, que aborda as comemorações de gols:

“As advertências com cartão amarelo em razão de comemoração de gols devem ser mantidas mesmo quando os gols sejam anulados, pois a punição decorre da conduta antidesportiva adotada, que não se desfaz em razão da anulação do gol.

Além das recomendações da FIFA, que são reforçadas pela CA/CBF, os árbitros devem observar se a comemoração tem objetivo de zombar do adversário ou, especialmente, da torcida contrária. Em caso positivo, o infrator deve ser punido, no mínimo, com cartão amarelo. Todos os integrantes da equipe de arbitragem devem ficar atentos.

Nos estádios que tenham escadas de segurança, os atletas devem ser orientados por seus clubes para não subir nelas para comemora gols, pois isso caracteriza conduta antidesportiva. Antes do início do jogo, o árbitro pode advertir ambas as equipes sobre essa situação”, diz a circular.

Portanto, a infração pela qual Lincoln foi advertido foi a de subir na escada de segurança da Arena do Grêmio para comemorar com a torcida. Esse gesto é considerado pela CBF como uma conduta antidesportiva e o amarelo deve ser aplicado.

Comemoração nas escadas não é permitida. FOTO: Divulgação

Comemoração nas escadas de segurança não é permitida. FOTO: Divulgação

Ainda sobre comemorações de gols, confira outras situações, essas de acordo com o livro de Regras de Futebol, em que os árbitros devem mostrar cartões amarelos para jogadores em função de infrações na comemoração de gols:

“Ainda que seja permitido que um jogador expresse sua alegria quando marca um gol, a comemoração não deverá ser excessiva. São permitidas comemorações razoáveis. No entanto, não deverá ser incentivada a prática de comemorações coreografadas, quando essas resultam em perda excessiva de tempo. Neste caso, os árbitros deverão intervir. Deverá ser advertido com cartão amarelo o jogador que:

- na opinião do árbitro, fizer gestos provocadores, debochados ou exaltados.

- Subir nos alambrados em volta do campo para comemorar.

- Tirar a camisa por cima de sua cabeça ou cobri-la com a camisa.

- cobrir a cabeça ou rosto com uma máscara ou artigos semelhantes.

Apenas sair do campo para comemorar um gol não é uma infração, porém é essencial que os jogadores retornem ao campo de jogo o mais rápido possível. Espera-se que os árbitros atuem de maneira preventiva e utilizem o bom senso ao lidarem com as comemorações de gol”, diz o livro de Regras de Futebol.