Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "expulsão"

Árbitro de Inter x Santos será afastado pela CBF e passará por reciclagem

09 de setembro de 2016 128

O árbitro Rodrigo Raposo, do Distrito Federal, será punido pela CBF. A informação foi confirmada por um integrante da Comissão de Arbitragem da entidade.

Raposo passará por um processo de avaliação e treinamento com instrutores, uma espécie de reciclagem.

O entendimento de que o juiz teve conduta equivocada na expulsão do meia Lucas Lima, do Santos, é unanimidade na cúpula da arbitragem da CBF.

Decisão da arbitragem causou polêmica. FOTO: Carlos Macedo/Agência RBS

Decisão da arbitragem causou polêmica e protesto dos santistas. FOTO: Carlos Macedo/Agência RBS

Em uma decisão rigorosa e exagerada, o árbitro mostrou o segundo amarelo para o camisa 10 da equipe paulista por retardar uma cobrança de escanteio. O lance ocorreu aos 45 minutos do 1º tempo da vitória do Inter sobre o Santos, por 2 x 1, nessa quinta-feira, no Beira-Rio.

Para o próximo final de semana, a escala já estava definida previamente e Rodrigo Raposo era o escalado para ser juiz reserva de Ponte Preta x América-MG. No entanto, em função da punição aplicada, o árbitro foi substituído do confronto por Christiano Gayo Nascimento, também do Distrito Federal.

A CBF não confirma qual será o período de afastamento do árbitro. Com o jogo de Porto Alegre, Raposo acumula cinco partidas apitadas na Série A do Brasileirão 2016.

languirulogo

Quatro polêmicas da arbitragem no Gre-Nal 410

03 de julho de 2016 17

É praticamente impossível um Gre-Nal sem polêmicas envolvendo a arbitragem. Sempre haverá discussão por melhor que seja a atuação do juiz.

Nesse domingo (03), não foi diferente. Alguns lances geraram discussão, embora Dewson Fernando Freitas da Silva tenha tido uma atuação muito segura e tranquila no clássico 410.

Preparo físico e bom posicionamento são virtudes de Dewson. FOTO: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Preparo físico e bom posicionamento são virtudes de Dewson. FOTO: Lucas Uebel/Divulgação

No aspecto técnico, o juiz da Fifa deu show. Teve atuação impecável. No disciplinar, andou perto disso, mas teve um erro importante. Falei sobre isso após o jogo. Daria nota 10 para as decisões técnicas e nota 6 para as questões disciplinares. Na média, nota oito para arbitragem.

19/1ºT – Foi falta no Sasha?
Não foi falta. Após o gol do Grêmio, os jogadores do Inter reclamaram de uma infração na origem da jogada. Sasha adiantou demais a bola, tentou escapar de Giuliano e perdeu o equilíbrio. Caiu sozinho no gramado. Não há sequer contato entre os dois jogadores. Lance claro. Acertou a arbitragem.

31/1ºT – Foi pênalti no Gustavo Ferrareis?
Não foi pênalti. Houve uma disputa normal entre Jaílson e Gustavo Ferrareis. Existiu contato entre eles, mas não passou de um choque de jogo. O posicionamento do árbitro ajudou muito para que ele tomasse a decisão certa.

9/2ºT – Rafael Thyere deveria ter sido expulso?
O amarelo ficou barato. Com as travas da chuteira, o zagueiro Rafael Thyere atingiu as costas do meia Seijas. Lance forte. O jogador gremista escapou de levar o vermelho.

Amarelo para Edílson após o jogo
Depois de encerrado Gre-Nal, o lateral-direito Edílson arrancou a bandeira de escanteio e a levou para o fundo do campo para comemorar a vitória perto da torcida. O árbitro deu amarelo para Edílson por conta da atitude. A regra diz que um jogador que, na opinião do árbitro, fizer gestos provocadores, debochados ou exaltados, deverá receber cartão amarelo. O árbitro tem poder de advertir um jogador antes, durante ou depois da partida. Por isso, a decisão da arbitragem foi correta.

languirulogo

Inter 2 x 3 Botafogo: expulsão de Fabinho foi exagerada

29 de junho de 2016 0

languirulogo

Pênalti reclamado pelo Juventude não aconteceu

01 de maio de 2016 45

O árbitro Leandro Vuaden teve atuação praticamente perfeita na primeira das finais do Gauchão 2016, nesse domingo, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Foi preciso nos principais lances e controlou bem disciplinarmente o jogo. A vitória do Inter por 1 x 0 sobre o Juventude não passou pela arbitragem. Aliás, Vuaden provou que é o melhor árbitro da competição. Ninguém foi mais regular do que ele na atual temporada no futebol gaúcho.

Vuaden teve atuação tranquila em Caxias do Sul. FOTO: Diogo Sallaberry/Agência RBS

Vuaden teve atuação tranquila em Caxias do Sul. FOTO: Diogo Sallaberry/Agência RBS

LANCE DE ERNANDO
O pênalti reclamado pelo Juventude não aconteceu. O lance foi aos 10 minutos da etapa complementar. O Inter já vencia por 1 x 0. O meia Hugo pega um rebote e chuta a bola no braço do zagueiro Ernando, que está junto ao corpo. É preciso observar alguns fatores nesse tipo de jogada. A força da bola é um deles. Outro detalhe importante é que Ernando não abre ou leva o braço na direção da bola. É o contrário que ocorre. Não há nenhum gesto de bloqueio do zagueiro, que é surpreendido pelo chute repentino. Portanto, lance legal. Veja mais detalhes sobre a regra de mão na bola e bola na mão clicando aqui. Assista reclamado pelo Juventude clicando aqui.

LANCE DE VITINHO 1
Houve também um pênalti reclamado por Vitinho. Aos 43 do 1º tempo, o atacante invade a área pelo lado esquerdo. Há um contato entre ele e o jogador do Juventude, mas não há infração. Há um choque de jogo e Vitinho acaba tramando as pernas. Nem amarelo por simulação, nem pênalti. Assista ao lance clicando aqui.

LANCE DE VITINHO 2
A expulsão de Vitinho foi indiscutível. Em dois minutos ele conseguiu levar dois amarelos. No segundo lance, o atacante quase implorou para receber o vermelho. Tinha acabado de receber uma advertência e “caçou” Bruno Ribeiro. Tentou chutar o tornozelo de adversário, mas errou. Não desistiu e em nova tentativa acertou. Levou o segundo cartão de graça. Assista ao lance clicando aqui.

languirulogo

Dupla Gre-Nal foi beneficiada pela arbitragem no meio de semana do Brasileirão

14 de agosto de 2015 27

Os árbitros dos jogos da dupla Gre-Nal cometeram erros que favoreceram os gaúchos na 17ª rodada do Brasileirão, nesse meio de semana.

Na quarta-feira, o Inter escapou de ter o meia Alex expulso. O jogador já tinha amarelo e deu um carrinho violento no volante Pierre, do Fluminense, que deveria ter até resultado em vermelho direto. O árbitro paulista Flávio Rodrigues Guerra ignorou a gravidade da infração. O lance foi aos 11 minutos da etapa inicial (assista clicando aqui), quando o jogo estava 0 x 0.

Flu divulgou foto da perna de Pierre após entrada de Alex. FOTO: Fluminense/Divulgação

Flu divulgou foto da perna de Pierre após entrada de Alex. FOTO: Fluminense/Divulgação

Já na quinta-feira, o árbitro paraense Dewson Fernando Freitas da Silva deixou de marcar um pênalti claro contra o Grêmio na etapa inicial do confronto contra o Atlético-MG. Aos 13 minutos, o zagueiro Erazo interceptou com o braço uma finalização de Leonardo Silva. O jogador gremista assumiu o risco da infração e ampliou o raio de ação com o braço. O jogo também estava 0 x 0 e o lance foi ignorado pelo juiz (assista clicando aqui).

Erazo faz bloqueio com o braço. FOTO: reprodução/GloboTV

Erazo faz bloqueio com o braço na finalização de Leonardo Silva. FOTO: reprodução/GloboTV

É fácil reclamar da arbitragem quando ela erra em favor dos adversário. Quando o contrário ocorre, o silêncio prevalece. Esses lances são bons exemplos de que a banca paga e, mais cedo ou mais tarde, recebe de volta.

languirulogo

Súmula de Grêmio x Santos explica expulsão de Felipão, mas não cita episódio de racismo

29 de agosto de 2014 20

O árbitro Wilton Pereira Sampaio (GO) divulgou, ainda na noite dessa quinta-feira, a súmula da partida entre Grêmio x Santos. Não há qualquer relato sobre as ofensas racistas sofridas pelo goleiro Aranha, da equipe paulista. O que foi captado pelas imagens de televisão não foi notado pelo juiz.

CONFIRA TAMBÉM: “Sou preto. Sou negão, sim”, diz Aranha sobre ato racista

Os vídeos, porém, devem render denúncia da procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nas próximas horas. Wilton Pereira Sampaio relatou em súmula a justificativa para a expulsão de Felipão no intervalo da partida:

“Ao termino do primeiro tempo de jogo, na saída de campo, percebemos que um segurança da equipe do grêmio adentrou no campo de jogo informando ao atleta sr marcelo grohe sobre decisões técnicas da arbitragem vistas pela televisão no vestiário. Assim que a equipe de arbitragem adentrou na zona mista, o técnico da equipe do grêmio, sr luiz felipe scolari, estava aguardando e proferiu reclamações com as seguintes palavras dirigidas ao arbitro: “tu vai ver na tv”, “tu errou”. nos acompanhou pelo corredor ate o vestiário da sua equipe repetindo as palavras acima citadas. informamos que o mesmo foi expulso e não retornou para o segundo tempo da partida. Na porta do vestiário da equipe do grêmio, tanto no termino do primeiro tempo quanto no final da partida diretores que ali se encontravam proferiram as seguintes palavras: “tu não apita mais aqui”, “tu não apita mais jogo do grêmio”, “tu é mal intencionado” “tu nos roubou”. Informamos que para a equipe de arbitragem ter acesso ao seu vestiário tem que obrigatoriamente passar na porta do vestiário da equipe do grêmio, onde no corredor permanecem vários dirigentes e funcionários proferindo palavras e xingamentos”, diz o texto publicado por Wilton Pereira Sampaio.

Súmula foi divulgada no site da CBF ainda na noite dessa quinta-feira. Foto: reprodução

Súmula foi divulgada no site da CBF ainda na noite dessa quinta-feira. Foto: reprodução

Além das expulsões, o árbitro também relata o arremesso de um rolo de papel higiênico como única observação eventual a ser feita sobre as ocorrências do jogo:

“Informo que aos 2 (dois) minutos de acréscimos do segundo tempo da partida, foi arremessado um rolo de papel higiênico ao lado direito da meta defendida pelo goleiro da equipe do Santos, advindo o objeto do local onde se encontrava a torcida do Grêmio”, escreveu Wilton Pereira Sampaio.

Com a bola rolando, o juiz errou ao não marcar uma falta na origem do segundo gol do Santos. O meia Lucas Lima domina a bola com o braço, ainda na intermediária defensiva, na jogada em que Robinho fecharia o placar de 2 x 0, aos 44 do 1º tempo.

Árbitro não percebeu domínio de Lucas Lima com o braço. FOTO: reprodução SporTV

Árbitro não percebeu domínio de Lucas Lima com o braço. FOTO: reprodução SporTV

Árbitro uruguaio apita Inter x Bahia pela Copa Sul-Americana

25 de agosto de 2014 0

A Conmebol escalou um árbitro uruguaio para comandar o jogo de ida entre Inter x Bahia, nesta quarta-feira, às 22h, no Beira-Rio, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Quem apita a partida é Christian Ferreyra, de 36 anos.

O juiz, que está no quadro da Fifa desde 2013, tem uma carreira marcada pelo estilo rigoroso de apitar e por não economizar (em nada) os cartões. Para se ter uma ideia, na atual temporada, Christian Ferreyra comandou 14 jogos. Mostrou 89 amarelos e 12 vermelhos. A média de quase uma expulsão por jogo em 2014 não é um fato aleatório. No ano passado, ele apitou 24 jogos e mostrou 25 vermelhos.

Christian Ferreyra tem estilo rigoroso. FOTO: Divulgação

Christian Ferreyra tem estilo rigoroso. FOTO: Divulgação

Estamos falando de um árbitro que aplicou 37 expulsões em 38 jogos nas duas últimas temporadas. Portanto, todo cuidado é pouco por parte dos jogadores, que sempre devem entrar em campo sabendo o perfil do juiz que está apitando.

INTER X BAHIA – QUARTA-FEIRA – 22H – BEIRA-RIO
Árbitro: Christian Ferreyra (URU)
Assistente 1: Miguel Nievas (URU)
Assistente 2: Richard Trinidad (URU)
4º árbitro: Leandro Vuaden (BRA)

Em súmula, árbitro relata motivo de segundo amarelo do zagueiro Paulão

04 de agosto de 2014 1

O árbitro Wilton Pereira Sampaio (GO) esclareceu na súmula da partida em que o Inter venceu o Santos, por 1 x 0, nesse domingo, no Beira-Rio, pela 13ª rodada do Brasileirão, o motivo da aplicação do segundo amarelo e expulsão de Paulão. O zagueiro colorado, que havia sido advertido aos sete minutos da etapa complementar, por cometer uma falta impedindo um ataque promissor, recebeu outro cartão quatro minutos depois por reclamar de forma acintosa e levantando o braço contra o juiz. Na súmula, divulgada nessa segunda-feira, Sampaio relatou o que foi dito por Paulão no momento da reclamação:

“Você ta de sacanagem com a gente, não vai aplicar a porra do cartão”, escreveu o árbitro, que completou informando que o protesto do defensor ocorreu após a marcação de uma falta para o Inter.

Súmula foi divulgada nesta segunda-feira. FOTO: reprodução CBF

Súmula foi divulgada nesta segunda-feira. FOTO: reprodução CBF

Pará deveria ter sido expulso no empate entre Sport x Grêmio

29 de maio de 2014 0

O árbitro Marcelo de Lima Henrique não foi bem no aspecto disciplinar no empate entre Grêmio x Sport, em 0 x 0, nessa quarta-feira, na Ilha do Retiro, pela 8ª rodada do Brasileirão. O juiz carioca deixou o jogo muito “solto” e economizou nos cartões. Cabe ressaltar que Marcelo é um árbitro que tem como característica ser até rigoroso e geralmente mostra firmeza, especialmente na questão disciplinar.

Em alguns lances do primeiro tempo, o cartão amarelo deveria ter aparecido e não foi o que ocorreu. No momento em que começam as faltas mais fortes e o árbitro não faz nada, acaba passando a ideia de que essa conduta está permitida. Ele não mostra qual é o limite e está sujeito ao erro, algo que aconteceu aos 27 minutos da etapa inicial. Pará fez uma falta que era para vermelho direto. Uma entrada com a sola da chuteira, por cima e na altura do joelho do adversário. O árbitro apenas apresentou o amarelo em uma situação de jogo brusco grave. Deveria ter expulsado Pará.

CONFIRA OS LANCES E A ANÁLISE COMPLETA NO VÍDEO:

Ótimo trabalho em equipe da arbitragem na correta expulsão de Fred

18 de maio de 2014 1

O árbitro Sandro Meira Ricci (Fifa/PE) acertou ao expulsar o atacante Fred no confronto em que o Fluminense foi derrotado pelo Grêmio, por 1 x 0, nesse domingo, na Arena, em jogo da 5ª rodada do Brasileirão.

Tudo começou aos 23 minutos, do 2º tempo. A equipe carioca tinha um escanteio para ser batido e o juiz, que será o representante do país na Copa de 2014, chamou a atenção do centroavante e do lateral Pará. Os dois estavam protagonizando o tradicional empurra-empurra dentro da grande área. No momento da cobrança, Fred deu um “tranco” no jogador gremista. Sandro interrompeu a cobrança e mostrou amarelo para os dois jogadores.

Segundos depois, o atacante teve uma postura extremamente infantil e inadmissível para um atleta de Seleção Brasileira, principalmente pelo fato de que recém havia recebido a primeira advertência. Fred segurou o Alán Ruiz pelo pescoço, uma atitude que pode ser considerada uma conduta antidesportiva ou até violenta. Quem viu tudo não foi Sandro Meira Ricci. Foi Leandro Hermes, assistente adicional. Imediatamente ele avisou o juiz da Fifa, que apresentou o segundo amarelo e o vermelho. Expulsão corretíssima e ótimo trabalho em equipe da arbitragem!

Torço que Fred não repita esse tipo de postura na Copa do Mundo. Afinal, ele é o camisa 9 do time de Felipão e a Seleção Brasileira precisará dos gols dele. Por outro lado, espero que o árbitro Sandro Meira Ricci demonstre o mesmo nível técnico e continue atuando assim no controle disciplinar das partidas no Mundial que vem por aí. Boa sorte a todos!

CONFIRA A ANÁLISE E COMO FOI A EXPULSÃO DE FRED NO VÍDEO: