Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Grêmio"

Representante brasileiro em órgão responsável por regras do futebol sobre pênalti de Kannemann: "Fico com o árbitro"

08 de fevereiro de 2017 1

A polêmica do último final de semana no Gauchão ainda não se esgotou. Nos últimos dias, o debate tem sido muito grande em relação ao pênalti no lance envolvendo o zagueiro Kannemann na partida em que o Grêmio perdeu para o Caxias por 2 x 1. Afinal de contas, foi lance de mão na bola ou bola na mão?

Uma coisa é fato. A polêmica não se limitou aos torcedores, foi além das redes sociais, passou por programas de rádio, debates esportivos e agitou até o meio da arbitragem.

O pênalti de Kannemann gerou profundo debate entre árbitros, ex-árbitros, comentaristas e instrutores de arbitragem. Fiz contatos buscando discutir conceitualmente a jogada. Percebi uma divisão de opiniões. Alguns defendendo a marcação do pênalti; outros dizendo que a jogada foi acidental; e há até os que consideram a jogada como “cinzenta”, termo utilizado no meio da arbitragem para definir um lance que não é “preto” nem “branco”.

Decidi, então, consultar o representante sul-americano da IFAB (International Football Association Board), órgão que regulamenta as regras do futebol. Estou falando de Manoel Serapião Filho, ex-árbitro Fifa e atual diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem da CBF. Ele ressaltou o caráter interpretativo do lance, que permite mais de uma leitura. Porém, disse que aprovou a decisão do juiz gaúcho Jean Pierre Lima.

“Vi o lance e é muito interessante, pois houve o primeiro toque no corpo do jogador, que, a princípio, criaria o elemento surpresa e que excluiria a falta. Todavia, a posição do braço do jogador em clara ação de bloqueio e sem qualquer cuidado, desde seu primeiro movimento, se constitui em elemento para a falta, pois teria sido a causa do toque. Bola dividida. Fico com o árbitro”, argumentou Manoel Serapião Filho.

É lógico que dentro das orientações da Fifa há uma observação que diz respeito ao desvio da bola. Isso em geral caracteriza o fator surpresa. Entendo, porém, que alguns cuidados são necessários por parte dos atletas. O que me chamou a atenção no lance de Kannemann foi a forma como ele saltou para interceptar a jogada. Dessa maneira, ao pular com os dois braços levantados, assume o risco de cometer a infração. Cada lance tem suas características e particularidades. Não compararia o lance de Kannemann com outras jogadas, como um carrinho em ação de bloqueio. Vejo diferenças.

Lance gerou reclamação do técnico Renato ao final do jogo. FOTO: Porthus Júnior/Agencia RBS

Lance gerou reclamação do técnico Renato ao final do jogo. FOTO: Porthus Júnior/Agencia RBS

Pessoalmente, gosto muito de jogadas como essa porque elas ajudam na compreensão de questões interpretativas das regras do futebol. Afinal, a regra não é clara coisa nenhuma.

E cabe dizer que não estou preocupado e não vou entrar em qualquer discussão ideológica ou política que a marcação do pênalti possa ter instigado.

O objetivo aqui é sempre pela análise técnica.

languirulogo

O primeiro pênalti polêmico do Gauchão 2017

05 de fevereiro de 2017 34

O árbitro Jean Pierre Lima acertou na marcação do pênalti que resultou no primeiro gol da vitória por 2 x 1 do Caxias sobre o Grêmio, nesse domingo (5), no estádio Centenário, pela 2ª rodada do Gauchão. Talvez ele tenha contado com o auxílio do assistente Leirson Peng Martins para tomar a decisão acertada.

Após cruzamento, a bola bate na perna e depois no braço direito do zagueiro Kannemann, antes de ir para a linha de fundo. O defensor salta para interceptar a bola com os dois braços levantados, ou seja, em movimento não-natural. Ao fazer a ação de bloqueio dessa forma, com os braços nessa posição, está assumindo o risco da infração. Por isso, o pênalti deve ser marcado. Essa é a orientação passada aos árbitros para esse tipo de lance. Isso não significa dizer que toda bola que bater no braço resultará em infração.

Jean Pierre foi o árbitro de Caxias x Grêmio. FOTO: Juan Barbosa/Agência RBS

Jean Pierre foi o árbitro de Caxias x Grêmio. FOTO: Juan Barbosa/Agência RBS

Para ilustrar a diferença, sugiro um exercício de imaginação. Se Kannemann estivesse parado, com o braço afastado do corpo e não estivesse fazendo uma ação de bloqueio, o lance teria outra natureza. Se uma bola fosse chutada e, após um desvio, batesse no braço do zagueiro, a jogada seria normal.

A Fifa recomenda que os atletas tenham ação preventiva, sobretudo quando tentam interceptar a bola. De que forma? Colocando os braços para trás ou junto ao corpo, os jogadores estarão mostrando que querem evitar o risco de cometer a infração.

languirulogo

Jogos de volta da fase semifinal da Copa do Brasil não terão árbitros Fifa

02 de novembro de 2016 0

Os dois árbitros sorteados para os jogos de volta da fase semifinal da Copa do Brasil 2016 não fazem parte do quadro da Fifa.

O duelo entre Grêmio x Cruzeiro, às 21h45, na Arena, em Porto Alegre, será comandado por Thiago Duarte Peixoto, aspirante Fifa do estado de São Paulo.

Já o jogo entre Atlético-MG x Inter, às 21h45, no Independência, em Belo Horizonte, terá no apito o baiano Jaílson Macedo Freitas, que está no último ano da carreira e faz parte do quadro Especial da CBF.

Os representantes da Fifa estarão correndo nas laterais do campo. Na partida do Rio Grande do Sul, Thiago Peixoto terá Tatiane Camargo (Fifa-SP) e Danilo Manis (Asp. Fifa-SP) como auxiliares. O árbitro reserva será o gaúcho Francisco Silva Neto.

Em Minas Gerais, Jaílson Freitas será auxiliado por Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO). O mineiro Renato da Conceição será o juiz reserva.

CONFIRA A PROJEÇÃO DA ARBITRAGEM PARA GRÊMIO X CRUZEIRO:

CONFIRA A PROJEÇÃO DA ARBITRAGEM PARA ATLÉTICO-MG X INTER:

languirulogo

Árbitros experientes apitam jogos da dupla Gre-Nal pela semifinal da Copa do Brasil

26 de outubro de 2016 0

Dois árbitros experientes apitam os jogos de ida da fase semifinal da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 21h45.

O duelo entre Inter x Atlético-MG será comandado por Marcelo de Lima Henrique (confira a análise no primeiro vídeo abaixo). Ele é carioca, mas atua pela Federação Pernambucana de Futebol. Deixou de integrar o quadro da Fifa há duas temporadas. Está no último ano da carreira.

Já o confronto entre Cruzeiro x Grêmio será apitado por Péricles Bassols Cortez (confira a análise no segundo vídeo abaixo), árbitro Fifa. Ele também é carioca, mas está vinculado ao estado de Pernambuco.

O QUE ESPERAR DA ARBITRAGEM DE INTER X ATLÉTICO-MG? CONFIRA A ANÁLISE:

O QUE ESPERAR DA ARBITRAGEM DE CRUZEIRO X GRÊMIO? CONFIRA A ANÁLISE:

languirulogo

Goiano Elmo Cunha apita Palmeiras x Grêmio pela Copa do Brasil

19 de outubro de 2016 0

O escolhido para comandar o confronto de volta entre Palmeiras x Grêmio não é do quadro da Fifa. Quem apita o jogo das quartas de final da Copa do Brasil é o goiano Elmo Alves Resende Cunha, do quadro Especial da CBF. Ele será auxiliado pelo paranaense Bruno Boschilia e pelo goiano Cristhian Passos Sorence. O 4º árbitro será Roberto Giovanny Oliveira Silva, também do estado de Goiás.

CONFIRA A ANÁLISE DA ARBITRAGEM DE PALMEIRAS X GRÊMIO:

languirulogo

Quatro polêmicas da arbitragem no Gre-Nal 410

03 de julho de 2016 17

É praticamente impossível um Gre-Nal sem polêmicas envolvendo a arbitragem. Sempre haverá discussão por melhor que seja a atuação do juiz.

Nesse domingo (03), não foi diferente. Alguns lances geraram discussão, embora Dewson Fernando Freitas da Silva tenha tido uma atuação muito segura e tranquila no clássico 410.

Preparo físico e bom posicionamento são virtudes de Dewson. FOTO: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Preparo físico e bom posicionamento são virtudes de Dewson. FOTO: Lucas Uebel/Divulgação

No aspecto técnico, o juiz da Fifa deu show. Teve atuação impecável. No disciplinar, andou perto disso, mas teve um erro importante. Falei sobre isso após o jogo. Daria nota 10 para as decisões técnicas e nota 6 para as questões disciplinares. Na média, nota oito para arbitragem.

19/1ºT – Foi falta no Sasha?
Não foi falta. Após o gol do Grêmio, os jogadores do Inter reclamaram de uma infração na origem da jogada. Sasha adiantou demais a bola, tentou escapar de Giuliano e perdeu o equilíbrio. Caiu sozinho no gramado. Não há sequer contato entre os dois jogadores. Lance claro. Acertou a arbitragem.

31/1ºT – Foi pênalti no Gustavo Ferrareis?
Não foi pênalti. Houve uma disputa normal entre Jaílson e Gustavo Ferrareis. Existiu contato entre eles, mas não passou de um choque de jogo. O posicionamento do árbitro ajudou muito para que ele tomasse a decisão certa.

9/2ºT – Rafael Thyere deveria ter sido expulso?
O amarelo ficou barato. Com as travas da chuteira, o zagueiro Rafael Thyere atingiu as costas do meia Seijas. Lance forte. O jogador gremista escapou de levar o vermelho.

Amarelo para Edílson após o jogo
Depois de encerrado Gre-Nal, o lateral-direito Edílson arrancou a bandeira de escanteio e a levou para o fundo do campo para comemorar a vitória perto da torcida. O árbitro deu amarelo para Edílson por conta da atitude. A regra diz que um jogador que, na opinião do árbitro, fizer gestos provocadores, debochados ou exaltados, deverá receber cartão amarelo. O árbitro tem poder de advertir um jogador antes, durante ou depois da partida. Por isso, a decisão da arbitragem foi correta.

languirulogo

Árbitro do Gre-Nal tem totais condições de "passar o trator" no domingo

01 de julho de 2016 1

Dewson Fernando Freitas da Silva não vive os melhores dias da carreira. Sua melhor fase foi em 2014, quando ainda era aspirante Fifa. Foi o grande destaque da arbitragem daquela temporada. Discreto, mas com personalidade. Tranquilo em campo, mas com decisões firmes. O preparo físico exemplar permitia que deixasse o jogo acelerar sem ficar distante das jogadas.

Apesar de ter feito um Gre-Nal irreparável, aquele dos 5 x 0, o juiz da Fifa já não repetiu em 2015 a regularidade do ano anterior.

Arbitragem ficou em segundo plano no Gre-Nal dos 5 x 0. FOTO: Diego Vara/Agência RBS

Arbitragem ficou em segundo plano no Gre-Nal dos 5 x 0. FOTO: Diego Vara/Agência RBS

Em 2016, a instabilidade é maior. Dewson Fernando Freitas da Silva tem oscilado bastante e cometido erros que não estão à altura de um Fifa.

É um bom árbitro precisando de um grande jogo para retomar a melhor fase. Para usar uma expressão da moda, o árbitro do Gre-Nal 410 tem totais condições de “passar o trator” no domingo. Porém, para que tenha essa imposição disciplinar e técnica em campo precisará, acima de tudo, relembrar os bons momentos de 2014.

languirulogo

Assistente salvou árbitro em marcação de pênalti contra o Grêmio

19 de junho de 2016 3

O trabalho em equipe funcionou e a arbitragem tomou uma decisão correta em função da participação de um assistente na decisão do árbitro na partida em que o Grêmio venceu o Cruzeiro por 2 x 0, nesse domingo (19), na Arena, pela 9ª rodada do Brasileirão 2016.

O árbitro Thiago Duarte Peixoto não viu um toque de mão irregular dentro da área do lateral-esquerdo Marcelo Oliveira e deixou o jogo seguir. Segundos depois, o assistente Marcelo Van Gasse informou ao juiz e a marcação foi realizada.

O pênalti acabou sendo perdido pelo meia De Arrascaeta e o Cruzeiro deixou Porto Alegre sem ter qualquer motivo para reclamar. Resultado legítimo na Arena.

Confira a análise no vídeo:

languirulogo

Arbitragem de Fluminense x Grêmio foi a pior do Brasileirão 2016

11 de junho de 2016 1

languirulogo

Dupla Gre-Nal esquece de reunião sobre mudanças nas regras do futebol

13 de maio de 2016 0

A ausência de representantes da dupla Gre-Nal foi a surpresa negativa da reunião sobre as mudanças das regras do futebol, realizada na sede da Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

SAIBA MAIS:
CBF adota mudanças nas regras do futebol para começo do Brasileirão 2016

O encontro da manhã dessa quinta-feira (12) era direcionado exclusivamente para representantes do clubes, jogadores e profissionais da imprensa. Estive presente e lamento que nenhum representante ou jogador de Grêmio ou Inter tenha comparecido.

Árbitros começam a aplicar mudanças na 1ª rodada do Brasileirão. FOTO: Divulgação

Árbitros começam a aplicar mudanças na 1ª rodada do Brasileirão. FOTO: Divulgação

Imagino que a dupla Gre-Nal tenha esquecido que haveria a reunião. Certamente não deixou de ir por uma opção ou por entender que as mudanças não são importantes. Espero que os envolvidos busquem, de alguma maneira, informações sobre as alterações. Não tenho dúvidas de que isso vai ajudar, até para uma reclamação mais embasada depois.

Com relação ao trabalho da Comissão de Arbitragem da CBF vale um elogio pela forma como tem buscado a difusão de informações para a comunidade do futebol sobre a reestruturação nas regras do futebol, realizada pelo International Football Association Board (IFAB).

No vídeo abaixo, o instrutor da CBF Manoel Serapião Filho comenta as mudanças:

languirulogo