Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

O lord e o lagarto

05 de novembro de 2011 21

Foto: Lauro Alves

Barba raspada, cabelos pretos irretocáveis cobertos por camadas de gel, óculos escuros aparafusados no rosto, camisa de manga longa, sempre impecável, o motorista de Zero Hora Sérgio Barbosa, pontual como um relógio suiço, se define da seguinte forma:


- Sou um lord.

Foto: Lauro Alves

Ao volante, Sérgio, nascido em Viamão há 54 anos, criado em Camaquã e morador da zona sul de Porto Alegre, mostra-se um londrino dos quatro costados. Se pudesse, evitaria atropelar uma fomiga na estrada. Sorte de um lagarto desavisado que cruzou o nosso caminho na BR-392, em Caçapava. Graças ao Sérgio, obrigado a frear bruscamente, deixando marcas de pneu no pavimento, e a andar alguns alguns metros na contrãomão, o animal não virou tapete no asfalto.

Comentários (21)

  • REGINA diz: 5 de novembro de 2011

    eu diria que é um GATO LORD então, parabéns.

  • vera muller diz: 5 de novembro de 2011

    Obrigado por salvar o lagarto. O mundo precisa de mais pessoas com esta índole.

  • andre diz: 5 de novembro de 2011

    Moro em Santa Vitoria e estou acompanhando a viajem, gostaria que tivessem a oportunidade de verificar o estado da RS que leva até o balneário do Hermenegildo, sem sinalização, sem acostamento, e com crateras do inicio ao fim. fica distante 5km da entrada de Santa Vitória.

  • vanio diz: 5 de novembro de 2011

    eu moro em curitiba eu acompanho voces,eu faria a mesma coisa protegeria os bichos

  • Michelle diz: 5 de novembro de 2011

    Não deixem de mostrar a rota pra serra entre Veranópolis e Nova Prata.
    Percorro o trecho a 30 anos e nunca vi essa estrada bem conservada e sem buracos.
    Parabéns pelo trabalho!!!

  • P@ulo diz: 5 de novembro de 2011

    O “bichano não virou tapete no asfalto”, mas, deixou de ser gato para virar lagarto. Como é que as universidades dão diploma de jornalista para alunos que nem conhecem o significado das palavras? Ou será que isto foi uma interpretação poética livre?

  • Lucio Machado diz: 5 de novembro de 2011

    Se a equipe de Zero Hora estivesse na RST 101, não conseguiria desviar do lagarto, porque na certa cairia dentro de uma cratera, porque não são mais buracos são verdadeiras crateras que estão abertas no trecho Palmares do Sul a Mostardas, as obras vão devagar quase parando>

  • marcelo diz: 5 de novembro de 2011

    Essa viagem e sobre estradas, ou para ficar falando de assuntos superficiais, ta loco se se propoem a fzer algo que seja bem feito entao, acho que ficar falando de amenidades, então voltem pra casa e deem lugar para outro fazer o serviço.

  • Waldomiro diz: 5 de novembro de 2011

    Ih e agora? lagarto é bichano? E o bichano seria gato? E o lagarto poderia ser réptil? Waldomiro.

  • Eldes diz: 5 de novembro de 2011

    Evitar de matar um bichinho é um gesto muito nobre,mas muitas vezes acaba em tragédia ou em acidentes graves. É preferível sacrificar a vida de um animal do que de seres humanos.

  • Lauro Moraes diz: 6 de novembro de 2011

    Sergio, nos estamos destacando Viamão, atraves de boas atitudes. De alguma forma estamos mostrando que homem e natureza, podem conviver de maneira civilizada. Sou morador de Viamão e também tenho 54 anos. No dia 21/10/2011 as 16:54hs foi postada uma matéria na internet (zerohora.com) Intitulada: Ninhada com filhotes de gambá é encontada em Viamão, feita comigo, porque recolhi da rua uma ninhada de filhotes de gambá que tentavam mamar na mãe sem vida. Não cometi nenhum ato de bravura, apenas fiz o que qualquer ser dito “humano” deveria fazer. Que bom que estamos nos destacando, com boas ações. Parabéns e, um grande abraço.

  • marcos andre ribeiro horbach diz: 6 de novembro de 2011

    estradas escolhidas a dedo,usem a ers 118 vão ver que estrada sem condição niguem fas nada desde o governo Brito prometen a duplicaçao mas só em epoca de eleição depois esquecem.pensava que agora com toda a região governada pelo o ParTido do governador foosse feito alguma coisa ate agora NADA.

  • Marcos Andre Ribiro Horbach diz: 6 de novembro de 2011

    Não entendo como ser mais moderado que eu já fui no meu comentario sobre a ers 118. Se não for para chamarem vocêis de bonitinho não é postado o comntario.

  • wilson diz: 6 de novembro de 2011

    Bom dia, a reportagem tem como proposito ver as condicoes das estradas,correto?
    Porem, nao vi nem li nada que nesta reportagem que falasse da condicao desse trecho da rodovia.
    Peço que relatem a situacao das rodovias pra que nós motoristas e contribuintes possamos saber como nosso dinheiro esta sendo investido.
    Espero que haja um comparativo entre o que foi divulgado e constatado pela CNT e o que o grupo de reportagem está verificando.
    Grato.

  • Silver Postiglioni diz: 6 de novembro de 2011

    Parabéns pela manobra Sérgio. Passo constantemente por essa estrada para ir até Dom Pedrito. Assim como você e muitos motoristas, já realizei e presenciei manobras semelhantes. Entretanto, alguns preferem não fazer o mesmo. Vai uma dica ao DNIT, colocar mais placas advertindo sobre a presença de animais na região que é constante, principalmente a noite. Por outro lado, esta estrada está entre as melhores do Estado. Asfalto novo e muito bem sinalizado.

  • rotveiler diz: 6 de novembro de 2011

    Bah, sr. Silver Postiglioni, não consigo nem imaginar de como serão as estradas nas quais o sr costuma trafegar. Porque se o sr. considera o asfalto da BR 392, que apesar de ter sido todo refeito a pouco mais de ano já é uma colcha de retalhos(remendos), cheio de borrachudos, irregularidades e já com grandes trechos sem sinalização devido as intermitentes ações de “tapa buracos”, muito bom. Posso afirmar isto porque resido em um sítio junto a esta rodovia, no município de Caçapava do Sul, e não passa um mês sem que os “tapa buracos” estejam trabalhando em frente ao sítio!

  • Gilmar Correa da Silva diz: 6 de novembro de 2011

    Lauro Alves,por favor. Vamos ir. O que é isso? Para quem não sabe a diferença entre um gato e um lagarto…

  • leonel diz: 7 de novembro de 2011

    Eldes, me dê um exemplo em que a situação que vocês supôs tenha acontecido.

  • Andrius Berté diz: 7 de novembro de 2011

    Entre Bento Gonçalves e Veranópolis os lagartos podem se esconder nos buracos, assim não serão atropelados.

  • Leonel diz: 9 de novembro de 2011

    Caro Jornalista,
    Se você trafegasse pela BR-392, trecho entre Santana da Boa Vista-Canguçu no período do transporte da safra de soja, encontraria dezenas de animais mortos, atropelados por, na maioria dos casos, caminhões. Até jaguatirica, animal quase extinto por aqui, eu já vi morto na estrada.

Envie seu Comentário