Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Buraco oferece perigo para quem passa em rua de Canasvieiras

10 de dezembro de 2014 4
Buraco com 90 centímetros de profundidade em rua de Canasvieiras. Guto Kuerten/DC

Buraco com 90 centímetros de profundidade em rua de Canasvieiras. Guto Kuerten/DC

— Avisamos uma senhora em cima da hora sobre o buraco. Por pouco ela não caiu. Se esta mulher tivesse caído com certeza ela teria graves ferimentos. Alguém tem que tomar uma atitude antes que ocorra algo grave.
O alerta partiu da comerciante Cristina Ott. Ela entrou em contato com o blog e fomos no local ver a situação. O buraco, na rua Madre Maria Villac, em Canasvieiras, em Florianópolis, que na verdade está mais para uma cratera, tem 4 metros de comprimento por 3,5 metros de largura, com 90 centímetros de profundidade.

Pedestres desviam de buraco em Canasvieiras. Guto Kuerten/DC

Pedestres desviam de buraco em Canasvieiras. Guto Kuerten/DC

A comerciante lembra que os problemas com os buracos são originados pela quebra da tubulação constante na rua. Outro tinha ocorrido e foi consertado apenas porque a família resolveu colocar a mão na massa.
— Eles chegaram para a temporada de Verão e não podia nem entrar em casa. Foi então que o marido resolveu arrumar a calçada. Se fosse esperar. Sabe como é.
Desta vez o cano estourou há três meses no outro lado da esquina. A mesma situação.
— A Casan veio, e fechou o vazamento e consertou o buraco. Três dias depois o cano estourou novamente. Novamente vieram e fecharam. O buraco continuou.

Agora, comerciantes e moradores estão preocupados com a chegada do Verão e com o aumento de fluxo de pedestres no local.

 

Comentários

comments

Comentários (4)

  • Robson da Luz Ferminio diz: 10 de dezembro de 2014

    ISSO É UM CRIME QUE A CASAN FAZ COM A NOSSA POPULAÇÃO.
    LÁ NO BAIRRO ABRAÃO ESTÁ UMA VERGONHA.
    ABRIRAM VALAS HÁ MAIS DE 30 DIAS E ATÉ AGORA É SÓ POEIRA E PEDRAS EM CÍMA DO ASFALTO.
    ISSO È COISA DE CADEIA PARA O PRESIDENTE DA CASAN.
    UMA SÓ IMCOPETÊNCIA.
    JÁ ATÉ COLOCARAM FAIXAS COM OS DIZERES:
    ” GALLINA, DEVOLVA O DINHEIRO E TERMINE DE ASFALTAR OS BURACOS/VALAS”.

  • Sandra diz: 10 de dezembro de 2014

    Canasvieiras, Canasvieiras….!!!!
    “Agora, com a chegada da temporada os comerciantes estão preocupados..” Pois deveriam se preocupar MAIS e SEMPRE, não só agora. Deveriam trabalhar o ano inteiro para melhorar o lugar onde moram.
    NÃO É SÓ ESSA CRATERA que oferece risco à comunidade de Canasvieiras, é muito, mas muito mais.
    Lixo nas ruas, por exemplo, quando a Prefeitura faz a varredura, é comum deixarem “montinhos” nas ruas e calçadas para todo o sempre.
    Vamos ver se a Casan vai mesmo despoluir a praia e mar e NÃO deixar faltar água na temporada e nunca mais.

    Comerciantes, logistas, hoteleiros, pousadas vão enlouquecer com a chegada dos turistas e vão aumentar os preços das mercadorias às alturas? Não esqueçam, empresários, nós, moradores, é que compramos o ano todo e isso não é justo, nem conosco, nem com os visitantes.
    E a falta de estrutura, como fica?
    Temos mesmo que nos contentar com aqueles banheiros químicos que fedem a quilômetros de distância? E as duchas para tirar o sal do corpo? Conseguiremos ainda pra este século ou teremos que esperar até o próximo?
    E a praça para a comunidade e para o TURISMO, tão valorizado pelo poder público, vai ficar por isto mesmo, ou seja, o dito pelo não dito, promessa só em tempo de eleição?

    Canasvieiras, Canasvieiras…tão linda e tão maltratada!
    Só lembram de você quando o calo começa a doer….

  • Cleberson diz: 10 de dezembro de 2014

    E não é só em Canas este absurdo. A cidade em geral está abandonada.
    Exemplo disso é a revitalização da Av. Prefeito Valdemar Vieira no Saco dos limões, que começou metade do ano e só piorou a situação do asfalto, principalmente com acumulo de água nos dias de chuva e crateras…

  • Comunidade agradece mas nem tanto | De olho nas ruas diz: 12 de dezembro de 2014

    […] Um dia depois de o blog ter registrado o buraco aberto há três meses na rua Madre Maria Villac, o problema foi parcialmente resolvido. O problema ainda continua com a calçada que não foi refeita. Pedestres que passam, preferem usar a rua do que passar no local. […]

Envie seu Comentário