Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dez dias no Central por engano

26 de agosto de 2012 0

O servente de pedreiro e caseiro Julio Cesar Sanguinet, 33 anos, preso no dia de seu aniversário, passou 236 horas no Presídio Central por crimes cometidos por seu irmão Sandro Sanguinet, 34, assassinado em abril. Sandro teria utilizado a identidade de Julio para se identificar perante a polícia quando detido e o pedido de prisão preventiva saiu com o nome do irmão.

A mãe Maria Salete Sanguinet, 54 anos, angustiada pela injustiça, tentava com todas as forças provar que haviam prendido o filho errado. Depois de contar o caso à repórter do Diário Gaúcho Letícia Barbieri foi percebido o equívoco: a foto mostrada às vítimas de assalto era de Sandro, com o nome de Julio. O fato determinante foi que o assaltante, já morto, tinha uma mancha de nascença no pescoço, que Julio, que estava preso, não possuía.

Com as novas informações sobre o caso, a Justiça revogou a prisão e Julio pôde finalmente abraçar e agradecer a mãe em liberdade.

Fotos: Mateus Bruxel

 


Envie seu Comentário