Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ironia com sentido

30 de março de 2009 0

Acima, as inscrições rupestres. Abaixo, as inscrições equestres.../Alvarélio Kurossu

Tem gente que não sabe valorizar o que é belo e muito menos respeitar o que deve ser preservado.

Há alguns dias, durante aquela viagem que fizemos a Urubici e na qual o Alvarélio caiu na cachoeira, visitamos as inscrições rupestres gravadas no Morro do Avencal por povos que passaram por ali há pelo menos quatro mil anos.

Contemplando as escritas nas rochas, nos deparamos com algumas que, de bonitas e históricas, não têm nada, e foram feitas por pessoas que sabe-se lá o que têm na cabeça ao depredar pontos turísticos.

Refiro-me à “obra de arte” na parte de baixo da foto, já que a de cima é uma carranca que signicava, para os povos antepassados e cujas civilizações até hoje são desconhecidas, o Guardião do Futuro.

Ironicamente, perguntei ao guia de turismo Iran Croda de Souza, que nos acompanhava, se aquelas – as de baixo – também eram inscrições rupestres.

Ao que ele respondeu, imediata e inteligentemente: “Estão mais para inscrições equestres”.

Boa, Iran!

 

Postado por Pablo Gomes, Urubici

Bookmark and Share

Envie seu Comentário