Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O retorno

27 de janeiro de 2010 1

O reencontro com a família depois de sete meses/Alvarélio Kurossu

Depois de sete meses no Haiti os 20 militares do 10º Batalhão de Engenharia e Construção de Lages retornaram. Na chegada, na segunda-feira, dia 25, os familiares esperam com ansiedade no batalhão. No dia seguinte foram homenageados com uma formatura no quartel. Relato dos militares que tentaram explicar o que aconteceu após o terremoto era emocionante. Um exemplo é o do capitão-médico Fabrício de Almeida Moura, 35 anos, que na noite do terremoto, o Exército brasileiro foi o único que improvisou um hospital para ajudar as vítimas civis. De acordo com o capitão, a confiança e amizade que os haitianos depositam nos brasileiros fez com que muitos os procurassem após o terremoto.

Postado por Alvarélio Kurossu

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Névio Fernandes diz: 27 de janeiro de 2010

    Muitos criticam Lula por mandar soldados brasileiros em ajudas humanitárias à outros países, inclusive o Haiti.Poucos se dão conta que somos signatários da ONU em vários tratados internacionais, inclusive relacionado ao Direito Humanitário, na carta dos Direitos Humanos de 1948.Temos problemas? Sim, mas como um país com condições mais abrangentes que o Haiti, temos o dever de assinar esta ajuda internacional.Com certeza os soldados que aqui estão, logo pedirão para voltar,sabem que são úteis lá.

Envie seu Comentário