Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de fevereiro 2010

Garota Verão 2010

28 de fevereiro de 2010 2

Camila Rocha, de Imbituba, foi a campeã. 1ª Princesa Nayara Peters, da Praia de Salina e Catherine Peruzzolo, de Lages, a 2ª Princesa/Susi Padilha

Catherine Peruzzolo, representante da Serra Catarinense, na final do concurso Garota Verão, ficou em terceiro. A Garota Verão de Lages ganhou a faixa de 2ª Princesa. Camila Rocha, de Imbituba, foi a vencedora do Garota Verão 2010. A 1ª Princesa é Nayara Peters, representando a Praia de Salina, região de cobertura da RBS TV Joinville.

Postado por Alvarélio Kurossu

Bookmark and Share

Malwee vence e Falcão dá show

27 de fevereiro de 2010 2

Malwee jogou em ritmo de treino e com um show particular do craque Falcão dentro e fora de quatra/Alvarélio Kurossu

A equipe da Malwee venceu por 5 a 0 a Seleção de Lages e Falcão deu show em quadra. Mais de 4 mil pessoas foram ontem ao ginásio Jones Minosso assistir a apresentação de uma das melhores equipe de futsal do Brasil. Apesar do placar, a Seleção de Lages deu trabalho, mas pecou na finalização. Já a equipe de Jaraguá do Sul, jogou em ritmo de treino e com um show particular do craque Falcão dentro e fora de quatra.

Postado por Alvarélio Kurossu

Bookmark and Share

Valeu o preço do ingresso

27 de fevereiro de 2010 2

Falcão, só faltou fazer chuver ontem/Alvarélio Kurossu

Quando acontece uma jogada de efeito em qualquer partida de futebol, a maioria dos narradores faz o seguinte comentário. “A jogada valeu o preço do ingresso”. Ontem o craque Falcão fez jus a frase. Com jogadas maravilhosas arrancou aplausos de quem compareceu ao ginásio Jones Minosso.

Postado por Alvarélio Kurossu

Bookmark and Share

O atencioso Falcão

27 de fevereiro de 2010 1

Atencioso e paciente/Alvarélio Kurossu

Ficou evidente. Quem foi ao ginásio Jones Minosso queria ver e chegar próximo ao craque Falcão. Atencioso e paciente, o jogador da equipe de Jaraguá do Sul atendeu a quase todos que pediram autógrafos e queriam tirar fotos com ele. em sua maioria crianças.

Postado por Alvarélio Kurossu

Bookmark and Share

Gol de honra

27 de fevereiro de 2010 3

Gol de honra da Seleção de lages foi marcado contra/Alvarélio Kurossu

Apesar de a Seleção de Lages ter perdido por 5 a 0, um jogador da equipe serrana marcou um gol. O quarto gol da equipe da Malwee foi contra, anotado pelo jogador número dois.

Postado por Alvarélio Kurossu

Bookmark and Share

Fotos: Selecão de Lages 0x5 Malwee

27 de fevereiro de 2010 0

Fotos: Selecão de Lages 0x5 Malwee/Alvarélio Kurossu

Postado por Alvarélio Kurossu

Bookmark and Share

Por um voto, prefeita escapa da cassação

26 de fevereiro de 2010 4

Prefeita Marta Regina Goss (PSDB) comemorou a absolvição e disse que tinha certeza do resultado/Alvarélio Kurossu

A prefeita Marta Regina Goss (PSDB), de Bocaina do Sul, na Serra Catarinense, foi absolvida no fim da tarde desta sexta-feira no processo que pedia a sua cassação na Câmara de Vereadores do município.

Dos nove legisladores, cinco votaram pela perda do mandato, quando o necessário seriam seis, ou dois terços do total.

Marta era alvo de uma Comissão Processante Especial (CPE) que investigava as denúncias de que ela exigiu dinheiro de dois médicos – R$ 2,5 mil de cada um por mês – para mantê-los empregados no Hospital São José, que recebe verbas do município.

Ela chegou a ser presa em flagrante pela Polícia Federal na noite de 25 de setembro do ano passado, na casa de um dos médicos, após receber R$ 5 mil e colocá-los no bolso do casaco.

A prefeita alegou que o dinheiro era uma doação para que moradores de Bocaina do Sul pudessem participar de eventos tradicionalistas em outros municípios da região.

Libertada da cadeia cinco dias depois, Marta voltou às atividades e passou a enfrentar a CPE, que iniciou os trabalhos em 28 de novembro, com prazo de 90 dias para ser concluída.

Ao longo destes três meses, foram ouvidas quatro testemunhas de acusação e 10 de defesa.

O relator do processo, vereador Volnir Schmoeller (DEM), pediu a cassação da prefeita e a votação ocorreu nesta sexta.

Postado por Pablo Gomes, Bocaina do Sul

Bookmark and Share

Resultado já era esperado

26 de fevereiro de 2010 2

Sob segurança reforçada na Câmara, a sessão começou às 10h com a leitura do relatório. Depois, cada vereador teve 15 minutos para se pronunciar.

Na sequência, Marta e seus advogados tiveram duas horas para apresentar a defesa. Por fim, os legisladores votaram abertamente na tribuna, um por um.

O último a votar, às 17h30min, foi Wilmar da Costa Martins (PMDB), aliado a Marta, quando a votação estava em 5 a 3 pela cassação.

A decisão de Wilmar definiria o processo, e ele acabou votando a favor da prefeita.

De certa forma, o resultado de 5 a 4 pela cassação já era esperado, justamente porque, dos nove vereadores, cinco são da oposição e quatro da situação.

Como a decisão da Câmara é soberana, o processo foi arquivado, sem direito a recurso.

Postado por Pablo Gomes, Bocaina do Sul

Bookmark and Share

Processo na justiça continua

26 de fevereiro de 2010 0

Marta, que acompanhou praticamente toda a sessão na Câmara, inclusive a votação, continuará respondendo ao processo judicial pela acusação de ter cometido o crime pelo qual foi presa em flagrante: concussão (exigir vantagem indevida em razão do cargo), previsto no artigo 316 do Código Penal Brasileiro, com pena de dois a oito anos de reclusão.

O vídeo gravado pela Polícia Federal que mostra Marta recebendo os R$ 5 mil e sendo presa na noite de 25 de setembro foi apresentado ao público durante a sessão desta sexta.

Em entrevista à RBS TV Centro-Oeste após a absolvição na Câmara, a prefeita disse que já sabia do resultado e que fica agora na expectativa quanto ao processo judicial, do qual também diz ter certeza de que sairá vencedora, pois jura ser inocente e que tudo não passou de uma armação política contra ela.

Postado por Pablo Gomes, Bocaina do Sul

Bookmark and Share

Prefeita é absolvida!!!

26 de fevereiro de 2010 0

A prefeita de Bocaina do Sul, Marta Regina Goss (PSDB), acaba de ser absolvida na Câmara de Vereadores do município.

As primeiras informações é de que foram cinco votos pela cassação e quatro pela absolvição.

Para que Marta fosse cassada, seriam necessários dois terços do total dos votos. Ou seja, dos nove legisladores, seis precisariam votar pela cassação.

Estamos levantando as informações e daqui a pouco teremos a matéria completa.

Postado por Pablo Gomes, Bocaina do Sul.

Bookmark and Share