Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Uma caminhada ao paraíso

30 de julho de 2010 2


No começo de julho, o Diário da Serra viveu um momento mágico ao fazer uma trilha até o interior da misteriosa Pedra Furada, localizada no Morro da Igreja, em Urubici, ponto habitado mais alto do Sul do Brasil, cujo topo está a 1.822 metros acima do nível do mar.

Fomos acompanhados do guia de turismo Iran Croda, que nos conduziu nesta emocionante caminhada.

O material está publicado na Revista de Inverno encartada no Diário Catarinense desta sexta-feira, dia 30.

Se não tiver acesso ao jornal impresso, clique aqui e confira a versão on line.

Também produzimos um pequeno vídeo – bem amador, com celular – da nossa aventura.

Esperamos que gostem e, mais que isso, que visitem Urubici e, se possível, façam a trilha até a Pedra Furada.

O guia Iran Croda pode acompanhá-los. Contato pelos telefones (49) 3278-4245 e/ou 9966-8006; ou pelo e-mail iranguiaturismo@gmail.com.

Bom passeio!

Pablo Gomes, Urubici

Crack, nem pensar

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Névio Fernandes Filho diz: 30 de julho de 2010

    Sem dúvida um belo vídeo, para um roteiro sem explicações de tanta beleza, e que está em nosso redor, na Serra Catarinense. Nossos intrépidos repórteres mostraram a sensação de estar quase no teto do mundo, não é um Everest, mas já é uma grande altura. Peço encarecidamente que a RBS invista em uma bela câmera portátil para que estas cenas sejam captadas, produzidas e imortalizadas com uma qualidade superior, que é o mínimo que as nossas paisagens e belezas naturais merecem. Muito obrigado por nos mostrarem estas imagens, com risco da própria vida, que visam cada vez mais demonstrar que o orgulho do serrano pelas suas belezas não pode ser medido por palavras, mas reconhecido através da história e da riqueza geográfica, que, como graça e presente de Deus, foi colocada no planalto sul.
    Avantes intrépidos repórteres para mais aventuras deste quilate, pois nosso Estado em outras regiões possue paisagens igualmente belas.

  • Sérgio Sachet Júnior diz: 30 de julho de 2010

    É imperativo lembrar que por se tratar de uma trilha dentro de uma Unidade de Conservação, o Parque Nacional de São Joaquim, esta trilha deve ser feita com o acompanhamento de um Condutor de Visitantes, credenciado e cadastrado junto ao ICMBio que é o órgão responsável pelo parque.
    Em não respeitando esta norma, o visitante estará cometendo um crime ambiental, o qual será passivel de multas.
    Esta medida tornou-se necessária devido a fragilidade da fauna e flora local, bem como para segurança do visitante.
    Preservação com responsabilidade é a melhor forma de manter estas paisagens para as futuras gerações.
    Att.:
    Sérgio Sachet Júnior – Condutor de Visitantes do Parque Nacional de São Joaquim.

    Comentário do blog:

    Olá, Sérgio, tudo bem? Muitíssimo obrigado pelo seu comentário. Bem importante que todos saibamos disso. Poderia, por favor, passar os seus contatos? Se preferir não divulgá-los publicamente aqui no blog, pode mandar para o e-mail pablo.gomes@diario.com.br. Grande abraço, sucesso e muito obrigado!

Envie seu Comentário