Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Colombo espera boa relação com Dilma

31 de outubro de 2010 1

Raimundo Colombo, logo após saber que Dilma Rousseff havia sido eleita: "A boa relação é lógica por ser a favor do povo". Foto: Alan Pedro

O governador eleito de Santa Catarina, Raimundo Colombo (DEM), declarou e pediu voto ao ex-governador paulista José Serra (PSDB) para a presidência da República e por várias vezes criticou o PT, mas não teme ser discriminado por isso, acredita que terá um bom relacionamento com a presidente eleita Dilma Rousseff e espera que ela o ajude a desenvolver o Estado.

_ A boa relação é lógica por ser a favor do povo. Passada a eleição, a hora é de unir forças pelo bem comum _, disse Colombo por volta das 20h30min deste domingo, quando já se sabia oficialmente que a candidata petista estava eleita para presidir o Brasil.

Colombo previa que, em Santa Catarina, Serra venceria Dilma por um milhão de votos, mas a diferença foi de 473 mil a favor do candidato tucano.

Mesmo assim, Colombo considera que estes números dão força ao seu grupo político no Estado.

O novo governador catarinense atribui a derrota de Serra em âmbito nacional ao fato de a mensagem do candidato tucano não ter sido transmitida corretamente, sem empolgação.

Também entende que, como a economia cresceu no Brasil, as pessoas estão vivendo melhor e, por isso, se acomodaram e não vivem um clima de necessidade de mudança.

_ A oposição ao Lula foi congressual. Não houve um movimento de oposição forte, nas ruas.

Colombo quer a ajuda de Dilma para atender as demandas de Santa Catarina na esfera federal, como a duplicação das BRs 470 e 280, a conclusão da BR-101 e a construção e modernização de portos e aeroportos.

_ Vamos levar essas demandas e propor parcerias, assumir responsabilidades. Acredito que a Dilma vai colaborar com Santa Catarina.

Raimundo Colombo reúne-se na próxima quarta-feira com o governador Leonel Pavan (PSDB) para dar início ao processo de transição.

Na quinta, viaja à Espanha para fazer um curso e descansar, e já no dia 11 reassume sua vaga no Senado para discutir o orçamento da União.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Nevio Fernandes Filho diz: 1 de novembro de 2010

    Com certeza ele vai precisar de todos estes santos e mais alguns para os novos tempos que virão. Santa Catarina não aprende, sempre apoiamos os perdedores e depois ainda queremos reclamar. Prefeito de Lages, o grande vencedor deste segundo turno.
    Pavam querendo ressucitar o caso das Letras, mui amigo do Colombo.

Envie seu Comentário