Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A maior do Brasil investe pesado em SC...

28 de março de 2011 0

Klabin conta com cinco unidades em quatro municípios catarinenses. Foto: Pablo Gomes, abril de 2008

Santa Catarina está sempre no alvo dos investimentos no setor de papel e celulose.

A principal empresa instalada no Estado é a Klabin, maior produtora, exportadora e recicladora de papeis do país e que conta com cinco unidades em quatro cidades catarinenses – duas em Lages, uma em Correia Pinto, uma em Otacílio Costa e uma em Itajaí.

Depois de anunciar que não faria investimentos pesados no Estado por conta da recuperação da crise financeira de 2008 e 2009, a companhia voltou atrás e investirá em todas as suas unidades.

Em Lages, onde tem 900 funcionários e produz 68 milhões de sacos industriais por mês, a empresa passou a operar desde agosto do ano passado com uma nova linha de fabricação que proporciona ganhos em produção e qualidade.

Ainda em Lages, a Klabin vai adquirir uma linha completa de sacos multifolhados que deve começar a produzir já no primeiro semestre deste ano, aumentando em até 10% a produtividade de sacos industriais.

Em Otacílio Costa, onde tem 1,2 mil funcionários e produz 370 mil toneladas/ano de papel para caixas de papelão, a empresa investirá R$ 35 milhões em uma caldeira de biomassa com capacidade de gerar 50 toneladas/hora de vapor para reduzir os gastos com energia, já que economizará R$ 15 milhões por ano ao substituir o óleo combustível pela biomassa, proveniente de madeira da própria região. A caldeira entrará em funcionamento ainda este ano.

Também em Otacílio Costa serão investidos outros R$ 35 milhões na reforma da linha de evaporação a fim de economizar vapor e ganhar produtividade.

Em Correia Pinto, onde tem 380 funcionários e produz 160 mil toneladas por ano de celulose, a Klabin vai adquirir uma nova caldeira de biomassa para implantação no próximo ano e vai investir R$ 12 milhões na reforma da caldeira de recuperação.

Já em Itajaí, onde conta com 350 colaboradores e produz 55 mil toneladas por ano de caixas de papelão, será instalada neste ano uma nova impressora que resultará em melhores soluções gráficas e num acréscimo de 10% na produção.

Além destas ações pontuais em Santa Catarina, a Klabin vai investir R$ 120 milhões no plantio de 20 mil hectares e manutenção florestal e outros R$ 8 milhões na aquisição de módulos de colheita, máquinas e equipamentos florestais.

Continua…

Bookmark and Share

Envie seu Comentário