Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ação judicial e possibilidade de intervenção

27 de maio de 2011 0

No fim da tarde desta sexta-feira, o procurador da República em Lages, Nazareno Wolff, e o presidente da Câmara de Vereadores, Adilson Appolinário, divulgaram nota afirmando que uma das alternativas para a solução dos problemas do HNSP pode ser a intervenção judicial na sua gestão administrativa, a exemplo do que ocorreu com a Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), em 2008. Reuniões serão feitas com autoridades e lideranças para tratar do assunto.

Também no fim da tarde desta sexta, o Ministério Público de Santa Catarina divulgou outra nota informando que a Procuradoria Geral de Justiça do Estado vai instaurar uma investigação contra o prefeito de Lages, Renato Nunes de Oliveira; o secretário municipal da Saúde, Juliano Polese; representantes do HNSP, os médicos e, possivelmente, o secretário estadual da Saúde, Dalmo Claro de Oliveira, para apurar possíveis atos de improbidade administrativa.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

Envie seu Comentário