Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de julho 2011

Avisa aí que o trânsito já mudou...

31 de julho de 2011 1

Alterações no trânsito de Lages entraram em vigor na madrugada de sábado, e dezenas de placas e faixas orientam os motoristas. Fotos: Pablo Gomes

Alterações no trânsito de Lages entraram em vigor na madrugada de sábado, e dezenas de placas e faixas orientam os motoristas. Fotos: Pablo Gomes

As mudanças no trânsito de Lages que entraram em vigor no primeiro minuto de sábado serão digeridas aos poucos pelos motoristas.

Não é fácil, de uma hora para outra, acostumar-se à alteração de sentido em ruas importantes e sempre bem movimentadas.

Mas também não é tão difícil assim. Basta dirigir com cuidado, prestar atenção às dezenas de placas e faixas espalhadas pelo Centro e seguir as orientações.

Assim, não se corre o risco de fazer como o motorista deste Peugeot preto que aparece na foto, estacionado na contramão da Rua Hercílio Luz, nas proximidades do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres.

Até as 23h59min de sexta-feira ele estaria no sentido correto, mas como a imagem foi feita no sábado à tarde, já estava passível de receber multa.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

Colégio Rosa: de geração em geração até o fim

29 de julho de 2011 1
João Rath, 87 anos, e o filho Carlos Augusto, 60, lembram com saudades dos tempos em que estudavam no Colégio Rosa: Foto: Vani Boza

João Rath, 87 anos, e o filho Carlos Augusto, 60, lembram com saudades dos tempos em que estudavam no Colégio Rosa: Foto: Vani Boza

Fausta Rath, mãe de João e avó de Carlos Augusto, fez parte do primeiro grupo de professores da escola, em 1912. Foto: Acervo do Museu Histórico Thiago de Castro, Divulgação

Fausta Rath (primeira à esquerda, número 1 na foto), mãe de João e avó de Carlos Augusto, fez parte do primeiro grupo de professores da escola, em 1912. Foto: Acervo do Museu Histórico Thiago de Castro, Divulgação

Elegante, de paletó e gravata, o ex-livreiro e intelectual de 87 anos caminha lentamente em direção ao local onde aprendeu muito do que ensinou ao longo da vida.

O prédio judiado pelo tempo ainda está muito vivo na memória deste senhor. Depois de meio século, ele voltou a entrar lá.

É um dia com um misto de tristeza e felicidade, de melancolia e orgulho. Uma lágrima escorre. Era um último tchau. Ou, se depender dele, um até breve.

Quando guri, João Rath cansou de correr pelos corredores e de escorregar pelos corrimãos de madeira da escada da escola.

Nesta sexta-feira, 29 de julho, ele voltou. E viu as portas se fecharem para uma história da qual ele fez parte.

A partir da próxima segunda-feira, dia 1º de agosto, a escola funcionará em um novo lugar, e o imponente prédio de 99 anos permanecerá fechado por um tempo que, se espera, seja breve.

No livro “O continente das Lagens: sua história e influência no sertão da terra firme”, de 1982, o historiador Licurgo Costa lembra que, em 1912, o então governador de Santa Catarina, coronel Vidal Ramos, destacava-se no Brasil pelos investimentos em educação a fim de erradicar o analfabetismo.

E para marcar esta condição, construiu no Centro da sua cidade, Lages, uma das mais modernas e bem equipadas instituições de ensino do Estado à época.

Talvez por egocentrismo ou justa auto homenagem, batizou o lugar com o seu nome. O Grupo Escolar Vidal Ramos foi inaugurado em 20 de maio de 1912 e tinha laboratórios de física e química, sala de história natural, biblioteca, ambientes para ginástica, galpões de recreio e outras benfeitorias para os 200 alunos e 12 educadores que deram início àquela história.

Entre eles, a mãe de João, a professora Fausta Rath. Integrante do primeiro grupo de docentes, Fausta levava o filho ainda moleque travesso para a escola, conhecida até hoje como Colégio Rosa.

O visitante bagunceiro virou aluno. Fausta fez história, ensinou muita gente, e deixou como legado até os dias de hoje o seu nome em uma escola municipal no Bairro Vila Mariza, em uma rua entre os Bairros Coral e São Cristóvão e, talvez o mais expressivo reconhecimento, em uma sala de aula onde tudo começou, no Colégio Rosa.

Foi nesta sala que estudou quando garoto o neto de Fausta, Carlos Augusto, hoje com 60 anos.
Estar diariamente em um lugar que levava o nome da avó era motivo de orgulho para Carlos, que nesta sexta-feira foi com o pai rever o lugar antes do fechamento.

_ Muito bom voltar aqui. Vivi ótimos momentos nesse prédio _, dizia João durante a visita, contemplando as paredes velhas e portas enormes com evidente sentimento de saudosismo.

_ Tenho a sensação de ouvir o badalo do sino, a correria da criançada pelo corredor e os gritos das professoras _, comentou Carlos ao pedir para entrar na sala que leva o nome da avó.

O último dia de aula no Colégio Rosa foi emocionante. Gente como a supervisora Rosana Fernandes, de 56 anos e há 30 na escola; a assistente administrativo Zaira Ataíde, 62, que fez questão de se despedir do prédio onde os quatro filhos estudaram mais de 15 anos atrás; e a estudante Evelin Guielcer, 12, que passou os últimos quatro anos dentro do prédio.

Todas felizes com a nova escola que vão ganhar a partir de segunda-feira, mas com lágrimas nos olhos e um aperto no peito por verem o Colégio Rosa sair da vida para entrar na história.

Continua…

Bookmark and Share

Prédio centenário deve virar centro cultural

29 de julho de 2011 0
Uma das propostas é que o prédio passe a abrigar os três museus da cidade. Foto: Vani Boza

Uma das propostas é que o prédio passe a abrigar os três museus da cidade. Foto: Vani Boza

“Estes pavimentos foram feitos para ser pisados tanto pelo calçado do rico, como pelo pé do pobre. Aqui todos têm os mesmos direitos, porque se os ornamentos deste edifício foram feitos com o ouro dos ricos, as paredes que o sustentam foram argamassadas com o suor dos pobres”.

As palavras do então governador Vidal Ramos na inauguração do Colégio Rosa, em 20 de maio de 1912, deixavam claro que o prédio pertence a todos os lageanos. E certamente o coronel queria que a obra ficasse para sempre como patrimônio da cidade.

Assim, já é grande a movimentação no sentido de tornar o local viável para outras atividades com a transferência da escola a partir de segunda-feira.

O governo do Estado já providenciou o edital de licitação para a execução de um projeto técnico no prédio.

O estudo custará R$ 180 mil, e a intenção é iniciar as obras de restauração ainda este ano. Entretanto, não há estimativa de quanto será gasto na recuperação da estrutura. O valor vai depender do projeto técnico.

O prédio está bem velho. Tombado pelo patrimônio público estadual em 1984, desde então não recebe uma pintura completa.

A intenção do Estado, até mesmo por desejo pessoal do governador Raimundo Colombo, é transformar o local em um Centro Cultural, com museus, cursos e oficinas de arte.

_ Algo vai sair, até porque o governador quer. E a restauração tem que começar ainda este ano. Se não for feito nada logo, o prédio vai ao chão _, diz o secretário do Desenvolvimento Regional de Lages, Jurandi Agustini.

A prefeitura de Lages também tem interesse em destinar o prédio à cultura. O superintendente da Fundação Cultural, João Matias, já propôs ao Estado a união dos três museus da cidade – Thiago de Castro, Malinverni Filho e Espaço Cultural Rech – no mesmo prédio, que continuará tendo como vizinho o Memorial Nereu Ramos, onde estão expostos objetos pessoais, documentos, fotos e os restos mortais do lageano que foi o primeiro e único catarinense até hoje a ser presidente do Brasil, de 11 de novembro de 1955 a 31 de janeiro de 1956.

Continua…

Bookmark and Share

A sucessora do Colégio Rosa

29 de julho de 2011 1
A nova escola custou R$ 2,7 milhões e será inaugurada na segunda-feira. Foto: Vani Boza

A nova escola custou R$ 2,7 milhões e será inaugurada na segunda-feira. Foto: Vani Boza

A nova sede da Escola de Educação Básica Vidal Ramos está localizada nas proximidades do Colégio Rosa, no Centro de Lages. O prédio começou a ser construído em 2008 e será inaugurado na segunda-feira.

A um custo de R$ 2,7 milhões, a estrutura conta com 20 salas de aula, laboratórios de biologia, informática, química e física, sala de artes, biblioteca, salão de atos e acessibilidade para deficientes físicos. Um ginásio de esportes está nos planos futuros.

A nova escola terá capacidade para receber até mil estudantes, mas neste primeiro momento continuará abrigando os 450 da escola antiga, matriculados no ensino fundamental.

Pablo Gomes e Vani Boza, Lages

Bookmark and Share

Justiça proíbe o "dízimo partidário" por desconto em folha de comissionados e cargos de confiança

27 de julho de 2011 0

A Justiça proibiu uma prática que ocorria há pelo menos dois anos na prefeitura de São Joaquim, na Serra Catarinense.

Após ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual, o Judiciário determinou a interrupção imediata dos descontos na folha de pagamento de servidores municipais comissionados em benefício financeiro de um partido político.

A sigla em questão é o Partido Popular Socialista (PPS), pelo qual foi eleito em 2008 o atual prefeito de São Joaquim, José Nérito de Souza.

A promotoria constatou que, pelo menos em 2009 e 2010, ocupantes de cargos comissionados e funções de confiança do Executivo municipal teriam doado parte dos salários ao PPS local mediante descontos na folha.

Os doadores, segundo a promotoria, não eram apenas membros do PPS, mas também pessoas filiadas a outros partidos e até mesmo sem nenhuma filiação.

As investigações apontam que, só em 2009 e 2010, a prática teria rendido mais de R$ 69 mil ao PPS.

Mesmo com a autorização dos doadores, o desconto em folha para beneficiar o PPS foi considerado ilegal, pois, segundo a promotoria, com base em argumento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), “estaria sendo admitida a hipótese de que apenas pessoas filiadas a partidos políticos e que se submetem à obrigação de contribuir poderiam ocupar cargos de confiança ou comissão, e não aquelas que atendessem às atribuições técnicas exigidas para o cargo”.

Assim, o Ministério Público moveu uma ação de responsabilidade por ato de improbidade administrativa contra o prefeito José Nérito de Souza e o PPS. A liminar foi deferida pelo juizado da 2ª Vara da Comarca de São Joaquim no último dia 20.

A decisão proíbe a prática, determina que os servidores públicos do município sejam informados disso e prevê, em caso de descumprimento, multa de R$ 10 mil ao chefe do Executivo para cada mês em que os descontos forem realizados. Cabe recurso da liminar.

Continua…

Bookmark and Share

Presidente do PPS admite doações, mas não sabe como eram feitas

27 de julho de 2011 0

Na tarde desta quarta-feira, a reportagem do Diário Catarinense tentou contato por telefone com o prefeito José Nérito de Souza, mas a informação do seu gabinete era de que ele estava no interior do município.

O advogado do prefeito, Fábio Goulart, também não estava em seu escritório e a secretária não informou outro telefone para contato.

Já o presidente do PPS joaquinense, Cristiano Rosa, admite que o partido recebia doações espontâneas e, inclusive, informou à Justiça Eleitoral sobre os recursos recebidos, tendo as contas aprovadas em 2009 e 2010.

Cristiano, porém, diz que não sabe como as doações eram feitas, e que apenas constatava a entrada de recursos ao consultar o saldo bancário do partido.

O PPS tem aproximadamente 180 filiados em São Joaquim, mas Cristiano não sabe quantos faziam as doações.

O presidente diz ainda que o partido vai apresentar a sua defesa e está disposto a resolver o impasse e até devolver o dinheiro, caso a Justiça determine o reembolso.

Pablo Gomes, São Joaquim

Bookmark and Share

São Joaquim vira o jogo e está longe na liderança

27 de julho de 2011 6

A cidade de São Joaquim, na Serra Catarinense, virou o jogo e já está muito à frente de Gramado, na Serra Gaúcha, na disputa para a escolha da sede do Centro Nacional da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG).

A votação ocorre no site da entidade e envolve sete cidades brasileiras: São Joaquim, Gramado, Monte Verde (MG), Campos do Jordão (SP), Itatiaia (RJ), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ). Desde 28 de setembro do ano passado foram feitos 284,5 mil votos.

No fim de março, São Joaquim estava em segundo lugar, com 75 mil votos, o equivalente a 39% do total.

Gramado liderava a disputa com 117 mil, ou 60% da preferência. A diferença era de 42 mil votos, ou 41%. As outras cinco cidades, juntas, somavam apenas dois mil votos, ou 1% do total.

Mas foi a mídia tomar partido da causa e a população apoiar, e São Joaquim rapidamente virou o placar.

Dez dias atrás, a cidade catarinense já somava 87 mil votos, equivalentes a 42%, e Gramado permanecia com os mesmos 117 mil, ou 57%. Ou seja, a diferença já havia caído de 42 mil para 30 mil votos, ou 15%.

Eis que agora São Joaquim já ultrapassou Gramado e lidera a disputa com 164 mil votos, contra 118 mil da cidade gaúcha.

Assim, o percentual se inverteu, e São Joaquim aparece na ponta com 57% da preferência, contra 41% de Gramado.

A reportagem do Diário Catarinense ainda não conseguiu confirmar com a CBDG se a votação terá realmente validade na escolha da nova sede e quando a enquete termina, pois os diretores da entidade estão no exterior.

Mas enquanto isso, vale continuar votando em São Joaquim no site www.cbdg.org.br.

Pablo Gomes, São Joaquim

Bookmark and Share

Atenção, motorista lageano: o trânsito vai mudar!

26 de julho de 2011 0
Uma das principais mudanças é na Rua Lauro Müller, onde o tráfego fluirá somente no sentido oeste/leste. Foto: Vani Boza

Uma das principais mudanças é na Rua Lauro Müller, onde o tráfego fluirá somente no sentido oeste/leste. Foto: Vani Boza

Os motoristas que dirigem em uma das principais cidades de Santa Catarina precisam ficar atentos.
A partir do primeiro minuto do próximo sábado, dia 30, o trânsito de Lages sofrerá mudanças.

As alterações estão concentradas no Centro, e os infratores serão punidos pela Polícia Militar já nos primeiros dias.

As mudanças foram anunciadas nesta terça pela prefeitura, após mais de um ano de estudos nos pontos mais movimentados, inclusive com a contagem de veículos.

E com a constatação de que a quantidade quase dobrou na última década – de 41 mil veículos em 2001 para 79 mil em 2011 -, as alterações objetivam otimizar o fluxo e dar preferência aos pedestres.

As principais alterações ocorrerão em três das maiores ruas de Lages – Lauro Müller (Delegacia Regional de Polícia), Benjamin Constant (Catedral) e Frei Rogério (Supermercado Angeloni).

A Lauro Müller e a Frei Rogério, que até então são de mão dupla, terão mão única a partir de sábado. Já a Benjamin Constant perderá a preferencial para as ruas que a cruzam.

O sentido da Lauro Müller seguirá do seu início, na Avenida Marechal Floriano (Facvest), ao fim, na Avenida Belizário Ramos (Rio Carahá).

A Frei Rogério fará o sentido oposto, partindo da interseção com a Avenida Presidente Vargas (Hotel Le Canard) em direção à Marechal Floriano (Facvest).

Já a Benjamin Constant, paralela entre a Lauro Müller e a Frei Rogério, continuará com o atual sentido (Copacabana/Centro), o mesmo da Lauro Müller.

Porém, os motoristas deverão parar em todos os oito cruzamentos ao longo da Benjamin, pois perderão a preferência.

Alteração importante também na Rua Frei Gabriel, no trecho de aproximadamente 50 metros ao lado da Catedral Diocesana.

Ali, os motoristas somente poderão sair da Benjamin Constant para descer em direção à Uniplac, e não mais fazer o sentido contrário.

Outra mudança de destaque é para quem vai ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. A partir de sábado, não será permitido entrar à esquerda na Hercílio Luz após seguir pela Rua João de Castro, que é a continuidade da Frei Rogério.

O motorista deverá seguir um pouco mais até a Rua Jorge Lacerda, cruzar a Benjamin Constant, passar por trás do hospital e entrar na Lauro Müller, que faz esquina com o HNSP na Hercílio Luz.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

Homem desaparecido há 12 dias é encontrado morto

26 de julho de 2011 0

Foi localizado na manhã desta terça-feira, no município de Painel, na Serra Catarinense, o corpo de Placides Assis Brito de Nascimento, de 48 anos.

Ninguém tinha notícias deles desde o último dia 14, e não se sabia a causa do desaparecimento.

O corpo de Placides, já em avançado estado de decomposição, foi encontrado por policiais civis do serviço aéreo. O cadáver estava nas proximidades do Rio Lavatudo, junto a um Fiat Palio.

A Polícia Militar Rodoviária acredita que Placides tenha perdido o controle do carro e capotado às margens do rio, morrendo na hora.

Mas como ninguém presenciou o acidente ou avistou o veículo, o caso era tratado como desaparecimento até então. Placides era natural de Lages.

Pablo Gomes, Painel

Bookmark and Share

A facilidade de praticar crimes pela internet

26 de julho de 2011 0
Usuários dos computadores em lan houses podem não estar interessados apenas em jogos. Foto: Marcos Porto, Agência RBS

Usuários dos computadores em lan houses podem não estar interessados apenas em jogos. Foto: Marcos Porto, Agência RBS

Em Lages, os mal intencionados não teriam muitas dificuldades em praticar crimes pela internet.

Algumas lan houses até cumprem parcialmente as regras de segurança estabelecidas pela lei estadual 14.890, de outubro de 2009, seja fixando cópias da legislação nas paredes ou pedindo os nomes dos clientes.

Mas a maioria não respeita na íntegra. A legislação determina que cada lan house deve manter os cadastros do usuários com nome completo, RG, CPF, endereço e telefone, horário de início e fim do uso do computador.

Os estabelecimentos devem ter ainda uma câmera voltada para a entrada, duas para o ambiente dos computadores e uma para o balcão de atendimento.

As imagens e os cadastros dos usuários devem ficar em arquivo por no mínimo dois anos. O descumprimento à legislação implica em multa de R$ 2 mil e até no fechamento da lan house.

Continua…

Bookmark and Share