Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Curso de Medicina Veterinária do CAV, em Lages é o melhor do Estado

22 de novembro de 2011 1
Alunos e professores fazendo um procedimento cirúrgico em uma siriema.

Alunos e professores fazendo um procedimento cirúrgico em uma siriema.

Fernanda Danielle Melo é formada em Medicina Veterinária pelo CAV e agora cursa o mestrado na instituição. FOTOS: VANI BOZA

Fernanda Danielle Melo é formada em Medicina Veterinária pelo CAV e agora cursa o mestrado na instituição. FOTOS: VANI BOZA

Contrariando a baixa avaliação do curso de Medicina da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Medicina Veterinária do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV) da Udesc, em Lages, obteve a maior nota do Estado, 4.16.

O curso de Medicina Veterinária existe no CAV há 38 anos e já formou cerca de 76 turmas. É um dos cursos mais concorridos do Estado, empatando com Engenharia do Petróleo e ficando atrás apenas para os cursos de Fisioterapia, Designer e Engenharia Civil. No último vestibular, que aconteceu no dia 20, em Lages, haviam 21,1 candidatos por vaga.

Segundo a diretora de ensino do CAV, Sandra Ferraz, a instituição recebe alunos de todos as regiões do país devido à sua qualidade e repercussão no campo profissional.

_ Empresas nos ligam pedindo indicação de alunos recém formados para trabalhar. Elas afirmam querer alunos do CAV _, diz a diretora.

Um dos diferenciais do curso em Lages é ser o único em Santa Catarina que oferece residência aos acadêmicos. E eles têm a oportunidade de fazer a residência dentro da própria universidade, no Hospital Veterinário.

Outro ponto muito importante para a qualificação do ensino é que 99% dos professores trabalham em período integral, ou seja, tem total dedicação ao CAV. Além disso 95% dos docentes são doutores.

_ A qualidade da nossa instituição, tanto estrutural quanto docente e técnica propicia uma formação completa ao acadêmico, que quase sempre saí da universidade empregado _, afirma Sandra.

A diretora afirma que o mercado da Medicina Veterinária, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, é muito amplo, indo além do cuidado com animais de pequeno, médio e grande porte. Segundo ela, o profissional tem um leque infinito de áreas para atuar profissionalmente.

A ex-acadêmica do curso e agora mestranda em Micro-Biologia, Fernanda Danielle Melo, de 27 anos, acredita que essa avaliação do MEC só veio reafirmar a qualidade que o curso já vem mostrando no decorrer dos anos com a formação de tantos profissionais que já estão inseridos no mercado de trabalho ou que optaram por continuar os estudos.

Vani Boza, Lages

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Felipe diz: 24 de novembro de 2011

    Além do curso ser muito bom tem uma aluna linda…

Envie seu Comentário