Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de janeiro 2012

Lebres e capivaras destroem plantações

27 de janeiro de 2012 1
Indacílio Farias Gonçalves já perdeu cerca de 20% da produção.

Indacílio Farias Gonçalves já perdeu cerca de 20% da produção.

Osni das Neves vai perder 40% do milho que plantou. FOTOS: VANI BOZA

Osni das Neves vai perder 40% do milho que plantou. FOTOS: VANI BOZA

Produtores de milho e melancia em Ponte Alta estão literalmente perdendo o sono por causa de duas espécies de animais. Lebres e capivaras. Elas atacam as plantações durante a noite e madrugada e destroem tudo o que vêem pela frente. Para conte-las é preciso pernoitar acordado cuidando da lavoura.

Ponte Alta é a capital da moranga está cada vez mais cultivando outros produtos. Segundo o secretário da agricultura Fredolino Hemkemaier, as chuvas constantes fazem as morangas apodrecerem e os agricultores já chegaram a perder toda plantação em alguns anos.

_ Por isso eles partiram para outras culturas, como a melancia e o milho, mas agora estão tendo prejuízos novamente _, afirma o secretario.

Na comunidade de Cerrado, Indacílio Farias Gonçalves, de 53 anos, plantou dois hectares de melancia. Com o granizo do final de novembro do ano passado, ele perdeu cerca de 10% da produção, e agora, com o ataque das lebres, cerca de 20% já está comprometida.

_ Elas comem a parte de fora, mas a fruta estraga toda, não serve mais para a venda. Mesmo ficando na lavoura à noite para cuidar, elas atacam, pois o espaço é grande demais para tantos animais _, contou o produtor.

Osni das Neves, 51 anos, cultiva milho para tratar o gado, mas dos oito hectares plantados, cerca de 60% já está perdido. Segundo Neves, as capivaras atacam em bando de cerca de 36 animais e cortam o caule da planta, que ainda nem começou a florescer.

_ No ano passado perdi 40%, mas nesse ano elas chegaram mais cedo, antes da florada, então minha perda vai ser ainda maior.

Assim como ele, José Oliveira Tobias, 45 anos, que produz milho para venda, vai perder boa parte da produção. Ele, que planta 10 hectares e colheria cerca de 60 toneladas, nesse ano vai perder 40%.
O secretário acredita que a única solução é o Ministério Público juntamente com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) permitir o abate controlado desses animais, pelo menos na época de cultivo dessas plantas.

Vani Boza, Ponte Alta

Bookmark and Share

UPA de Curitibanos é fechada pelo DEAP

26 de janeiro de 2012 2
Os detentos foram remanejados para as prisões de Lages e São Cristóvão do Sul. FOTO: VANI BOZA

Os detentos foram remanejados para as prisões de Lages e São Cristóvão do Sul. FOTO: VANI BOZA

A Unidade Prisional Avançada (UPA) de Curitibanos, no Planalto Serrano, foi fechada na tarde dessa quarta-feira pelo Departamento de Administração Prisional (DEAP). Os 56 detentos que ocupavam a unidade foram transferidos no mesmo dia para os presídios de Lages e São Cristóvão do Sul, e os nove agentes deverão se apresentar na próxima segunda-feira nas unidades de Lages ou Campos Novos.

O delegado Egídio Maciel Ferrari reclama da falta de consideração do DEAP com a cidade. Segundo ele, ninguém foi avisado do fechamento da unidade. Ele explica que o oficio contendo um aviso formal só chegou a ele próximo às 18h da tarde de quarta-feira, quando os presos já tinham sido levados da UPA.

O diretor da unidade, Ivo Farias de Souza também disse que não havia sido avisado, ao contrário, disse ter ficado surpreso quando os agentes do DEAP chegaram para desativar o local.

_ Só nos falaram que estavam fechando a unidade e que a partir de segunda teríamos que nos apresentar na unidades de Lages e Campos Novos. Assim, de surpresa, sem nem um aviso prévio, nem nada _, lamentou Souza.

O DEAP informou que o motivo do fechamento da UPA seriam as más condições do prédio, porém o delegado afirma que mesmo as condições não sendo as mais adequadas não havia motivo de mudança tão rápida e sem aviso algum por parte do DEAP.

Segundo ele, o fechamento da unidade vai dificultar o trabalho das polícias, pois quando tiverem que prender alguém, terá que ter toda uma logística para deslocá-lo para outra unidade.

_ Hoje mesmo prendemos um sujeito por furto e ele está aqui na delegacia. O DEAP deixou dois telefones para ligarmos e sermos orientados sobre onde levar o acusado, mas até agora não conseguimos contado.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da cidade também se manifestou contra a decisão. O vice-presidente da ordem, Luiz Adolfo Tadeu Ceolla informou que está enviando ofícios para as autoridades competentes do município a fim de reverter essa decisão do DEAP. Segundo ele, essa medida trará prejuízos para os familiares dos detentos bem como para os advogados.

Os delegados Ferrari e Romildo Parno também vão enviar um ofício ao delegado regional José Henrique da Costa, com o mesmo objetivo, tentar reaver a decisão do DEAP.

Vani Boza, Curitibanos

Bookmark and Share

Câmara vereadores de Curitibanos e novas denúncias

26 de janeiro de 2012 0

A Câmara de Curitibanos pediu que o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) investiguem a denúncia de que dois vereadores, atualmente licenciados, teriam empréstimos consignados sendo pagos diretamente pela conta bancária do Legislativo.

Os dois vereadores, Paulo Roberto Halla e Roque Stanguerlin, têm funções, atualmente, na secretaria regional. Depois que ficou sabendo dos empréstimos, a Comissão Especial do Legislativo baixou uma recomendação comunicando MP e TCE. O pagamento dos empréstimos foram suspensos e caso seja provado que os pagamentos eram indevidos, deverá haver o ressarcimento dos valores por parte dos dois vereadores.

Segundo Stanguerlin, o que está acontecendo é um desvio de foco. Para ele, não há nada de errado com seu empréstimo, pois ele continuou pagando mesmo depois de licenciado. Stanguerlin acredita que o que estão tentando fazer é transferir o foco do sumiço do dinheiro, que segundo ele, é algo muito maior do que simples empréstimos consignados.

_ Eu emitia um cheque todo mês e pagava para a contadora da Câmara, Ana Maria Carvalho, que ficava responsável por pagar meu empréstimo. A minha parte eu fazia, se o dinheiro não chegava até a conta, aí já não sei, mas nunca deixei de pagar minha dívida _, afirmou Stanguerlin, que é pré-candidato a prefeito de Curitibanos.

Halla também se justificou dizendo que em vez de emitir cheques, ele fazia transferências mensais para a conta particular de Ana, que se responsabilizava pelo pagamento de seu empréstimo. Segundo ele, várias pessoas conferiam os pagamentos da Câmara, e se alguém falhou nisso, foram essas pessoas, que não se deram conta do que estava sendo pago indevidamente.

A fonte disse também, que a auditoria descobriu que a contadora que foi encontrada morta em frente à Câmara, Ana Maria Carvalho, assinava cheques da casa nominais a ela mesma, e que o valor desses cheques ultrapassa R$ 40 mil.

No dia 23 de dezembro do ano passado os vereadores constataram que a conta bancária da casa estava zerada e alguns pagamentos continuavam pendentes. No mesmo dia, a contadora responsável pelas finanças do Legislativo apareceu morta, o que impossibilitou aos vereadores e à comunidade saber onde foi parar o dinheiro.

A auditoria que foi contratada pela casa para investigar o caso, está trabalhando agora, também junto à Comissão Especial, formada pelos vereadores, para analisar todas as finanças do Poder Legislativo, em especial, os débitos do exercício 2011. Além disso, a Polícia Civil continua trabalhando no caso, que segundo o delegado Egídio Maciel Ferrari deverá ser finalizado nos próximos dez dias.

_ Até a próxima semana terei a definição do que aconteceu e o nome dos envolvidos. A população já está alvoroçada e tem o direito de saber o que aconteceu _, afirmou o delegado.

Vani Boza, Curitibanos

Bookmark and Share

Novo julgamento do prefeito cassado de São Joaquim

25 de janeiro de 2012 0

A Câmara de Vereadores de São Joaquim fará uma nova sessão de julgamento do prefeito já cassado José Nérito de Souza na manhã dessa quinta-feira. A comissão parlamentar processante está analisando outra denuncia contra José Nérito, que na época em que era prefeito da cidade, não respondeu requerimentos relativos à Festa Nacional da Maçã de 2010.

A denúncia que será avaliada na sessão foi feita pela professora Ana Mariza Nunes, perante o fato da não correspondência de Nérito quanto aos requerimentos da Câmara de vereadores exigindo explicações sobre a procedência e destinação do dinheiro dos ingressos e estacionamentos da 18ª Festa Nacional da Maçã.
A defesa de Nérito impetrou uma liminar pedindo a suspensão da sessão, mas o juiz que está respondendo pela cidade, Laerte Roque Silva, negou o pedido na tarde de ontem.

O advogado Ivo Carminatti alegou que não há como cassarem um prefeito já cassado, mas que ele e Nérito foram intimados a participar da sessão e devem estar presentes.
A sessão de julgamento acontece hoje, às 10h, no Tribunal de Júri do Fórum de São Joaquim e é aberta ao público.

Vani Boza, São Joaquim

Bookmark and Share

Verão Top Model seleção Centro-Oeste

25 de janeiro de 2012 0

Já estão abertas as inscrições para o maior concurso de modelos de Santa Catarina.

O Verão Top Model vai selecionar pela segunda vez a futura Top Catarinense e a escolhida pode ser você!

Seletiva da Região Centro-Oeste será em Lages, no 10 de fevereiro no Serrano Tênis Clube

Inscrições acesse: http://cadastroveraotopmodel.rbstv.com.br/

Bookmark and Share

Famílias atingidas por enchentes em Lages, estão isentas do IPTU

25 de janeiro de 2012 0

As cerca de 600 famílias de Lages que foram atingidas pelas enchentes do ano passado, não vão precisar parar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2012. A lei foi decretada este mês pela prefeitura, e o processo de isenção foi definido pela Secretaria de Finanças em parceria com a Defesa Civil e o prefeito, Renato Nunes de Oliveira.

A lei 3.799 de oito de novembro de 2011, que prevê a isenção, foi decretada no dia 10 de janeiro. De acordo com a Defesa Civil, foram 2.658 famílias afetadas pelas enchentes nos cerca de 40 bairros da cidade, e também 10 localidades da área rural.

As famílias que têm direito ao benefício já estão sendo informadas pelo Poder Executivo. Para contar com o benefício, a família vítima da enchente ou que esteja morando em área de risco deve se dirigir até o balcão de arrecadação da prefeitura munida de documentos pessoais e fazer o requerimento. A Defesa Civil fará então uma visita a fim de vistoriar o local, e depois, o setor de arrecadação entrará em contato com a família e dará informações sobre a isenção.

Segundo o diretor de arrecadação, Isauro Moraes, nem todas as famílias usufruirão a isenção, pois, por acharem o pedido um processo muito burocrático, preferem pagar o imposto.

Em 2011 o IPTU sofreu um reajuste, feito por meio do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), e fechou 6,66%. Quem pagar até o dia 7 de fevereiro, tem desconto de até 18%. Quem quiser, também pode parcelar em até 10 vezes, com a primeira prestação para vencer no dia 29 de fevereiro.

Vani Boza, Lages

Bookmark and Share

Suspeito de estupro apanha na prisão em Lages

25 de janeiro de 2012 0

Preso na segunda-feira, o suspeito de ter estuprado a enteada de 11 anos, que estava no antigo Presídio Regional de Lages, e dividia a cela com mais 12 detentos foi espancado por oito deles. A vítima da agressão foi encaminhada ao Instituto Geral de Perícias (IGP) e depois para o Pronto Socorro, onde foi atendido.

Na madrugada da primeira noite que passou no presídio, Paulo Sergio Gomes Pereira, o suspeito de estupro, de 38 anos, foi agredido pelos companheiros de cela. Ele teve hematomas na face e no rosto, mas não precisou ficar internado e já passa bem.

Segundo o diretor presídio, Edson Alves Pereira, na cela onde ele estava, havia outros doze homens que cumprem pena pelos crimes de estupro e atentado violento ao pudor, que também é o caso do suspeito agredido.

O diretor conta que os oito homens envolvidos teriam coberto a boca dele com um cobertor para cometer as agressões. Todos os responsáveis já foram identificados e transferidos para o novo presídio e responderão por crime de lesão corporal.

A vítima das agressões permanece na mesma cela, só que agora está sozinho.

_ Como estamos transferindo aos poucos a maioria dos presos para o presídio novo, decidimos levar logo os 12 para evitar novos problemas _, concluiu o diretor.

Vani Boza, Lages.

Bookmark and Share

Mais trabalho escravo na Serra

24 de janeiro de 2012 0

Onze trabalhadores entraram com ações trabalhistas e danos morais contra a Madepar Indústria e Comércio de Madeiras LTDA, localizada em Lages e Brasdoor Agroflorestal Importadora e Exportadora Ltda, de Vacaria. Eles alegam que estavam trabalhando em estado precário e análogo a escravo em plantações de pinus. No dia em que a fiscalização esteve no local, apenas oito estavam no alojamento.

Em julho do ano passado oito desses operários foram encontrados trabalhando em condições análogas a escrava, no interior de Vacaria, RS. Segundo o advogado Edson Ronconi, que trabalha na defesa dos trabalhadores, eles se encontravam acampados às margens do Rio Socorro, próximo à BR-116, e trabalhavam numa plantação de pinus.

_ Eles estavam alojados em barracas cobertas por lonas e de chão batido, sem condição alguma de higiene e segurança. Sem banheiro e tendo que usar água do rio para cozinhar, beber e tomar banho _, disse o advogado.

Quatro audiências já aconteceram, mas não houve conciliação, e, por isso, uma nova audiência está marcada para dia 26 de março, para finalizar esses quatro processos. Os outros sete processos devem ter a primeira audiência nos dias 14 e 15 de março.

Os trabalhadores foram resgatados do alojamento pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Vacaria com o auxílio do Ministério do Trabalho e Emprego (TEM) do RS.

Ronconi afirma que as empresas não negaram o dano moral, mas não concordam com o período, que alegam ter sido de apenas 27 dias e os trabalhadores afirmam que estavam há um ano e quatro meses vivendo naquela situação.

A advogada da Madepar, Janaína Ferri Maines, afirma que a empresa não tem nenhum vínculo com esses funcionários, pois realizou a cessão de direitos e obrigações do terreno onde eles trabalhavam ainda no ano de 2008, dessa forma a empresa não tem mais qualquer participação ou responsabilidade sobre o terreno.

_ O expediente investigatório derivado dos fatos, realizado perante o Ministério Público do Trabalho de Caxias do Sul, RS , está sendo arquivado em relação a empresa Madepar, por não haver vínculo entre a empresa e esses fatos _, disse a advogada.

Segundo Maines, foi a Brasdoor que contratou uma terceira empresa, que era a responsável pelos operários. A advogada, que também atende a Brasdoor disse que não tem permissão da empresa para falar. Nenhum outro contato da empresa foi encontrado para dar esclarecimentos.

Vani Boza, Lages

Bookmark and Share

Presos responsável por latrocínio em Curitibanos

23 de janeiro de 2012 0
Ildebrando Machado estava preso em Ponta Grossa no Paraná. FOTO: DIVULGAÇÃO

Ildebrando Machado estava preso em Ponta Grossa no Paraná. FOTO: DIVULGAÇÃO

A Polícia Civil de Curitibanos prendeu o homem suspeito de cometer um latrocínio na cidade em outubro de 2010. Uma senhora de 72 anos morreu na ação. Ildebrando Machado, de 29 anos, que estava preso em Ponta Grossa, no Paraná, pelo crime de furto, foi trazido pela Polícia Civil a Curitibanos na tarde de ontem.

Na ocasião do crime, Machado agiu com a ajuda de Claudineia de Souza, de 19 anos. Maria Santa Rocha Cavalheiro, de 72 anos, foi tomada como refém da dupla, e morreu em um acidente de trânsito durante a fuga dos bandidos.

Ela estava sozinha em casa, no Centro de Curitibanos, quando um casal invadiu sua residência, e a fez de refém. Próximo a casa, os assaltantes se envolveram num acidente de trânsito, eles estavam dirigindo o carro que roubaram da vítima.

O corpo de Maria foi arremessado do veículo a aproximadamente dez metros de distância, ela morreu no hospital. Depois o acidente, os criminosos tentaram roubar outros dois veículos na cidade, mas como não conseguiram, tiveram que fugir a pé.

Machado foi conduzido ainda ontem à Unidade Prisional Avançada (UPA) de Curitibanos, onde permanecerá à disposição da Justiça, e Claudineia responde o processo em liberdade.

Vani Boza, Curitibanos

Bookmark and Share

Preso suspeito de estuprar e engravidar menina de 11 anos

23 de janeiro de 2012 2

O suspeito e padrasto da menina de 11 anos que engravidou e agora já é mãe. Ele estava com mandado de prisão em aberto desde o ano passado e ontem foi detido na localidade de Cerro Pelado, no interior de São José do Cerrito, na Serra.

Um exame de DNA deverá confirmar se o suspeito é pai da criança que a jovem deu a luz. O crime aconteceu em novembro de 2010, no Bairro Vila Maria, mas só foi denunciado ao Conselho Tutelar no inicio do ano passado.

A menina de 11 anos, era enteada do suspeito, que segundo informações mantinha relações sexuais com a jovem dentro da casa onde conviviam com a mãe dela.

O delegado Sérgio Roberto de Souza disse que o suspeito chegou a mudar de nome, e que, mudou várias vezes de cidade, esteve em Joinvile, Jaraguá do Sul e Otacílio Costa, tudo para não ser encontrado pela polícia.

O suspeito foi encaminhado ao Presídio Regional de Lages. O exame, que vai provar o envolvimento dele com a menor deverá ser feito nos próximos dias.

Vani Boza, Lages.

Bookmark and Share