Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2012

Gente que cultiva suas raízes até o fim da vida

30 de abril de 2012 1
São Joaquim é a segunda cidade de Santa Catarina com o maior percentual de moradores nativos. Foto: Pablo Gomes

São Joaquim é a segunda cidade de Santa Catarina com o maior percentual de moradores nativos. Foto: Pablo Gomes

Bela Vista do Toldo, no Planalto Norte; São Joaquim e Cerro Negro, na Serra; e Atalanta e Agronômica, no Alto Vale do Itajaí, são cidades de Santa Catarina que cultivam as suas raízes.

As cinco são apontadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) como as que mais têm moradores nativos, seja dos próprios municípios ou do Estado.

Dos seis mil moradores de Bela Vista do Toldo, 88,94% são naturais do município. Se considerados todos os nascidos em Santa Catarina, independente do lugar, o percentual sobe para 99,23%.

Em São Joaquim, dos 25 mil habitantes, 87,9% são joaquinenses natos. E dos quase quatro mil moradores de Cerro Negro, 86,85% nasceram por ali mesmo.

Atalanta é a primeira do Estado com o maior percentual de moradores nascidos em Santa Catarina, independente da cidade.

Dos pouco mais de três mil habitantes, 99,43% são catarinenses. Em seguida vem Agronômica, com 99,26% dos cinco mil moradores.

Continua…

Bookmark and Share

Gerações de uma mesma família no mesmo lugar

30 de abril de 2012 0
Dos avós ao neto, como Jaime, de sete anos, toda a família de Maria da Rosa, 74, sempre viveu em São Joaquim. Foto: Vani Boza

Dos avós ao neto, como Jaime, de sete anos, toda a família de Maria da Rosa, 74, sempre viveu em São Joaquim. Foto: Vani Boza

Em São Joaquim, a dona de casa Maria da Rosa, de 74 anos, é um exemplo de quão grande é a parcela de joaquinenses que passam a vida toda na cidade.

Desde os avós dela, todos os parentes nasceram no município. E a tendência é que as futuras gerações só aprofundem as raízes da família em São Joaquim, como Jaime, de sete anos, um dos 10 netos de Maria e que, apesar de ainda não saber o que vai ser quando crescer, quer ficar em São Joaquim.

O que levou Maria a sempre ficar na mesma cidade é o que parece motivar a maioria das pessoas que fazem o mesmo.

No caso de São Joaquim, o trabalho rural, o clima ameno, o tradicionalismo e aquela coisa gostosa de conhecer todo mundo e ter com quem contar.

_ Toda a nossa família cresceu na lavoura. Gosto muito de viver aqui. É um lugar sadio, o frio me faz bem, os vizinhos se ajudam e você não fica muito tempo sem ver algum conhecido na rua. Dá até para comprar fiado na venda da esquina sem problema nenhum _, brinca Maria.

Continua…

Bookmark and Share

O que faz os joaquinenses não saírem da terra natal?

30 de abril de 2012 0

A professora aposentada Ecilda Schlichting Hugen, de 70 anos, é filha de joaquinenses e também nasceu em São Joaquim.

A vida toda ela estudou muito, tem uma irmã historiadora, e concorda com a dona de casa Maria da Rosa quanto aos motivos que levam quase toda a população nativa de São Joaquim a permanecer no município.

Ainda que sobre pobreza e faltem indústrias, universidades, empregos e oportunidades, o povo prefere ficar na sua terra natal devido aos laços históricos e culturais.

As tradições, a agricultura e a fruticultura familiares, que passam de pai para filhos e netos, estão entre os motivos mais fortes para a procriação das gerações em solo joaquinense.

_ Fui enfermeira e rodei o Brasil inteiro treinando profissionais para o Programa Saúde da Família (PSF). Pude ficar no Ministério da Saúde, mas preferi voltar para São Joaquim. É aqui o meu lugar. O povo se ajuda, quando há previsão de muito frio a comunidade se reúne para ajudar a quem precisa, a relação entre as pessoas é olho no olho e de muita confiança. Tudo isso faz com que, quem vive aqui, nunca queira sair.

Pablo Gomes, São Joaquim

Bookmark and Share

Pinhão, chimarrão e lenha no fogão

30 de abril de 2012 0

Na casa de Derli e Ermelinda, o fogão a lenha funciona o ano inteiro. FOTOS: VANI BOZA

Na casa de Derli e Ermelinda, o fogão a lenha funciona o ano inteiro. FOTOS: VANI BOZA

Temperaturas baixas em Santa Catarina, logo: temperaturas geladas na Serra Catarinense. E isso que o inverno, aquele rigoroso, de doer e ‘encarangar’, como dizem os serranos, ainda nem chegou.

As estações meteorológicas da Epagri informaram que o amanhecer mais gelado foi em Urubici, que registrou 0,2ºC. São Joaquim registrou 3,8ºC e Urupema, ainda na Serra, e Água Doce, no Meio-Oeste, tiveram 3,9ºC.

Em Lages, pinhão, chimarrão e lenha no fogão. Isso mesmo! Por que para enfrentar o frio, o serrano tem seus macetes. Na casa de Derli Rogério da Silva, de 71 anos, e da esposa Ermelinda Esbarchero Silva, 69, o fogão a lenha funciona o ano inteiro, mas nos dias mais frios é que ele mostra seu inigualável valor.

Na chapa, pinhão para sapecar e comer, acompanhado por um bom chimarrão, feito na hora. Entre chaleiras, e panelas em que já está sendo preparado o almoço, cabe uma panela grande, de doce de jiló, que Ermelinda prepara para a família toda saborear.

Derli explica que ele e a esposa vivem mais no sítio, que fica há 30 km de Lages, mas que freqüentemente eles vêm passar uns dias na cidade.

_ Tanto aqui quanto lá (no sítio) a gente sempre ascende o fogo no fogão a lenha. Comida tem que ser feita ali, que fica mais saborosa _, explica Derli.

Ermelinda, diz que tem desgaste nos ossos e que o frio é bastante incômodo para ela.

_ Dói tudo no frio. Prefiro os dias quentes em que a gente levanta cedo e já vai fazendo o serviço e tudo. No frio, tem que ficar em volta do fogão o dia todo pra não encarangar _ disse.

Na casa da cidade, piso de cerâmica, que segundo os dois é muito gelado e nada faz esquentar. No sítio, tudo de madeira, para deixar o ninho quentinho é só ascender o fogo e ficar ali, sentados, sapecando pinhão, tomando um bom chimarrão e cuidando das panelas.

_ O frio até que é bonito, mas agora que a gente sente as primeiras friagens, dá até uma tristeza, por que é só o começo _, conclui Derli.

Para quem tem um desses fogões a lenha, é hora de começar a estocar lenha. Para quem não tem, vale à pena pensar em um aquecedor, lençol térmico, cobertores, e tudo mais.

O inverno ainda não chegou, mas se o outono está desse jeito, acho que já podemos ter uma idéia do que nos aguarda, não é mesmo lageanos?

VANI BOZA, LAGES

Bookmark and Share

Friozinho na manhã de Lages

30 de abril de 2012 0



FOTOS: VANI BOZA

Bookmark and Share

Pássaros são reintroduzidos na natureza

27 de abril de 2012 1
FOTO: DIVULGAÇÃO

FOTO: DIVULGAÇÃO

Nesta semana, a Polícia Militar Ambiental de Lages apreendeu 37 pássaros nativos por estarem irregularmente em cativeiro, em três residências do bairro Guarujá, em Lages. Deste total, 21 pássaros puderam ser reintroduzidas na natureza e o restante foi para tratamento no Centro de Triagem da Polícia Ambiental, em Florianópolis.

Apesar de possuir um grupo direcionado exclusivamente para a educação ambiental, uma guarnição do serviço operacional da PMA, aproveitou a realização da soltura dos pássaros silvestres para sensibilizar um grupo de crianças da escola Virgílio Godinho, que fica no interior de Lambedor, acerca da importância que as aves possuem na natureza.

Os alunos interagiram com os policiais e concordaram que é de extrema importância que as aves estejam em liberdade no seu habitat natural para que possam desempenhar seu papel para o equilíbrio ecológico.

Sob a orientação dos policiais, todas as crianças puderam fazer a soltura de um pássaro em meio à vegetação nativa, o que, segundo suas professoras, foi motivo de enorme satisfação e alegria.
Mais informações com soldado Küster

Assessoria de imprensa
Polícia Ambiental de Lages

Postado por Vani Boza

Bookmark and Share

Festa do Pinhão anuncia os shows nacionais

25 de abril de 2012 4
Nando Reis é uma das principais atrações da 24ª edição do evento, que ocorre de 1º a 10 de junho, em Lages. Foto: Diego Vara, fevereiro 2011

Nando Reis é uma das principais atrações da 24ª edição do evento, que ocorre de 1º a 10 de junho, em Lages. Foto: Diego Vara, fevereiro 2011

A cidade de Lages, na Serra Catarinense, já vive o clima do seu maior evento. A prefeitura da cidade divulgou a lista dos principais shows da 24ª Festa Nacional do Pinhão, que ocorrerá de 1º a 10 de junho.

Grandes atrações e novidades na estrutura do Parque de Exposições Conta Dinheiro aguardam o público que, ao longo dos 10 dias, deve ficar perto das 400 mil pessoas.

Parte dos shows nacionais já havia sido divulgada no dia 30 de março, quando a empresa vencedora da licitação para contratar os artistas anunciou cinco atrações. A relação completa foi apresentada na noite da última terça-feira.

Entre os principais nomes estão Nando Reis, Cachorro Grande, Almir Sater, Victor e Léo, Paula Fernandes, Michel Teló, Luan Santana e a dupla Jorge e Mateus.

Continua…

Bookmark and Share

Recorde histórico de público deve ser superado

25 de abril de 2012 0
Maior público até hoje foi de 53 mil pessoas, no show de Victor e Léo, em maio de 2008. Foto: Alvarélio Kurossu

Maior público até hoje foi de 53 mil pessoas, no show de Victor e Léo, em maio de 2008. Foto: Alvarélio Kurossu

Os destaques ficam por conta da noite do rock, no dia 2, com os shows de Comunidade Nin-Jitsu, Chimarruts, Nando Reis e Cachorro Grande; o show de Almir Sater, no dia 3, com entrada gratuita ao público; e a noite do dia 6, que deve atrair o maior público da história da Festa do Pinhão, com os shows de Victor e Léo, Paula Fernandes e Michel Teló.

A expectativa da organização é de que 70 mil pessoas estejam na festa nesta noite, superando o maior público registrado até hoje, que foi de 53 mil pessoas em um show da dupla Victor e Léo, em maio de 2008.

Durante a apresentação da lista dos shows, que ao todo serão mais de 200, entre nacionais e locais, de todos os estilos, a organização anunciou também os preços dos ingressos, cuja venda inicia no dia 7 de maio com o primeiro lote promocional de cinco mil unidades.

Os valores serão diferenciados para cada noite, conforme os shows, e ficarão entre R$ 30 (R$ 15 a meia entrada) na pista e R$ 200 no backstage, como acesso junto aos artistas e um lugar especial praticamente dentro do palco. Os passaportes para todos os dias custarão R$ 150.

Continua…

Bookmark and Share

Confira a programação dos shows nacionais

25 de abril de 2012 0

Victor e Léo, Paula Fernandes e Michel Teló devem atrair o maior público da história da festa em uma única noite. Fotos: Betina Humeres, Alvarélio Kurossu e Lauro Alves, Banco de Imagens DC

Victor e Léo, Paula Fernandes e Michel Teló devem atrair o maior público da história da festa em uma única noite. Fotos: Betina Humeres, Alvarélio Kurossu e Lauro Alves, Banco de Imagens DC

* Sexta-feira, 1º de junho, a partir das 22h (entrada gratuita)

Marcos e Belutti

Oswaldir e Carlos Magrão

* Sábado, 2 de junho, a partir das 21h

Comunidade Nin-Jitsu

Chimarruts

Nando Reis

Cachorro Grande

* Domingo, 3 de junho, a partir das 19h30min (entrada gratuita)

Almir Sater

Diego Strada

* Quarta-feira, 6 de junho, a partir das 22h

Victor e Léo

Paula Fernandes

Michel Teló

* Quinta-feira, 7 de junho, a partir das 22h

Lucas e Felipe

Luan Santana

Conrado e Aleksandro

* Sexta-feira, 8 de junho, a partir das 22h

Sorriso Maroto

João Neto e Frederico

* Sábado, 9 de junho, a partir das 22h

Jorge e Mateus

Dany e Rafa

* Domingo, 10 de junho, a partir das 18h30min (entrada gratuita)

Fred e Gustavo

Continua…

Bookmark and Share

Ingressos começam a ser vendidos dia 7 de maio

25 de abril de 2012 1

* A venda dos ingressos promocionais começa no dia 7 de maio;

* Em Lages, a venda ocorrerá nas farmácias Mais Econômica;

* A venda ocorrerá também em outras cidades de Santa Catarina e pela internet, mas a organização da festa ainda está definindo os detalhes e informará nos próximos dias;

* Para os dias 2 e 8 os ingressos promocionais do primeiro lote (cinco mil unidades) custarão R$ 30 (pista), R$ 40 (área vip em frente ao palco), R$ 50 (camarote coletivo com bar, banheiros exclusivos e acesso à pista e à área vip) e R$ 100 (backstage, com acesso junto aos artistas e lugar exclusivo junto ao palco);

* Para os dias 6, 7 e 9 os ingressos promocionais do primeiro lote (cinco mil unidades) custarão R$ 30 (pista), R$ 50 (área vip), R$ 60 (camarote coletivo) e R$ 200 (backstage);

* O segundo lote dos ingressos promocionais também terá cinco mil unidades, e os de pista custarão R$ 35;

* Na bilheteria do parque os ingressos de pista custarão R$ 40;

* A meia entrada valerá somente para os ingressos de pista, que dão acesso ao parque;

* O passaporte para todos os dias da festa custará R$ 150 e será comercializado apenas na prefeitura de Lages;

* Mais informações em www.festadopinhao.com

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share