Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A defesa da diretora da Câmara

30 de maio de 2012 0

Também por telefone, a diretora da Câmara, Josette Ivana Almeida Closs, disse que está de licença-prêmio e que tem mais cinco meses para gozar deste benefício.

Porém, deixou claro que o seu cargo é concursado há 15 anos, e não comissionado. Assim, entende que, se estivesse na ativa, poderia ficar impedida de assinar cheques, mas não de exercer o seu trabalho.

Ela entende o seu afastamento como normal dentro das investigações pelo fato de sempre ter assinado os cheques, mas diz que apenas cumpria ordens e que já teve os sigilos fiscal e bancários abertos, sem nenhuma irregularidade constatada.

Continua…

Bookmark and Share

Envie seu Comentário