Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Afinal, a quem pertence o Morro da Igreja?

13 de julho de 2012 7

O Morro da Igreja é o ponto habitado mais alto e um dos principais cartões-postais do Sul do Brasil. Foto: Alvarélio Kurossu

A rápida ocorrência de neve registrada no último sábado na Serra Catarinense, ainda que pequena, foi o suficiente para levantar uma discussão: afinal, a quem pertence o Morro da Igreja, ponto habitado mais alto e um dos principais cartões postais do Sul do Brasil?

Para alguns, o Morro da Igreja é da Força Aérea Brasileira (FAB), já que lá no alto existe uma base do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta).

Para outros, a propriedade é do Parque Nacional de São Joaquim, unidade de conservação federal criada em 1961 e vinculada ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Para a grande maioria, o Morro da Igreja pertence ao município de Urubici, que sempre o explorou turisticamente e há anos ganha os louros do lugar.

Mas o que poucos sabem é que, lá em cima, naquele ponto onde, todo ano, cerca de 100 mil pessoas do país inteiro param para contemplar a paisagem, o território é da vizinha Bom Jardim da Serra.

Historicamente, Urubici sempre levou a fama pelo Morro da Igreja. Não apenas pela beleza do lugar, que forma um dos maiores conjuntos de cânions do mundo, como também pelas baixíssimas temperaturas registradas durante o inverno e, principalmente, pelas ocorrências de neve.

Continua…

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • LUIZ CALDAS diz: 14 de julho de 2012

    “É óbvio que pertence ao povo “mô quiridu”.

    LUIZ CALDAS, de Floripa

  • josé luiz andrade diz: 14 de julho de 2012

    a lei que criou o municipio de urubici 1955 diz que o limite é rio pelotas.
    a lei que criou municipio de bom jardim 1967 até limite do morro da igreja.
    só tem acesso por urubici.
    é bricadeira o que estão fazendo com o municipio de urubici

  • Geraldo Barfknecht diz: 15 de julho de 2012

    Pablo fique tranqüilo que essa é a última manisfestação que farei. Juro-lhe!

    1-Erra historicamente a Secretaria de Planejamento de SC, ao mudar a linha divisória, modificando o rumo na metade do Morro, quando deveria continuar em toda a elevação com cerca de 1 Km e de forma inusitada. A linha divisória é o Sistema Divisor de Águas. Assim, em todo o Morro da Igreja, contornando-o é divisa entre Urubici e Orleans. Urubici está perdendo mais da metade do morro e não é justo. Ainda mais, pelo mapa OFICIAL agora, observe que há um rio correndo de SW a NE. Não sei o nome e o chamei da Pedra Furada. Ele é afluente do Rio do Bispo, que nasce em oposição às nascentes do Rio Pelotas (estreita sela, no único local que desce na estrada antes do Morro). Logo, esse rio da Pedra Furada, pertence à bacia do Canoas. Assim é Urubici. Por favor, pessoal da Secretaria de Planejamento, veja mapa FOLHA AIURÊ-IBGE-1976 e certifique-se que a linha divisória é a linha de água de 3 Bacias (Tubarão pelo Rio 3 Barras, que nasce no moro e separa BJS de Orleans), Sistema Rio do Bispo (mais o Rio da Pedra Furada) que deságuam no Rio Canoas. ´´E Urubici. Finalmente, todo o sistema do Rio Pelotas, é de Bom Jardim da Serra.

    2-O Ronaldo Coutinho-CLIMATERRA_ não quer admitir, naquilo que é um raro equívoco Mas a estação do INMET não é de Bom Jardim da Serra. É de Orleans e é fácil provar. Jogue um balde de água nas proximidades do mirante e veja se vai para o Rio Pelotas, # Barras ou para o Rio do Bispo. È lógico, que a linha fronteiriça é a crista, que corresponde mais ou menos à estrada, mas se a sua água correr para W é de Bom Jardim da Serra. Mas não. Corre para o Rio 3 Barras, para Leste. É Orleans!. Não está satisfeito: tire uma fotografia da entrada do último portão do CINDACTA II. A estação do INMET está a sua direita certa? É Orleans!Veja o sistema de drenagem de águas da guarita. Vai para E. É Orleans! Ou será que alguém acredita que a linha divisória não passa pela crista, muitas vezes de difícil visualização, mas ela é imaginária e toda a infra-instrutora que será construída, estará em terras de Orlenas.
    Povo de Orleans despertem, pois até metade dos anos 2000, vocês tinham a maior temperatura oficial registrada no Brasil, com 44.6 graus em 1963. Perderam entre aspas para uma cidade do Piauí por um décimo, que poder ser erro de leitura. Por favor, esqueçam a de -17.8 graus extra-oficial de 1996. Não tem validade científica, pois não era estação automática ou padrão. Serve tanto como colocar um termômetro no freezer e dizer que em Teresina (quentíssima) teve a mínima de -20 graus. Em síntese, que cidade brasileira, tem a segunda maior temperatura do Brasil e divide com BJS e Urubici o lugar mais frio, de clima extremo da margem oriental do Atlântico? Em quanto km em linha reta mesmo? A propósito, Orlenas tem 132 m de altitude.

    3-Sabendo disso, qualquer pessoa terá a percepção de quem pertence à parte que pisa.

    4-ACORDA Urubici, que como foi proposto, vocês vão perder metade do Morro. A linha passa por todo a crista (máxima elevação topográfica) do Morro da Igreja (com 3 cumes, sendo Igreja (1822-1826) , Órgãos (1810 m) (que deu o nome, lembrando órgãos de uma igreja) e o da Lagoinha (1800 m) (mais alta do Sul do Brasil) e contorna as elevações a Leste do Morro da Igreja, mas tenham em mente, que se algum córrego vai desaguar no Rio Canoas, o terreno é de vocês. Não percam!

    5-Senhores de URUBICI. Cuidado, que vocês vão colocar uma estação automática ou em Bom Jardim da Serra ou em Orleans. Aceitem a opinião do Coutinho da Climaterra. Instalem em outro local, pois o Morro, sim é o lugar mais frio do Brasil. Mas em fortes ondas de frio, não marca as menores mínimas. Basta ver Urupema (1315 m) e Bom Jardim da Serra (1245 m, mas não medi essa). Alem de fatores fundamentais do relevo grandes depressões aquelas, cercadas de altos morros, que são uma grande rampa de escoamento do ar frio, mais denso, pesado e migra tal como as águas para as depressões O Morro da Igreja, tem os menores médios de temperatura do BR com regis -tros (media, media das mínimas, média das máximas). No Morro, obviamente que será noticia dos extremos do outono-inverno e vocês tem locais tão ou mais frios que o interior de Urupema, Bom Jardim da Serra. Eles são os núcleos urbanos mais frios do Brasil sem dúvida. mas vocês tem sedes de fazendas com 1620 m e numa grande depressão, com cumes com mais de 1800 m! Acorda Urubici e acorda também Bom Retiro! Acorda Orleans!

    6-Altitude correta do Morro da Igreja: ninguém sabe. O morro pode ser o terceiro, mais provável o segundo de SC e até o primeiro. Esse ano vou medir de forma mais precisa possível. Com a palavra agora o CEFET -Florianópolis que desde NOV de 201o, mediu os 3 maiores de SC. Medi 1827, 1826 várias vezes, mas não é GPS com correção diferencial. è normal muitas vezes a redução de altitude em correções de alta precisão.(pico da Neblina, de 3014 para 2995 m). Bem menos, sobem como foi o Pico da bandeira, no ES-MG, que ganhou 2 m.As primeiras medições do Morro da Igreja são da da metade do século XX, com 1808 m. Veja quanto o CINDACTA II coloca o seu principal Radar na rede.

    7-BOM JARDIM DA SERRA. Por favor, nada tenho contra vocês e sim tudo a favor.Voces são o JARDIM DA SERRA e não precisavam do adjetivo. Vocês tem inúmeras singularidades naturais. Não precisam de erros para finalmente deixarem se ser sombras.

    8- O MORRO DA IGREJA PERTENCE A SERRA CATARINENSE, ao povo catarinense, a 3 mães, sendo que aquela que mais a cuidou foi Urubici e as outras, demoraram a perceber que poderia ter havido troca na maternidade. O cume é das três. 2/3 de Urubici e Orlenas. As obras do CINDACTA (algumas) são de Bom Jardim da Serra. O Ultimo Radar não. E a estação do INMET é de Orleans.

    9 e 10- SOU CHATO uma anta da altitude e do frio e vou desaparecer, não incomodando mais ninguem. Coutinho, ajude a por os pingos nos is, por favor!. Se errar é humano, mais sábio é reconhecer o erro.

  • Thaís Rachel de Souza diz: 17 de julho de 2012

    Parabéns Geraldo por seu memorável comentário! Está aí toda a explicação do que está acontecendo com o Morro da Igreja! Por favor não desapareça, precisamos de sua ajuda! Não podemos perder desta maneira o que cultivamos até hoje! Como localizá-lo?

  • Geraldo Barfknecht diz: 19 de julho de 2012

    Thaís, pode ser que a minha primeira mensagem a voce (2 dias atrás), tenha sido cortada, não acrescentadaou perdida nos labirintos eletronicos Desculpe-me o incomodo por isso. Meu e-mail é geraldo_barfknecht@yahoo.com.br. Moro em Palmas- Sul do PR. Envio-lhe o texto acima, sem tantos erros e completo.

  • Bom Jardim diz: 1 de agosto de 2012

    Antes, quando Bom Jardim não era emancipado e pertencia a São Joaquim, o Morro da Igreja pertencia a São Joaquim, Bom Jardim emancipou e automaticamente o Morro Da Igreja passou a ser território bonjardinense. Agora, como querem dizer que pertence a Urubici? O acesso rodoviário pertence sim a Urubici. E a Pedra Furada pertence a Orleans, pois ela fica lá embaixo.

  • Pense Nilso diz: 6 de agosto de 2012

    Vi algumas declarações de autoridades e moradores de Bom Jardim da Serra adotando ums postura mais litigante, como se tivessem sido enganados ou roubados. Esquecem-se de que no Morro da Igreja ocorre a mesma coisa que ocorre com a Serra do Rio do Rastro, que está no território de Lauro Muller. Contudo, todo o aproveitamento turístico ocorre em Bom Jardim. Lauto Muller não consegue colocar lá um carrinho de picolé (e não é por falta de frio).

Envie seu Comentário