Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fim do anonimato exige mais responsabilidade

03 de novembro de 2012 0

Até a publicação desta reportagem, pouquíssimas pessoas sabiam que Rubens e Matheus eram o Lageanês. Ou vice-versa. Só os pais e alguns poucos amigos mais próximos.

Na página, muitos seguidores praticamente imploram para que a identidade seja revelada. Já outros pedem que o personagem se mantenha anônimo. Mas o mistério foi revelado, e agora o compromisso aumenta.

_ Agora que o Lageanês não é mais anônimo podemos ter mais divulgação ou perder seguidores. Tem os dois lados. Mas é certo que precisaremos ter mais cuidado com as brincadeiras. Recebemos comentários de muita gente que fala sobre o orgulho de ser lageano ou da saudade que sente da cidade. Também já vimos pessoas se reencontrando pela página _, diz Matheus.

Os dois amigos procuram fazer montagens grosseiras justamente para que a brincadeira fique explícita, a fim de evitar que, por exemplo, a famosa lenda da serpente do Tanque, conhecido parque no Centro de Lages, ou a super lua em cima da Catedral sejam levadas a sério.

_ Pesquisamos sobre a história e a cultura de Lages para termos argumentos e não falar besteira. E quando parece que a ideia acaba, vem mais. E ainda tem Natal, Festa do Pinhão e um monte de coisa pela frente_, conclui Rubens.

Continua…

Bookmark and Share

Envie seu Comentário