Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Inter de Lages conquista título após 13 anos

26 de março de 2013 0

Time de futsal feminino do Colorado Lageano conquistou etapa do Campeonato Catarinense da modalidade no último fim de semana. Foto: Divulgação

No último domingo, em Bom Retiro, o Inter de Lages (Inter Futsal Feminino / FME) disputou e conquistou uma etapa do Circuito Catarinense de Futsal, na categoria Sub-17 feminino.

É mais uma ação da nova diretoria, visando ampliar a área de atuação do Inter, que assim passa a existir além do futebol profissional. Ocupar espaços nunca antes ocupados, eis o desafio. Se o Inter é uma bandeira serrana, por que não fazê-la tremular?

Assim foram as meninas coloradas para Bom Retiro, treinadas pelo Adenor, velho de canchas e batalhas. Aliás, Adenor foi com a delegação, mas o trabalho é tanto dele quanto do Paulinho, igualmente calejado pela bola pesada.

Rivais durante muito tempo, os dois agora defendem o nome e a paixão vermelha do Inter de Lages. E quando as meninas entraram em quadra, com seu estiloso uniforme pink, não eram mais as garotas dos campeonatos internos, do futebol ensinado nas aulas de Educação Física, da bola que se joga por conta própria. Eram as primeiras mulheres a defender o Inter oficialmente em 64 anos de história.

Campeãs após duas vitórias incontestáveis, por 6 a 0 contra Urubici e 2 a 0 contra Bom Retiro, as bravas mulheres coloradas viram a quadra invadida pela torcida que buscava uma foto, um autógrafo, um pedaço desse sonho amplo.

Amplo porque é o sonho das meninas de jogar futebol. Amplo porque é o sonho do Inter de voltar a ser grande, como é grande o amor de seus torcedores.

A goleira Gabriela Osellame registrou em sua página no Facebook que pensou que os pedidos de autógrafos fossem uma brincadeira. Zoação, disse ela.

Mas viu que eram vários pedindo autógrafo, que logo cercaram também as outras meninas, e que era tudo verdade. Gabriela ficou com vergonha, mas percebeu, nas palavras dela, que era “reconhecimento pelo que mais ama fazer”.

É tudo verdade, Gabriela, demais meninas, Adenor e Paulinho. É tudo verdade: o amor pelo futebol, pelo time da nossa terra e essa força que vocês reuniram para que o Inter voltasse a ser campeão de algo 13 anos depois do gol de Kuki contra o Joaçaba.

Senhoras e senhores, batam palmas. Este é o lado feminino do Inter de Lages. E já nasceu campeão.

* Texto de Mauricio Neves de Jesus

Bookmark and Share

Envie seu Comentário