Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2013

Um novo capítulo de uma tradição da Serra

30 de abril de 2013 1

Ari e Alzira Vanin administraram churrascaria durante longos 40 anos e, a partir desta quarta-feira, o local ficará sob nova direção. Foto: Vani Boza

Chegou ao fim nesta terça-feira, 30 de abril de 2013, uma bela e longa história regada a muito trabalho, simpatia e amizade.

Depois de 40 anos administrando uma das churrascarias mais tradicionais da Serra Catarinense, o casal Ari e Alzira Vanin, de Correia Pinto, decidiu pendurar os espetos.

Localizada às margens da BR-116, na localidade de Águas Sulfurosas, a cinco quilômetros do centro de Correia Pinto, a Churrascaria São Marcos, em homenagem à cidade gaúcha onde Ari nasceu, conta com fregueses assíduos desde a sua fundação, ocorrida quando Correia Pinto, que completará 31 anos de emancipação no próximo dia 10, ainda era um distrito de Lages.

A clientela, que inclui caminhoneiros do Brasil inteiro, especialmente da região de São Marcos, passou de geração para geração e tornou-se amiga de Ari e Alzira.

Só que há aproximadamente um ano, Ari, de 67, e Alzira, 65, casados há 44, começaram a planejar a aposentadoria, já que, em quatro décadas, sempre trabalharam todo santo dia.

E o plano finalmente foi concretizado. A partir desta quarta-feira, dia 1º de maio, o restaurante estará sob nova direção, mas com o mesmo nome, cardápio e bom atendimento de sempre.

A Ari e Alzira, restarão as boas lembranças de uma vida inteira dedicada a um lugar onde, só de passar em frente, já dá água na boca.

_ Foi muito bom enquanto durou _, disse Alzira, enquanto atendia um dos últimos clientes do almoço desta terça-feira.

_ O sentimento é de missão cumprida _, concluiu Ari, com lágrimas nos olhos.

Pablo Gomes, Correia Pinto

Bookmark and Share

PSD se reúne em Lages

27 de abril de 2013 0

O PSD realizou, nesse sábado, em Lages o primeiro encontro com a presença do governador Raimundo Colombo, após as eleições municipais. O encontro teve como pauta principal a avaliação do primeiro semestre e a troca de experiências dos vereadores eleitos pelo novo partido.

Cerca de 500 pessoas participaram do evento, que aconteceu na Pousada Rural do Sesc. Entre eles vereadores, deputados e filiados do PSD que vieram em busca de metas e resultados já alcançados pelos eleitos até agora, no Estado.

O presidente do partido em Santa Catarina, deputado estadual Gelson Merisio, afirmou que a maior importância desse encontro é a mobilização das bases do partido e a construção do curso eleitoral 2014. Ainda segundo o deputado, essa reunião reforçará a reeleição do governador nas próximas eleições.

_ Temos trabalhado bem até agora e o governo já começou a colher os frutos da boa administração que têm feito. Agora é trabalhar pela reeleição com os membros do partido e continuar avançando no sentido de projeção para o futuro do governo e do partido _.

Contrariando Merisio, o governador negou que o encontro tenha tido o intuito de mobilizar o partido para sua reeleição. Ao contrário, Colombo afirmou que esse assunto nem fazia parte da pauta da reunião. Segundo ele, as negociações com os partidos não começaram ainda.

_ Os debates precisam ser feitos, sim. Mas ainda é cedo para tomarmos qualquer posição nesse sentido. Estamos ainda iniciando nossos trabalhos municipais como partido consolidado e é esse nosso foco, a integração partidária e não eleitoral, isso é assunto para depois _ disse Colombo.

Sobre possíveis negociações para o plano nacional de governo, o governador afirmou que, apesar de ter uma ótima relação com a presidente Dilma (PT), ainda não há posicionamento nenhum do governo catarinense quanto à eleição para a presidência da república, no ano que vem.

VANI BOZA, LAGES

Bookmark and Share

PSD mobiliza-se pela reeleição de Colombo

26 de abril de 2013 0

Governador estará presente no evento, que ocorre neste sábado, em Lages, com prefeitos e vereadores do partido. Foto: Charles Guerra, Agência RBS

Um dos mais novos e maiores partidos políticos do Brasil, o PSD realiza neste sábado, no dia em que completa um ano e sete meses de existência, um importante evento para reforçar o nome de Raimundo Colombo como candidato à reeleição ao governo do Estado em 2014.

O encontro ocorrerá das 10h às 14h, na Pousada Rural do Sesc, em Lages.

O PSD obteve êxito já no primeiro pleito da sua história, no ano passado. Atualmente, em Santa Catarina, conta com 52 prefeitos, 58 vices e 485 vereadores, além de nove deputados estaduais e quatro federais eleitos em 2010 por outras siglas. Em todo o Estado, existem aproximadamente 40 mil filiados.

O encontro deste sábado será voltado apenas aos prefeitos, vices, vereadores, deputados, secretários e lideranças do partido, e será o primeiro com a presença do governador após as eleições municipais.

O presidente do PSD catarinense, deputado estadual Gelson Merisio, considera o momento importante para fortalecer o nome da sigla e a candidatura de Raimundo Colombo.

_ O governador está preocupado em fazer um bom mandato, e a reeleição é consequência do trabalho. Essa é a nossa prioridade.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

Cidade mais fria do país celebra ave em extinção

25 de abril de 2013 1

Papagaio Charão dá nome a festival que ocorre neste fim de semana, em Urupema. Foto: Dario Lins, Divulgação

A cidade mais fria do Brasil realiza neste fim de semana um evento para celebrar uma ave que simboliza uma nova modalidade de turismo em Santa Catarina, mas que está ameaçada de extinção.

Na pequena Urupema, distante 50 quilômetros de Lages, na Serra, o Papagaio Charão proporciona um espetáculo único no mundo e que cada vez mais atrai pesquisadores, turistas e apaixonados pelas belas imagens da natureza.

O 2º Festival do Papagaio Charão ocorre sábado e domingo com palestras, oficina e concurso de fotografias e saídas a campo para observação de aves, prática mundialmente conhecida como birdwatching.

São esperados aproximadamente 100 participantes de vários lugares do país, considerando que no ano passado foram 60 de mais de dez estados diferentes.

Nativo do Rio Grande do Sul, o Papagaio Charão migra para a Serra Catarinense entre março e agosto em busca de pinhão.

Todos os dias, a ave dorme em reflorestamentos de pinus e eucalipto entre os municípios de Bocaina do Sul e Painel e se desloca em surpreendentes bandos de até dez mil exemplares para a região de Urupema, onde encontra araucárias em abundância. Depois de se alimentar, volta para os dormitórios.

Continua…

Bookmark and Share

Consolidação em nova modalidade de turismo

25 de abril de 2013 0

Apaixonados pelo birdwatching viajam e investem em equipamentos por prazer. Foto: Dario Lins, Divulgação

Ainda não se sabe ao certo por que o Charão repousa em árvores exóticas, mas uma das hipóteses é que seja pelo fato de os reflorestamentos serem bastante fechados e oferecerem segurança às aves.

_ Procuramos não divulgar os lugares onde os papagaios dormem porque são como santuários. Existe uma grande preocupação, pois se acontecer algo com essas aves por aqui, pode ser gravíssimo, pois estarão em grande número, mas num âmbito geral, estão ameaçadas de extinção devido à ação do homem. O Charão é muito importante, pois mesmo sem querer, ao derrubar o pinhão enquanto come ou voa, ele acaba fazendo o papel da Gralha Azul no plantio das araucárias _, diz o biólogo Ari Fernando Raddatz, um dos organizadores do festival e que fez da sua pousada, na localidade de Rio dos Touros, em Urupema, um dos principais pontos de birdwatching no Brasil.

Quando a atividade iniciou, em maio de 2011, o Wikiaves, um dos maiores sites especializados em observação de aves no país, havia catalogado sete espécies em Urupema. Menos de dois anos depois, o número já chega a 166.

Em Santa Catarina, também se destacam Itapoá, no Norte, e a Serra do Tabuleiro, especialmente a região de Caldas da Imperatriz.

_ A motivação para viajar e ficar um bom tempo à espera de uma ave é o contato com a natureza e a possibilidade de ver espécies raras, porque os prêmios de fotografias são mais por reconhecimento, e não por dinheiro _, diz o fotógrafo Dario Lins, morador de Bom Retiro e premiado várias vezes com imagens de aves como a Gralha Azul e o próprio Papagaio Charão.

Continua…

Bookmark and Share

Outras espécies de destaque na Serra de SC

25 de abril de 2013 0

Estrela maior, o Papagaio Charão voa em bandos de até dez mil exemplares. Foto: Dario Lins, Divulgação

Além do Papagaio Charão, que é a estrela maior, outras espécies se destacam na Serra Catarinense.

Algumas por características como tamanho, a exemplo da Curucaca e da Seriema; cor, como o Sanhaçu-papa-laranja, o Sanhaçu-de-fogo, a Saíra-preciosa e o Surucuá-variado; e comportamento, como a Gralha-azul, que planta a semente do pinhão na terra e dá origem ao pinheiro araucária; a Mariquita e o Pula-pula que, como o nome já diz, fica pulando de galho em galho nas árvores; o Arapaçu, que vai de árvore em árvore e sobe nelas pelo tronco, de baixo para cima, comendo pequenos insetos; o Pica-pau-do-campo, que dorme sob a cobertura dos chalés da pousada para se aquecer; e a Noivinha e a Veste-amarela, que realizam uma parceria interessante, pois enquanto a noivinha fica em cima de um toco de madeira vigiando o local, a veste-amarela fica no chão levantando os insetos que serão comidos. Assim, quando o perigo se aproxima, a noivinha emite um sinal de alerta e ambas fogem juntas.

Continua…

Bookmark and Share

O que você precisa saber sobre birdwatching

25 de abril de 2013 0

Equipamentos e roupas adequadas são fundamentais na observação de aves. Foto: Dario Lins, Divulgação

O evento em Urupema

* 2º Festival do Papagaio Charão

* Sábado, 27, e domingo, 28

* Centro de Eventos de Urupema

* Rodovia SC-370, Km 26

* Inscrições a partir das 9h

* Saídas a campo às 14h

* Mais informações e a programação completa no site www.cidademaisfriadobrasil.com.br

Dicas para uma boa observação

* Os horários mais propícios à observação do Papagaio Charão em Urupema são entre 7h e 8h e entre 16h e 17h

* Usar binóculo

* Usar câmera fotográfica com lente teleobjetiva e zoom de longo alcance

* Vestir roupa camuflada ou de coloração discreta

* Ter a companhia de um guia de campo

* Para atrair outras aves, usar equipamento de reprodução de som

* Ter paciência

Locais indicados para a observação de aves no Brasil

* Serra Catarinense

* Itapoá (SC)

* Serra do Tabuleiro/Caldas da Imperatriz (SC)

* Lagoa dos Patos (RS)

* Lagoa do Peixe (RS)

* Pantanal (MS)

* Itatiaia (RJ)

* Alta Floresta (MT)

Pablo Gomes, Urupema

Bookmark and Share

Protótipo do avião a ser feito em Lages atrasa

25 de abril de 2013 0

Protocolo de intenções entre o governo do Estado e a Novaer Craft foi assinado em setembro do ano passado. Foto: James Tavares, Secom, setembro de 2012

A SC Participações e Parcerias (SCPar), empresa criada em 2005 pelo governo de Santa Catarina para gerar investimentos no território catarinense, admite que o projeto para trazer uma fábrica de aviões para o Estado não é o mesmo em relação ao que foi apresentado em setembro do ano passado, quando foi assinado um protocolo de intenções entre o governo e a empresa paulista Novaer Craft.

As principais mudanças estão no atraso do primeiro protótipo da aeronave, que deveria ficar pronto agora, em abril, e o “rebaixamento”, para um segundo plano, do centro de engenharia que seria construído em Florianópolis.

O presidente da SCPar, Paulo César da Costa, o Costinha, explica que o atraso no protótipo, que está sendo feito na sede da Novaer, em São José dos Campos (SP), ocorreu por motivos técnicos na área de tecnologia, como a demora na chegada de peças importadas.

A nova previsão é de que o projeto fique pronto em agosto, a fim de que a primeira aeronave esteja voando em setembro.

A Novaer confirma as informações e planeja realizar o primeiro voo oficial em Lages. Depois, será necessário certificar o aparelho junto à Aeronáutica e à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para que se possa começar a produzi-lo em série e encaminhá-lo ao mercado.

Com o atraso na conclusão do protótipo, e como o processo de certificação leva dois anos, a fábrica, em Lages, que empregará cerca de 300 trabalhadores, deverá ser construída de janeiro a dezembro de 2014.

O primeiro avião começará a ser feito no início de 2015 e concluído em junho. Assim, a primeira aeronave deve ficar pronta ao mesmo tempo que a certificação, possibilitando o início das vendas.

Continua…

Bookmark and Share

Centro de engenharia deixa de ser prioridade

25 de abril de 2013 0

Avião a ser produzido em Lages custará cerca de US$ 700 mil, o equivalente a R$ 1,4 milhão. Foto: Divulgação

Dos R$ 80 milhões programados para o empreendimento, R$ 15 milhões (pouco menos de 20%) são capital acionário da SCPar.

O restante é dinheiro da Novaer e financiamento. De todo o investimento, apenas R$ 4 milhões, ou 5% do total, foram aplicados até agora.

Fora deste orçamento e diante da dificuldade de recursos, o centro de engenharia, desenvolvimento e negociação planejado para Florianópolis está sob análise.

O presidente da SCPar destaca que seria um deslocamento de São José dos Campos e, por enquanto, isso não é prioritário.

_ Nossa primeira prioridade é terminar o protótipo, a segunda é certificá-lo e a terceira é construir a fábrica _, diz Costinha.

O avião a ser fabricado na Serra Catarinense será de fibra de carbono, e um único modelo terá duas versões: a treinador, acrobática, que poderá ser usada no treinamento de pilotos; e a utilitária, não acrobática, que servirá para o transporte de passageiros e cargas. Possíveis clientes dessa versão são aeroclubes e empresas de táxi aéreo.

A previsão é fabricar 50 aeronaves no primeiro ano, entre 60 e 70 no segundo e 120 no terceiro. A estimativa é de que 75% da produção vá para o mercado internacional. Cada unidade custará aproximadamente US$ 700 mil, o equivalente a R$ 1,4 milhão.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

Único hospital veterinário público de SC reabre

24 de abril de 2013 0

Instituição está localizada no Centro de Ciências Agroveterinárias da Udesc, em Lages. Foto: Vani Boza

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) livrou-se aos 45 minutos do segundo tempo de um vexame histórico.

Um dia antes de comemorar os 40 anos de existência de um dos seus principais centros, a instituição reabriu o seu o hospital veterinário, único público do Estado e localizado no campus de Lages, na Serra.

O centro médico que realiza por ano cinco mil atendimentos a animais de pequeno e grande porte, inclusive selvagens e de zoológicos, havia paralisado os serviços no último dia 15 por falta de materiais de expediente.

A justificativa da universidade foi a de que, sem dinheiro, não havia sido possível antecipar para o fim de 2012 a licitação do material a ser utilizado em 2013.

E com o fim dos estoques, as consultas, cirurgias e aulas práticas dos estudantes do curso de Medicina Veterinária, considerado o sexto melhor do Brasil pelo Ministério da Educação, precisaram ser suspensas.

Na ocasião, o diretor geral do Centro de Ciências Agroveterinárias da Udesc (CAV), professor Cleimon Dias, dissera que, para evitar o fechamento do hospital, seria necessária uma compra emergencial de R$ 51 mil, o que não seria possível sem licitação.

Porém, uma outra alternativa mais eficiente foi encontrada e, por meio de um pregão, foram adquiridos R$ 50 mil em materiais, o suficiente para manter os estoques por dois meses.

Além disso, objetos básicos de expediente, como luvas e seringas, foram levados do Hospital e Maternidade Tereza Ramos, também de Lages.

O custo do hospital veterinário da Udesc com materiais como agulhas, anestésicos e medicamentos é de R$ 180 mil por ano.

E para garantir que o problema não volte a ocorrer em 2013, uma licitação de R$ 140 mil foi lançada na última sexta-feira.

Os produtos devem chegar em dois meses, mas até lá, garante a direção do CAV, os estoques estarão abastecidos.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share