Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sinotruk anuncia início da fábrica em Lages

23 de agosto de 2013 1
Caminhões da linha A7 serão fabricados em Lages. Foto: Sinotruk Brasil, Divulgação

Caminhões da linha A7 serão fabricados em Lages. Foto: Sinotruk Brasil, Divulgação

A companhia chinesa Sinotruk anunciou nesta sexta-feira que deve iniciar em até 60 dias a construção da sua primeira fábrica de caminhões no Brasil, em Lages, na Serra Catarinense.

A expectativa é de que as obras fiquem prontas em um ano e as operações iniciem no primeiro semestre de 2015. No próximo dia 6 de setembro, o governador Raimundo Colombo viajará até a sede da companhia, na China, para assinar o contrato de início da construção da fábrica.

Os anúncios ocorreram no mesmo dia em que o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior publicou no Diário Oficial da União uma portaria que habilita a Sinotruk Brasil ao programa Inovar-Auto, medida do governo brasileiro para estimular o investimento na indústria automobilística nacional e poderá gerar até R$ 50 bilhões em investimentos no setor.

A portaria também permite a importação da nova linha de caminhões A7 com isenção de 30% do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) incidentes sobre veículos de carga importados no período de um ano.

E são justamente os A7, com vocação para aplicações rodoviárias pesadas, como o bitrem, o rodotrem e o treminhão, que serão fabricados em Lages nas opções de tração 4 x 2, 6 x 2, 6 x 4 e 8 x 4.

O diretor geral da Sinotruk Brasil, Joel Anderson, garante que o projeto da fábrica está pronto e que a terraplanagem do terreno de 100 hectares localizado no Distrito de Índios, às margens da BR-282 e distante 15 quilômetros do Centro de Lages, iniciará em até 60 dias. Após a terraplanagem serão feitas as obras de construção civil, compra e instalação dos maquinários.

O investimento na construção da fábrica será de R$ 300 milhões. A companhia quer montar cinco mil caminhões no primeiro ano e oito mil nos anos seguintes para atender toda a América do Sul. Para isso, serão criados 1,1 mil empregos, dos quais, 98% serão brasileiros, preferencialmente da região de Lages.

Num primeiro momento, os caminhões serão montados com material importado da China, mas a proposta da Sinotruk é chegar ao fim do terceiro ano com até 65% das peças nacionalizadas. Somente os vidros e os pneus não são da companhia.

Os primeiros caminhões da Sinotruk chegaram ao Brasil no fim de 2008 para testes e adaptações, e as vendas iniciaram em abril de 2010. Desde então, foram vendidos mais de 1,5 mil veículos. Atualmente, a companhia tem aproximadamente 30 concessionárias no país.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Schell diz: 2 de setembro de 2013

    Ué, não entendi: se está tudo pronto para o início da construção, que raios o Colombo irá fazer na China (ele e sua trupe)? Aí tem truta…

Envie seu Comentário