Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Lages define quem vai ao estadual do Bom de Bola

24 de setembro de 2013 0
Competição receberá 360 atletas de 15 cidades e ocorre entre esta quarta-feira e domingo. Foto: Divulgação

Competição receberá 360 atletas de 15 cidades e ocorre entre esta quarta-feira e domingo. Foto: Divulgação

A última etapa das regionais do projeto Bom de Bola ocorre em Lages, sede da fase Centro-Oeste, entre este quarta-feira e domingo. A solenidade de abertura será nesta quarta, às 19h, no Ginásio de Esportes do Sesi.

Os jogos começam às 9h30min e serão realizados nos campos do Sesi (Bairro Gethal), da Avep (Bairro Chapada) e e no Estádio Vidal Ramos Junior (Bairro Sagrado Coração de Jesus).

O campeonato contará com a participação de 20 equipes, representando 20 escolas públicas e privadas. Serão 10 na categoria feminina e 10 na masculina, de 15 municípios, totalizando 360 alunos-atletas. Os vencedores garantem vaga na grande final estadual, que ocorre de 16 a 20 de outubro, na cidade de Canoinhas.

Na fase estadual disputam também, além do município sede, Canoinhas, os campeões e os vices das etapas Leste-Norte, Sul e Oeste.

A 22ª edição do projeto iniciou em março com a fase escolar, depois passou pela fase municipal. Em seguida, vieram as microrregionais, e agora o Bom de Bola está na fase regional. Este ano, participam 78 mil atletas de 3.120 escolas em 267 municípios.

Sobre o Bom de Bola

O Bom de Bola é realizado pela Fesporte, com patrocínio da Parati e promoção da RBS TV, é um campeonato catarinense escolar que ocorre na modalidade de futebol de campo, nos naipes masculino e feminino, com idade entre 12 e 14 anos. Realizado desde 1992, tem o objetivo de promover o esporte amador, a educação para a cidadania e o desenvolvimento humano.

O projeto, consolidado no cenário esportivo catarinense e reconhecido formador de craques do futebol brasileiro, já revelou atletas como Eduardo Costa (Avaí), Marquinhos (Avaí), Douglas (Corinthians) e André Santos (Flamengo).

_ O Bom de Bola trabalha a cidadania, a ética, o companheirismo e todos os outros valores que consideramos primordiais para a formação de um bom cidadão. E nada melhor que utilizar o esporte como ferramenta para motivar e envolver as crianças e adolescentes _, afirma Luiz Carlos Fraga, coordenador do projeto Bom de Bola.

* Com informações do Núcleo RBS de Divulgação.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário