Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Governo de SC se manifesta sobre o caso Erick

30 de outubro de 2013 0

“Comunicado sobre a morte do menino Erick Pereira Melo
Florianópolis, 30 de outubro de 2013

O menino Erick Pereira Melo, de quatro anos, morreu na manhã desta quarta-feira, em Lages, vítima de queimaduras que afetaram 70% de seu corpo. Ele estava recebendo tratamento específico em um leito de UTI pediátrica, no Hospital Infantil Seara do Bem, desde o dia 23, quando houve o acidente.

A UTI do Joana de Gusmão dispõe de oito leitos com estrutura semelhante à UTI pediátrica do Seara do Bem. O diretor do hospital, Murillo Capella esclarece que não há no Hospital Infantil de Florianópolis leitos de UTI específicos para queimados. Há, sim, leitos de UTI geral onde os pacientes queimados graves são também tratados. Se tivesse sido transferida para a Capital, a criança receberia os mesmos cuidados de UTI até que seu quadro clínico estivesse estabilizado para então ser submetida ao tratamento de queimadura (especialidade disponível no Hospital Infantil Joana de Gusmão).

Desde a última quinta-feira, 24, o setor de Regulação do Estado vinha buscando uma vaga em um hospital onde houvesse tratamento de queimados para crianças, já que no Hospital Infantil Joana de Gusmão todos os leitos de UTI estão ocupados por crianças em estado grave.

Na terça-feira a vaga foi disponibilizada no Hospital Pronto Socorro de Porto Alegre (RS), além de um leito no Hospital Baia Sul, em Florianópolis. No entanto, a médica do menino Erick não liberou a transferência porque a situação dele era instável.

A Secretaria de Estado da Saúde está fazendo uma reforma no Hospital Infantil Joana de Gusmão que ampliará o número de leitos de UTI de oito para 20, assim como está ampliando o centro cirúrgico, que hoje funciona com quatro salas e, ao fim da reforma, funcionará com oito salas”.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário