Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fotos inusitadas em uma década de profissão

12 de novembro de 2013 0
O fotógrafo Nilton Wolff sorri ao lembrar da cena de um torcedor que deitou com o corpo de cerveja sobre o peito para não derramar a bebida. Foto: Nilton Wolff, O Goleador, Divulgação

O fotógrafo Nilton Wolff sorri ao lembrar da cena de um torcedor que deitou com o corpo de cerveja sobre o peito para não derramar a bebida. Foto: Nilton Wolff, O Goleador, Divulgação

O fotógrafo Nilton Wolff, da revista O Goleador, acompanhava a partida. Ele conta que no momento nem se deu conta dos riscos que corria, pois o que lhe interessava era registrar as imagens dos atletas deitados no gramado. Até que alguém o advertiu, e só aí ele decidiu se proteger.

_ Eu fiquei fazendo as fotos por instinto e alguém gritou “deite, seu louco”. Então senti as abelhas na minha cabeça e me joguei no chão. Era um enxame muito grande e barulhento.

Para Wolff, que tem 42 anos de idade e há 10 fotografa profissionalmente, além do ataque das abelhas, que ele nunca tinha presenciado, outros dois lances chamaram a atenção durante o episódio.

_ O árbitro agiu como se fosse o comandante de um navio, pois só se preocupou com a própria segurança depois que todos estavam protegidos. Outra cena que me chamou a atenção foi a de um torcedor que deitou no chão e deixou o corpo de cerveja sobre o peito para não derramar _, sorri o fotógrafo, que admite ter ficado um tanto tenso durante o ataque das abelhas.

Continua…

Bookmark and Share

Envie seu Comentário