Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de dezembro 2013

Prefeitura quer punir motorista que arrancou placa

26 de dezembro de 2013 0
Homem arranca a placa para estacionar caminhão em local proibido. Foto: Reprodução RBS TV, Divulgação

Homem arranca a placa para estacionar caminhão em local proibido. Foto: Reprodução RBS TV, Divulgação

A prefeitura de Lages, na Serra Catarinense, quer punir o motorista que arrancou com as mãos uma placa de trânsito para estacionar em local proibido no Centro da cidade.

O ato de vandalismo foi flagrado pela câmera de segurança de um estacionamento e, tão logo foi divulgado no Jornal do Almoço da RBS TV Centro-Oeste nesta quinta-feira, começou a repercutir nacionalmente.

O flagrante ocorreu por volta das 6h30min do último dia 19 na Rua Quintino Bocaiúva, nas proximidades do Terminal Urbano de Lages. As imagens mostram dois caminhões parados em uma vaga destinada exclusivamente ao estacionamento de motocicletas.

Alguns homens conversam na calçada, ao lado dos veículos, até que um deles agarra a placa com os dois braços, arranca inteira e joga para baixo do caminhão.

O veículo tem a logomarca das Lojas Volpato, com sede em Lagoa Vermelha (RS) e duas unidades no Centro de Lages. Porém, as imagens não deixam claro se o homem que arrancou a placa é o motorista do referido caminhão.

Assim que identificar o responsável, a Diretoria de Trânsito da prefeitura (Diretran) encaminhará o caso à Procuradoria Geral do Município (Progem).

O diretor de trânsito, Diego Oliveira, diz que a intenção é instaurar um procedimento a fim de cobrar do responsável os gastos de pouco mais de R$ 100 com a nova placa, instalada já no dia seguinte à depredação.

— Não é pelo valor, mas pelo exemplo —, destaca o diretor de trânsito.

O infrator também receberá uma multa a ser aplicada pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente por dano ao patrimônio público.

O valor, segundo o secretário Mushue Hampel, pode chegar a 10 Unidades Fiscais do Município de Lages (UFMLs), o equivalente a R$ 2.385,00, uma vez que cada UFML custa R$ 238,50. A secretaria vai analisar ainda a necessidade de levar o caso à Polícia Civil e ao Ministério Público.

Continua…

Bookmark and Share

Empresa repudia atitude do motorista

26 de dezembro de 2013 0
Rede de lojas Volpato emitiu nota oficial para esclarecer a polêmica. Foto: Reprodução RBS TV, Divulgação

Rede de lojas Volpato emitiu nota oficial para esclarecer a polêmica. Foto: Reprodução RBS TV, Divulgação

Procurada pela reportagem do Diário Catarinense para se manifestar sobre o assunto, a rede de lojas Volpato enviou uma nota de esclarecimento por meio do setor de marketing.

“A Lojas Volpato Ltda informa que somente hoje (quinta-feira, 26 de dezembro de 2013) tomou conhecimento, através de um diretor, da reportagem veiculada no Jornal Hoje apresentado pela Rede Globo.

A empresa repudia a atitude do motorista da empresa terceirizada que presta os serviços de entrega de mercadorias na cidade de Lages, reafirmando seu compromisso de sempre primar pelo respeito, levando qualidade de vida às comunidades em que está inserida.

A empresa já está interando-se do ocorrido e tomando todas as providências necessárias para a elucidação do fato e para a perfeita restauração da placa de trânsito danificada.

A empresa busca constantemente orientar seus colaboradores, empresas e profissionais terceirizados sobre as boas práticas e condutas frente à sociedade e, por isso, apoia a imprensa pela divulgação do fato, reiterando sua indignação com comportamentos irresponsáveis que prejudicam a comunidade e seu patrimônio público”.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

PF acredita em mais envolvidos na fraude do IR

18 de dezembro de 2013 0

A Polícia Federal acredita que pelo menos outras 10 pessoas, além das 60 já identificadas, estejam envolvidas em um suposto esquema de fraude no Imposto de Renda descoberto em cidades da Serra, Meio-Oeste, Oeste e Sul de Santa Catarina.

Dos 60 suspeitos confirmados até agora, três são funcionários de um escritório de contabilidade, 19 são profissionais da saúde e 38 são clientes.

O caso começou a ser apurado há sete meses, depois que a Receita Federal estabeleceu vínculos fiscais entre os envolvidos.

Durante as investigações, foi constatado que um escritório de contabilidade de Curitibanos estaria recrutando profissionais de saúde que trabalham ou já trabalharam na cidade para participar do esquema.

Fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos e terapeutas ocupacionais cobravam para emitir recibos de serviços que nunca prestaram a clientes do escritório de contabilidade.

Assim, ao apresentar à Receita os comprovantes de elevados gastos com saúde, estas pessoas conseguiam reduzir o valor do Imposto de Renda a pagar ou aumentar a restituição.

Em cinco anos, calcula-se que o esquema tenha causado prejuízos superiores a R$ 5 milhões aos cofres da União.

Depois de apreender documentos e materiais de informática em Lages, Curitibanos, Chapecó, Criciúma, Içara, Lebon Régis e São Paulo (SP) na terça-feira, a Polícia Federal começou a analisar os materiais para encaminhar à perícia a fim de concluir os inquéritos e enviá-los à Procuradoria da República, que deverá oferecer denúncia à Justiça Federal.

_ Ao abrir os malotes e analisar as apreensões, acreditamos que mais 10 pessoas, pelo menos, estão entre os beneficiários _, diz o delegado Allan Dias, do Núcleo de Inteligência da Superintendência da Polícia Federal em Santa Catarina.

Os indiciados responderão na esfera criminal por falsidade ideológica, organização criminosa e crime contra a ordem tributária.

Já na esfera administrativa deverão pagar, com juros, os valores que teriam burlado e multa que varia de 150% a 225% calculados sobre o valor do Imposto de Renda.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

Suspeitos de estupro coletivo estão na cadeia

18 de dezembro de 2013 0
Toda a investigação do caso foi feita pela equipe do delegado Fabiano Henrique Schmidt, que garante não ter dúvidas sobre os suspeitos. Foto: Vani Boza, abril 2013

Toda a investigação do caso foi feita pela equipe do delegado Fabiano Henrique Schmidt, que garante não ter dúvidas sobre os suspeitos. Foto: Vani Boza, abril 2013

Após dois meses de investigação, a Polícia Civil de Correia Pinto, na Serra Catarinense, prendeu nesta terça-feira quatro pessoas suspeitas de envolvimento em um estupro de duas menores de 14 anos ocorrido na madrugada de 21 de outubro.

O quarteto teria praticado os crimes em uma casa diante de várias outras pessoas, inclusive menores.

O delegado Fabiano Schmidt e sua equipe ouviram as vítimas, os suspeitos e testemunhas e requisitaram perícias para esclarecer os fatos.

Além dos quatro presos, que ficarão à disposição da Justiça no Presídio Regional de Lages, os pais das vítimas serão indiciados pelo crime de omissão quanto ao exercício do poder familiar.

* Com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil de Santa Catarina.

Bookmark and Share

Fraudadores do Imposto de Renda são da classe alta

17 de dezembro de 2013 0

Os beneficiários do suposto esquema de fraudes no Imposto de Renda descoberto pela Receita, Procuradoria da República e pela Polícia Federal em cidades da Serra, Meio-Oeste, Oeste e Sul de Santa Catarina e que resultou em uma grande operação na manhã desta terça-feira são pessoas de classe média alta.

Os investigadores não acreditam que pessoas de menor poder aquisitivo tenham participação, uma vez que, para lucrar ilegalmente em cima dos cofres públicos, primeiro era preciso gastar muito dinheiro.

As investigações apontam que a suposta fraude era praticada há pelo menos cinco anos e que já teria resultado em prejuízos superiores a R$ 5 milhões à União. Pelo menos 60 pessoas já foram formalmente apontadas como suspeitas.

Continua…

Bookmark and Share

Profissionais da saúde emitiam recibos falsos

17 de dezembro de 2013 0
Delegado José Elói Werner Júnior (E), delegado Allan Dias (C) e o auditor fiscal Eduardo Zamparetti (D) explicaram os detalhes do caso em coletiva de imprensa. Foto: Pablo Gomes

Delegado José Elói Werner Júnior (E), delegado Allan Dias (C) e o auditor fiscal Eduardo Zamparetti (D) explicaram os detalhes do caso em coletiva de imprensa. Foto: Pablo Gomes

O caso começou a ser apurado há sete meses, depois que a malha fina da Receita Federal estabeleceu vínculos fiscais entre os envolvidos.

Durante as investigações, foi constatado que um escritório de contabilidade de Curitibanos estaria recrutando profissionais da saúde que trabalham ou já trabalharam na cidade para participar do esquema.

Os delegados Allan Dias e José Elói Werner Júnior e o auditor fiscal Eduardo Zamparetti explicam que fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos e terapeutas ocupacionais cobravam caro para emitir recibos de serviços que jamais prestaram a clientes do escritório de contabilidade.

Assim, ao apresentar à Receita Federal os comprovantes de elevados gastos com saúde, estas pessoas conseguiam reduzir o valor do Imposto de Renda a pagar ou aumentar a restituição.

_ Os profissionais da saúde só emitiam os recibos falsos mediante pagamento. Havia recibos de até R$ 10 mil. Os clientes compensavam esse gasto na redução ou restituição do Imposto de Renda. São pessoas de classe média alta, pois não vale a pena correr o risco por um rendimento baixo _, diz o auditor fiscal da Receita Federal, Eduardo Zamparetti.

Continua…

Bookmark and Share

Suspeitos deverão pagar elevadas multas

17 de dezembro de 2013 0
Movimentação foi intensa nesta terça-feira na delegacia da Polícia Federal de Lages, onde as investigações foram concentradas. Foto: Pablo Gomes

Movimentação foi intensa nesta terça-feira na delegacia da Polícia Federal de Lages, onde as investigações foram concentradas. Foto: Pablo Gomes

Na manhã desta terça-feira, durante a Operação Caduceu, em referência ao bastão entrelaçado por duas serpentes e um elmo alado e que simboliza a contabilidade, foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão e 22 de condução coercitiva para interrogatório dos suspeitos.

Os trabalhos foram realizados nas residências deles, nas cidades de Curitibanos, Lages, Chapecó, Criciúma, Içara, Lebon Régis e São Paulo (SP).

Foram apreendidos recibos falsos, declarações de Imposto de Renda e materiais de informática.
Com autorização da Justiça Federal de Caçador, também foram quebrados os sigilos fiscal e profissional dos investigados.

Os 60 suspeitos identificados até agora, sendo três funcionários do escritório de contabilidade, 19 profissionais da saúde e 38 clientes, responderão na esfera criminal por falsidade ideológica, organização criminosa e crime contra a ordem tributária.

Já na esfera administrativa deverão pagar, com juros e correções, os valores que teriam burlado e multa que varia de 150% a 225% calculados sobre o valor do Imposto de Renda.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

BR-282 começa a ser liberada após três anos

16 de dezembro de 2013 0
Pistas sob o viaduto da Avenida Camões devem ser abertas até a próxima sexta-feira. Foto: Pablo Gomes

Pistas sob o viaduto da Avenida Camões devem ser abertas até a próxima sexta-feira. Foto: Pablo Gomes

Um dos principais caminhos dos turistas do Oeste, Rio Grande do Sul e Argentina para as praias de Santa Catarina, a BR-282 começa a ser liberada no perímetro urbano de Lages, na Serra Catarinense, após três anos em obras.

A primeira parte deve ser aberta até a próxima sexta-feira, o que vai melhorar o fluxo e diminuir as filas. Por dia, cerca de 12 mil veículos passam pela rodovia, e o número chega a dobrar em feriados e durante a temporada de verão.

O trecho a ser liberado é o debaixo do viaduto da Avenida Camões, ao lado do Hospital Infantil Seara do Bem. A parte de cima está aberta há seis meses para o tráfego local. Com a nova medida, quem está na 282 não precisa mais usar os desvios pelas ruas Hercílio Granzotto (sentido Leste/Oeste) e Getúlio Vargas (Oeste/Leste), ambas no Bairro Conta Dinheiro.

Tais manobras obrigatórias causavam transtornos aos moradores e aos próprios motoristas, principalmente por conta dos semáforos instalados nos cruzamentos com a Avenida Camões e que deixavam o trânsito lento e congestionado, mas que agora não causarão mais problemas e serão utilizados apenas pelo tráfego local.

Os desvios continuarão existindo nos viadutos sobre os rios Ponte Grande, no acesso ao Bairro Guarujá; e Passo Fundo, no acesso à Avenida Duque de Caxias. Porém, com bem menos transtornos, pois são na própria rodovia e não levam os veículos para dentro da cidade.

Continua…

Bookmark and Share

Obra deve ficar pronta até a Festa do Pinhão

16 de dezembro de 2013 0

O supervisor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Lages, engenheiro Enio Spieker, prevê que o viaduto sobre o Rio Ponte Grande seja liberado em aproximadamente um mês. Já o da Avenida Duque de Caxias deve ficar pronto em março.

Todos os trabalhos, incluindo os 5,8 quilômetros de marginais nos dois lados da rodovia entre o aeroporto e a rótula do Cemitério Parque da Saudade, devem ser concluídos até julho.

Neste momento, as obras estão em 75% e já consumiram perto de R$ 40 milhões. Até o fim, a previsão é de que o custo total chegue a R$ 55 milhões, ficando abaixo do teto de R$ 62 milhões estipulado quando as obras iniciaram, em janeiro de 2011.

Pablo Gomes, Lages

A previsão é que os trabalhos sejam inaugurados até julho de 2014 e custem R$ 55 milhões. Foto: Pablo Gomes

A previsão é que os trabalhos sejam inaugurados até julho de 2014 e custem R$ 55 milhões. Foto: Pablo Gomes

Bookmark and Share

Suspeito de três tentativas de estupro é preso

12 de dezembro de 2013 0
Alcione Martins Moreira já foi reconhecido por duas das três vítimas. Foto: Polícia Civil de São Joaquim, Divulgação

Alcione Martins Moreira já foi reconhecido por duas das três vítimas. Foto: Polícia Civil de São Joaquim, Divulgação

Um homem foi preso em flagrante pela Polícia Civil de São Joaquim por tentativa de estupro na tarde de quarta-feira.

A Polícia Civil chegou a ele após a denúncia de que o indivíduo havia atacado uma mulher na localidade de Morro Agudo, no interior do município.

Os policiais conversaram com a vítima e localizaram o suspeito. Alcione Martins Moreira foi conduzido à delegacia e autuado em flagrante.

Segundo o delegado Diego Azevedo, outra vítima de tentativa de estupro foi chamada até a delegacia e teria reconhecido Alcione como o homem que havia lhe atacado no fim de setembro.

Ainda segundo o delegado, Alcione é suspeito também de uma terceira tentativa de estupro ocorrida semana passada.

As características do carro de Alcione coincidem com as do autor do crime, e falta apenas o reconhecimento por parte da vítima.

* Com informações da Polícia Civil de São Joaquim.

Bookmark and Share