Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Klabin anuncia demissões em unidade de Lages

28 de março de 2014 0
Trabalhadores da unidade 2 de Lages se reuniram nesta sexta-feira para discutir o assunto. Foto: Pablo Gomes

Trabalhadores da unidade 2 de Lages se reuniram nesta sexta-feira para discutir o assunto. Foto: Pablo Gomes

Uma das principais potências industriais de Santa Catarina confirmou nesta sexta-feira o encerramento de algumas linhas de produção e a consequente demissão de funcionários em uma das suas cinco fábricas no Estado. Maior produtora e exportadora de papel do Brasil, a Klabin não entra em detalhes, mas admite o desligamento de pessoal na unidade 2 de Lages.

A decisão da companhia foi comunicada na quinta-feira ao Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Papel de Lages (Sitipel). Na tarde desta sexta, cerca de 50 dos 70 funcionários da unidade se reuniram no local, às margens da BR-282, no Bairro Bates, para discutir o assunto.

O maior temor deles é a perda de garantias trabalhistas, principalmente quem tem estabilidade, como os que estão em pré-aposentadoria (acordo entre o Sitipel e a Klabin garante o emprego por dois anos antes da aposentadoria), auxílio-doença, vítimas de acidente de trabalho, dirigentes sindicais e membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa).

O presidente do Sitipel, Pedro Paulo de Oliveira, diz ter sido informado pela própria companhia que metade dos 70 trabalhadores da unidade será dispensada. O sindicato tentará convencer a Klabin a realocar os dispensados para as outras três fábricas da empresa na região serrana – uma em Lages, uma em Correia Pinto e uma em Otacílio Costa (há ainda uma unidade em Itajaí). Caso contrário, acionará a Justiça.

Por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa, a Klabin explica que, devido ao processo de reestruturação do negócio Sacos Industriais, deixará de fabricar o saco da linha SOS (Self Opening Sacks), e por isso encerrará algumas linhas de produção.

Assim, com a redução das atividades, a força de trabalho da fábrica será readequada e parte será dispensada. A companhia, porém, não informa a quantidade de funcionários que serão desligados. A Klabin garante ainda que oferecerá aos demitidos um pacote de benefícios que inclui gratificação por ano trabalhado, seguro de saúde e cesta básica.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

Envie seu Comentário