Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Bocaina do Sul"

Papagaio-charão busca pinhão na Serra de SC

02 de maio de 2014 0
Simpático bichinho sai da Serra Gaúcha para comer pinhão na Serra Catarinense. Foto: Dario Lins, Divulgação

Simpático bichinho voa em bandos de até três mil exemplares. Foto: Dario Lins, Divulgação

Nativo dos campos da Serra Gaúcha, o Papagaio-Charão vive em casais no Rio Grande do Sul. A partir de meados de março, quando o pinhão começa a ficar maduro, ele migra para a Serra Catarinense para comer.

Quando estão reunidos, chegam a voar em bandos de até três mil exemplares. Todos os dias, ao amanhecer, as aves vão para a região de Urupema e Urubici para comer pinhão nas araucárias e, ao entardecer, voltam para a região de Painel e Bocaina do Sul para dormir.

O biólogo Ari Fernando Raddatz, um dos organizadores do evento deste fim de semana e proprietário de uma pousada em Urupema que já se tornou referência nacional em observação de aves, explica que atualmente existem cerca de 25 mil exemplares do Charão vivendo entre as serras de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Continua…

Bookmark and Share

Polícia admite ação do tráfico nas pequenas cidades

22 de novembro de 2013 0
Operação policial com 50 agentes resultou na prisão de 12 pessoas na manhã desta sexta-feira em Bom Retiro e São José. Foto: Pablo Gomes

Operação policial com 50 agentes resultou na prisão de 12 pessoas na manhã desta sexta-feira em Bom Retiro e São José. Foto: Pablo Gomes

Foram quatro meses de investigação até uma preocupante constatação: o tráfico chegou a lugares onde até pouco tempo atrás não se falava nisso.

A Polícia Civil de Santa Catarina admite a presença de fornecedores de drogas nas pequenas cidades turísticas da região mais fria do Brasil e procura agir com firmeza para evitar que a situação fuja do controle.

Na manhã desta sexta-feira, uma grande operação com 50 agentes de várias delegacias, inclusive da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), resultou na prisão de 12 pessoas suspeitas de distribuir entorpecentes nas cidades de Bom Retiro, Bom Jardim da Serra, Bocaina do Sul, Rio Rufino, São Joaquim, Urubici e Urupema, na Serra.

Dez prisões ocorreram em Bom Retiro e duas em São José, na Grande Florianópolis, provável origem da droga.

Foram apreendidos também dois quilos de crack e maconha, uma balança de precisão, munições de armas de fogo, dez celulares e uma moto furtada.

— As investigações apontam para uma quadrilha com várias ramificações. Queremos saber agora quem recrutava adolescentes para atuar no tráfico de drogas nas cidades da região —, diz a delegada Raquel de Souza Freire, de Bom Retiro.

Conhecidas nacionalmente por suas belezas naturais, pelas menores temperaturas do país e pela constante ocorrência de neve durante o inverno, as cidades envolvidas nas investigações policiais somam juntas apenas 60 mil moradores.

E são essas pessoas que vivem basicamente da agricultura familiar, da pecuária, do cultivo de maçã e do turismo os novos alvos dos traficantes.

— O tráfico está uma crescente na região e conta com braços locais nas cidades. As drogas estão começando a entrar agora —, comenta o delegado Gustavo Gigliotti Murijo, de Urubici.

Todos os 12 detidos na operação desta sexta-feira, denominada Leão Baio 1 em referência ao felino silvestre típico da região e conhecido por sua agilidade ao caçar suas presas, cumprirão mandados de prisão temporária de 30 dias no Presídio Regional de Lages.

Pablo Gomes, Bom Retiro

Bookmark and Share