Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Inter de Lages"

Morre um dos personagens da história do Inter de Lages

14 de março de 2014 0

Cópia de Rubão

Cópia de Inter x Metropol_Rubão

De cima para baixo, Rubão em pose para foto; Rubão sofrendo o segundo gol de Anacleto na final do estadual de 1965 e o Inter de Lages campeão. Fotos: Acervo Inter de Lages, Divulgação

De cima para baixo, Rubão em pose para foto; Rubão sofrendo o segundo gol de Anacleto na final do estadual de 1965 e o Inter de Lages campeão. Fotos: Acervo Inter de Lages, Divulgação

O futebol catarinense perdeu neste sexta-feira um dos maiores goleiros de sua história. Rubens Ignácio Vicência não resistiu aos problemas de saúde que o levaram a ser internado em Criciúma, cidade em que viveu alguns de suas maiores glórias, e morreu aos 74 anos.

Rubão, como também era carinhosamente chamado, foi sete vezes campeão catarinense. Cinco dos títulos ele conquistou pelo Metropol, a lendária equipe de Criciúma que dominou o futebol do estado naquele período. E foi nessa época de auge que Rubão entrou para a história do Internacional de Lages.

Era Rubens o goleiro do Metropol no dia 27 de março de 1966, quando o alviverde criciumense enfrentou o Colorado Lageano pela decisão do estadual de 1965.

Rubão já era tricampeão catarinense, mas, naquela tarde, em Lages, foi batido duas vezes por Anacleto. O ponta-esquerda colorado, hoje vice-presidente do clube lageano, foi o herói da decisão que acabou com vitória do Inter por 2 a 1. É o maior título do clube até hoje.

Mesmo com uma conhecida dificuldade para manter o peso, Rubão tinha na agilidade uma de suas principais características.

Depois de deixar o Metropol, em 1969, ele defendeu Grêmio, Atlético Paranaense, Avaí (pelo qual conquistou mais dois estaduais) e Marcílio Dias.

O Inter de Lages lamenta a perda de uma figura maiúscula do futebol catarinense, pelo qual a torcida colorada sempre teve respeito e admiração. O clube manifesta seu pesar aos familiares, amigos e admiradores de Rubão.

* Com informações do Inter de Lages.

Bookmark and Share

Inter de Lages volta a campo e planeja 2014

06 de dezembro de 2013 0
Colorado Lageano disputa a Segunda Divisão a partir de fevereiro. Foto: Pablo Gomes

Colorado Lageano disputa a Segunda Divisão a partir de fevereiro. Foto: Pablo Gomes

O Internacional enfrenta neste domingo, às 17h, uma seleção formada por atletas dos times que disputam os Jogos Comunitários de Lages (Jocol), competição realizada anualmente pela Fundação Municipal de Esportes (FME). Será o encerramento oficial da temporada do Inter.

O jogo será no Estádio Vidal Ramos Júnior, com entrada gratuita. Pelo Inter estarão em campo nomes como Brasão, Bruno, Alan, Erlon, Gustavo, Jaiminho, Dedo, Tiago Capeta e Fabrício, todos heróis da conquista do título da divisão de acesso, há uma semana. A seleção do Jocol será definida pela FME.

Com a partida festiva, o Inter encerra suas atividades de campo em 2013, mas o trabalho do clube segue em curso.

Já na segunda-feira, a direção colorada estará na sede da Federação Catarinense de Futebol, em Balneário Camboriú, para a primeira reunião de definição do regulamento da série B (antiga divisão especial) do estadual. A expectativa é de que o campeonato comece já em fevereiro.

Além do Inter, campeão da divisão de acesso (que passará a ser chamada de série C em 2014), estarão na reunião os representantes de Imbituba, Atlético Tubarão, Guarani de Palhoça, Camboriú, Concórdia, Caçador, Porto, Canoinhas e Hercílio Luz.

* Com informações do Inter de Lages

Bookmark and Share

Capacidade do Tio Vida aumenta para a final

13 de novembro de 2013 0
Bombeiros liberaram o uso do antigo pavilhão na tarde desta quarta-feira. Foto: Luciano Mortari, FME Lages, Divulgação

Bombeiros liberaram o uso do antigo pavilhão na tarde desta quarta-feira. Foto: Luciano Mortari, FME Lages, Divulgação

O Inter de Lages conquistou um grande reforço de última hora para subir à Segunda Divisão do Campeonato Catarinense.

Na tarde desta quarta-feira, poucas horas do primeiro jogo da final do returno da terceirinha, contra o Blumenau, o Corpo de Bombeiros vistoriou o Estádio Municipal Vidal Ramos Junior e liberou a utilização do antigo pavilhão, interditado há alguns anos.

Assim, a capacidade do Tio Vida, que estava limitada a 4,5 mil pessoas, aumentou em 1.935 lugares, ficando com um total de 6.485.

* Com informações do jornalista Luciano Mortari, da assessoria de imprensa da Fundação Municipal de Esportes de Lages.

Bookmark and Share

Ataque de abelhas faz jogadores deitarem

12 de novembro de 2013 0

Cópia de Abelhas no jocol mais 40 (3)

 

Árbitros, jogadores e torcedores precisaram se proteger da fúria das abelhas durante final do Jocol. Fotos: Nilton Wolff, O Goleador, Divulgação

Árbitros, jogadores e torcedores precisaram se proteger da fúria das abelhas durante final do Jocol. Fotos: Nilton Wolff, O Goleador, Divulgação

Menos de um mês após um ataque de quero-quero a um árbitro assistente em uma partida do Inter de Lages pela Terceira Divisão do Campeonato Catarinense, outro momento hilário marcou uma partida de futebol amador com atletas da maior cidade da Serra Catarinense, ainda que as investidas do pássaro contra o bandeirinha tenham ocorrido no Estádio Hercílio Luz, em Itajaí.

O novo lance bizarro do esporte lageano ocorreu na manhã do último domingo. Americano e Industrial decidiam o título do campeonato de futebol suíço para atletas com mais de 40 anos nos Jogos Comunitários de Lages (Jocol).

A partida, realizada no campo da Associação Pinheirinho, no Bairro Passo Fundo, estava no segundo tempo quando alguns torcedores começaram a se atirar ao chão. Logo em seguida, a mesária do jogo fez o mesmo.

Instantaneamente, a atitude foi repetida pelos atletas reservas. Até que, ao perceber o que estava acontecendo, o árbitro Antonio Rogério Ozório tomou a decisão.

_ Para o jogo agora. Todo mundo deitado no chão.

Um enorme enxame partiu para cima das cerca de 150 pessoas que estavam no local, entre jogadores e torcedores, e todas se obrigaram a deitar no gramado ou onde quer que estivessem para se proteger da fúria das abelhas.

Continua…

Bookmark and Share

Fotos inusitadas em uma década de profissão

12 de novembro de 2013 0
O fotógrafo Nilton Wolff sorri ao lembrar da cena de um torcedor que deitou com o corpo de cerveja sobre o peito para não derramar a bebida. Foto: Nilton Wolff, O Goleador, Divulgação

O fotógrafo Nilton Wolff sorri ao lembrar da cena de um torcedor que deitou com o corpo de cerveja sobre o peito para não derramar a bebida. Foto: Nilton Wolff, O Goleador, Divulgação

O fotógrafo Nilton Wolff, da revista O Goleador, acompanhava a partida. Ele conta que no momento nem se deu conta dos riscos que corria, pois o que lhe interessava era registrar as imagens dos atletas deitados no gramado. Até que alguém o advertiu, e só aí ele decidiu se proteger.

_ Eu fiquei fazendo as fotos por instinto e alguém gritou “deite, seu louco”. Então senti as abelhas na minha cabeça e me joguei no chão. Era um enxame muito grande e barulhento.

Para Wolff, que tem 42 anos de idade e há 10 fotografa profissionalmente, além do ataque das abelhas, que ele nunca tinha presenciado, outros dois lances chamaram a atenção durante o episódio.

_ O árbitro agiu como se fosse o comandante de um navio, pois só se preocupou com a própria segurança depois que todos estavam protegidos. Outra cena que me chamou a atenção foi a de um torcedor que deitou no chão e deixou o corpo de cerveja sobre o peito para não derramar _, sorri o fotógrafo, que admite ter ficado um tanto tenso durante o ataque das abelhas.

Continua…

Bookmark and Share

"Minha prioridade é a integridade dos atletas"

12 de novembro de 2013 0
O árbitro Antonio Rogério Ozório, de 67 anos, só pensou na própria segurança depois que todos os atletas estavam protegidos. Foto: Nilton Wolff, O Goleador, Divulgação

O árbitro Antonio Rogério Ozório, de 67 anos, só pensou na própria segurança depois que todos os atletas estavam protegidos. Foto: Nilton Wolff, O Goleador, Divulgação

O comandante a quem Nilton Wolff se refere é Antonio Rogério Ozório. Com 67 anos de idade e há nada menos que 46 como árbitro, ele apitou importantes clássicos em estádios de todo o Brasil durante os 15 anos em que atuou no futebol profissional.

Ozório já precisou paralisar partidas por causa de chuva de granizo, mas por ataque de abelhas, foi a primeira vez.

Na manhã deste domingo, ao constatar o risco a que os atletas estavam expostos, apitou bem forte como se estivesse encerrando a partida e determinou que todos deitassem imediatamente.

E somente quando a sua ordem foi atendida é que ele ficou imóvel, em pé, junto a uma das traves, esperando as abelhas irem embora.

_ Eu acompanho muitos documentários, e as orientações que sempre vejo é que em caso de ataque de abelha você deve deitar, ficar imóvel ou correr para dentro de água. Agimos certo, e felizmente tudo acabou bem.

Ainda que precise dar cartão vermelho a muitos e seja xingado por outros, Osório sente-se responsável pelo bem-estar dos atletas durante os jogos que apita.

Pai de quatro filhos e avô de dois netos, ele prioriza a segurança de todos e jamais abrirá mão disso.

_ Eu sou o comandante do jogo e tenho que fazer respeitar as regras. Mas num ataque de abelhas não existe regra, pois é algo inesperado, como aconteceu com o bandeirinha atacado pelo quero-quero no jogo do Inter de Lages. Minha primeira prioridade sempre será a integridade dos atletas.

Passado o ataque das abelhas, que durou aproximadamente dois minutos, o Americano derrotou o Industrial por 3 a 0 na decisão do campeonato e conquistou a taça – essa sim com o doce sabor da vitória.

Pablo Gomes, Lages

Bookmark and Share

Inter de Lages humilha e assume a ponta

03 de outubro de 2013 0
Leão Baio fez a festa no Tio Vida na noite desta quarta-feira. Foto: José Spindola Junior, Blog do Biguá, Divulgação

Leão Baio fez a festa no Tio Vida na noite desta quarta-feira. Foto: José Spindola Junior, Blog do Biguá, Divulgação

Em sua última partida em casa antes de um intervalo de 18 dias longe da torcida, o Internacional goleou o Curitibanos na noite desta quarta-feira no Vidal Ramos Júnior. Com o resultado, o Inter assumiu a liderança do returno, com 4 pontos e 7 gols de saldo.

Amplamente superior ao adversário, o Inter manteve-se no ataque durante quase toda a partida. No primeiro tempo, o camisa 10 Thomaz marcou duas vezes, uma de falta e uma de pênalti, e pôs os colorados em vantagem.

A vitória parcial não escondeu a dificuldade da equipe com a natural falta de ritmo e de entrosamento.

Três jogadores faziam sua primeira partida pelo clube (o goleiro Alysson, o zagueiro Vitor Hugo e o atacante Elcimar), enquanto outros voltavam à equipe depois de um tempo de afastamento (caso do atacante Jaiminho, que ficou mais de um mês sem atuar para se recuperar de uma fratura na mão esquerda).

No segundo tempo, Thomaz marcou seu terceiro gol, mais uma vez de pênalti, e Elcimar fez dois (um de pênalti e um de perna esquerda, após boa jogada de Jaiminho).

Aldair Bahia marcou de canhota, em boa trama do ataque colorado, e Lucas Pando fez o gol mais bonito da partida: ao receber passe de Elcimar, Pando girou o corpo e bateu de calcanhar para o gol.

O Inter está empatado em número de pontos no returno com Blumenau, Pinheiros e Oeste, mas fica em vantagem na comparação do saldo de gols.

O Colorado Lageano folga na terceira rodada e volta a jogar no dia 13 contra o Jaraguá, em Jaraguá do Sul. A próxima partida em casa será contra o Maga, no dia 20.

* Com informações da assessoria de imprensa do Inter de Lages.

Bookmark and Share

Inter de Lages reinicia a busca pelo acesso

27 de setembro de 2013 0

Após sagrar-se campeão do turno da Divisão de Acesso, o Inter de Lages parte em busca do título do returno para garantir a vaga à Segunda Divisão do Campeonato Catarinense em 2014.

Na primeira rodada o Leão da Serra encara o Blumenau (terceiro colocado no turno). No jogo que marcou a abertura do campeonato, quando a equipe do técnico Nasareno Silva visitou o adversário, o Inter bateu o time do Vale do Itajaí no estádio do Sesi por 1 a 0, conquistando seus primeiros pontos na competição.

Continua…

Bookmark and Share

Dois torcedores entram com apenas um ingresso

27 de setembro de 2013 0

Alguns torcedores estão confundindo o teor da promoção de ingressos para Inter x BEC, neste domingo, julgando ser “pague 1 ingresso, leve 2″. Na verdade, a promoção é “1 paga, 2 entram”.

Explica-se a diferença: se o Internacional vender apenas um ingresso, mas entregar dois, terá de pagar à Federação Catarinense de Futebol pelo ingresso extra entregue ao comprador. Em razão disso é que a promoção dá direito de duas pessoas entrarem com apenas um bilhete.

Os ingressos são vendidos nas lojas Honolulu e Laura Violandi e no posto Ipiranga Centenário, na avenida Presidente Vargas.

Entrada inteira (R$ 20) dá direito a duas pessoas de entrar no estádio, sem restrições. Meia-entrada (R$ 10) também permite que duas pessoas entrem no estádio, desde que elas tenham direito a essa faixa de preço (mulheres, aposentados, cadeirantes e estudantes com carteirinha válida fazem parte do grupo).

Não é preciso nada além da apresentação do bilhete para participar da promoção: um bilhete na mão, duas pessoas entram.

* Com informações da assessoria de imprensa do Inter de Lages.

Bookmark and Share

Inter de Lages comemora título após 13 longos anos

25 de setembro de 2013 0
Inter de Lages soltou o grito de campeão depois de quase cinco mil dias. Foto: José Spindola Júnior, Divulgação

Inter de Lages soltou o grito de campeão depois de quase cinco mil dias. Foto: José Spindola Júnior, Divulgação

Foram 4825 dias de espera. Se os pessimistas juravam que a seca de títulos do Internacional de Lages ia durar para sempre, ontem, uma cidade inteira pôde provar que até a eternidade tem fim.

O Inter conquistou nesta terça-feira o turno da terceira divisão do estadual. Ainda não é o título que a torcida espera – o da divisão de acesso, que, se vier, tirará o clube de vez da antessala do inferno, a terceira divisão do Catarinense. Mas, para um clube há muito ameaçado pela inexistência, a alegria de sua torcida não respeita gradações.

Antes da conquista de ontem, os colorados lageanos não celebravam um título desde 9 de julho de 2000. Naquela data, sob chuva, mas mais de 10 mil torcedores empurraram seu time do coração de volta para a elite do estadual.

Com um gol de falta do artilheiro Kuki (o jogador que mais fez gols pelo Inter em um único campeonato nos 64 anos do clube), os colorados empataram por 1 a 1 com o Joaçaba e ascenderam pela última vez para a elite.

A conquista de 2000, ao contrário da de ontem, deu ao Inter o direito de subir de divisão. Há, portanto, pesos diferentes entre elas. Mas a desta terça-feira tem a simbologia de ser mais um marco zero no processo de reorganização do clube, iniciado com a eleição do ídolo José Carlos Susin, o Zezé, e seu grupo para a direção do Inter, em dezembro de 2012.

Os incrédulos ainda se beliscam para saber se o que ocorre é verdade. Os pessimistas e os agourentos seguem a ruminar suas maledicências. E os supersticiosos procuram sinais dos céus nas entrelinhas.

Horas antes da decisão desta terça, uma breve mensagem em uma rede social ligou o alerta. “Boa sorte nessa decisão. Grande abraço, Kuki”, escreveu o ex-artilheiro colorado.

Para alguns, foi o presságio da conquista de ontem. Para outros tantos, foi o presságio de conquistas – tendo a de ontem sido apenas a primeira. Que os supersticiosos digam amém.

Continua…

Bookmark and Share