Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "São Martinho"

Longe demais das capitais... que bênção!

17 de junho de 2010 3

Só mesmo numa cidade pequena como São Martinho é possível deixar as chaves do carro na fechadura sem a menor preocupação. Foto: Pablo Gomes

“Vou fugir dessa metrópole à libertação”, diz o poeta lageano Daniel Lucena em sua belíssima música Nas manhãs do sul do mundo.

Muitas pessoas têm o desejo de viver em cidades grandes em meio a prédios gigantescos, avenidas compridas e movimentadas, aeroportos, shoppings, cinemas, lojas riquíssimas e uma infinidade de opções 24 horas por dia.

Esquecem, porém, de detalhes importantíssimos que jamais serão encontrados nas grandes cidades, como a paz, o sossego e as amizades sinceras, realidades típicas dos pequenos lugares.

Pois vejam só o que encontramos na pequena São Martinho, distante 45 quilômetros de Tubarão, no Sul de Santa Catarina.

Em novembro do ano passado, publicamos aqui no Diário da Serra a história de um mercado lá em São Martinho que conquista os clientes com criatividade e sinceridade.

Pois no mesmo lugar, semana passada, nos deparamos com uma cena fantástica.

Em frente ao mesmo mercado, um carro ficou estacionado boa parte do dia com as chaves na fechadura do porta-malas.

Ali, para todo mundo ver. Alertado sobre isso, o proprietário do carro disse com a maior tranquilidade.

_ Não tem problema, aqui não tem risco nenhum.

Que bênção!

São Martinho e seus pouco mais de três mil habitantes.

Realidade da maioria dos municípios da Serra Catarinense.

Ocorrências policiais são isoladas, quase raras.

“Nossa cidade é tão pequena e tão ingênua”, diz Humberto Gessinger, da banda gaúcha Engenheiros do Hawaii.

Por isso quero viver longe demais das capitais…

Pablo Gomes, São Martinho

Crack, nem pensar

Bookmark and Share