Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

AgroGestão 2010 movimenta Chapecó

17 de março de 2010 1

Stephanes diz que lei ambiental exclui um milhão de produtores/Alan Pedro

Um milhão de agricultores brasileiros perderiam sua capacidade produtiva e metade deles estariam atuando de forma irregular se fossem aplicados as leis e decretos ambientais vigentes no país.
A afirmação foi do ministro da Agricultura, Reinold Stephanes, um dos palestrantes do Agrogestão, evento que iniciou ontem e encerra hoje no Centro de Eventos Plínio Arlindo De Nês, em Chapecó.
Ele afirmou que as plantações de arroz em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul e os pomares de maçã em São Joaquim não estariam de acordo com a legislação.
Para o ministro é necessária uma reforma na legislação que contemple questões técnicas e não ideológicas. Ele alfinentou seu colega ministro do Meio Ambiente. –Ele nasceu e cresceu na praia, não entende o interior do país- afirmou Stephanes.
O ministro disse que a classe produtora sempre foi excluída das discussões ambientais, que foram influenciadas por organizações não-governamentais financiadas com dinheiro internacional.
Para Stephanes é possível dobrar a produção de grãos sem derrubar uma árvore, apenas aumentando a produtividade e recuperando áreas degradadas.
O ex-ministro Roberto Rodrigues, que também palestrou no Agrogestão, disse que é necessária mais articulação do setor para mostrar sua importância. Ele afirmou que o agronegócio é responsável por 27% do Produto Interno Bruto e gera 37% dos empregos. Rodrigues citou o exemplo dos produtores norte-americanos, que são apenas 2% mas tem o apoio de outros setores ligados a ele, como o de máquinas, insumos e embalagens.
O co-presidente da BR Foods, Luiz Fernando Furlan, também esteve no evento e afirmou que o Brasil deve pensar em vender alimentos em gramas e não em toneladas. Para isso é necessário processar os produtos e criar zonas de origem controlada, como os vinhos do Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul.
Hoje o primeiro palestrante, às 8h30, é outro ex-ministro da Agricultura, Marcus Vinícius Pratini de Moraes.

Postado por Darci Debona, Chapecó

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • roberto c. ploencio diz: 18 de março de 2010

    Parabens ao oeste de santa e bela catarina pelo grande evento grandes nomes da nossa agricultura brasileira,o sul agradesce

Envie seu Comentário