Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bate e assopra

26 de maio de 2006 0

Orlando Desconsi (PT) e Darcísio Perondi (PMDB)/Montagem clicRBS
O clima esquentou durante a reunião da bancada gaúcha, esta semana no Congresso. Por duas vezes, os deputados discutiram rispidamente. A primeira refrega envolveu Darcísio Perondi (PMDB) e Orlando Desconsi (PT), tudo por conta da divisão dos recursos previstos na emenda da bancada gaúcha para investimentos em fruticultura. Perondi quis retirar a assinatura e foi criticado por Desconsi.

- Tu estás dizendo que eu não tenho palavra? A gente já teve uma briga feia e colocamos uma pedra em cima por conta dos interesses do Estado, mas isso eu não admito – reagiu Perondi.

- Deixa disso, Perondi. Não quis dizer nada, te acalma – contemporizou Desconsi.

Minutos depois, a encrenca foi entre Júlio Redecker (PSDB) e Mendes Ribeiro Filho (PMDB) . Novamente o motivo foi a divisão de recursos, desta vez para turismo. Redecker chegou atrasado à reunião e não aceitava a divisão acertada antes. Quando Mendes tentou intervir, o tucano saltou:

 - Ninguém aqui vai cassar a minha palavra. Ninguém – gritava ao microfone.

 Mendes, que estava sentado à frente de Redecker, se virou e encarou o tucano:

- Mas o que é isso, vais dar uma de machão aqui agora? Era só o que faltava.

A turma do deixa-disso logo entrou em ação e os dois esquentadinhos se acalmaram. A reunião continou e todos passaram a se lambuzar com doces de Pelotas trazidos pelo deputado Érico Ribeiro. Na saída, Érico ainda brincou com Mendes:

- Olha só o tamanho do Redecker, Mendes, tu não teria chance.

- Bater em baixinho é sacanagem – provocou Redecker, já abraçando Mendes.

Postado por Fábio Schaffner

Envie seu Comentário