Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de setembro 2006

Queimando o filme

29 de setembro de 2006 0

Claro que há interesses eleitorais por trás do vazamento das fotos da dinheirama apreendida com os cassetas-petistas. Afinal, a imagem só apareceu na ante-véspera da eleição, contrariando ordens expressas do ministro Márcio Thomaz Bastos para que não fosse divulgada. Os tucanos exultaram ontem a exibição das fotos. Embora não haja mais possibilidade de o dinheiro ser exibido na propaganda eleitoral, é possível que a repercussão na imprensa traga algum prejuízo à campanha petista. Tanto que o governo imediatamente mandou a PF investigar quem vazou as fotos. E o PT recorreu à Justiça tentando impedir a exibição das fotos no noticiário.
O problema é o surrado discurso petista. Atribui o vazamento a mais uma conspiração das elites, mas como, se a imagem estava em poder da própria Polícia Federal? E que elites são essas? Freud Godoy, o assessor de Lula envolvido no Dossiê Cuiabá, mora num apartamento de R$ 500 mil. É um discurso para desviar a atenção e deixar Lula como vítima de um complô. Lula é vítima, sim, mas da trapalhada criada pelos próprios petistas, que conseguiram colocar em risco a reeleição do presidente.

 

Íntegra da coluna de sábado de Klécio Santos em Zero Hora

Postado por Klécio Santos

Sal nas sanguessugas

29 de setembro de 2006 0

Na ante-véspera da eleição, o Ministério Público despejou um punhado de sal sobre o dorso dos deputados-sanguessugas gaúchos. O MP ingressou hoje com três ações civis públicas por improbidade administrativa contra os contra os deputados federais Edir Oliveira (PTB), Paulo Gouvea (PL) e Érico Ribeiro (PP). Eles são acusados de receber R$ 70 mil em propinas da máfia das ambulâncias. Os autores da ações, a procuradora da República Márcia Noll Barboza e o procurador regional da República da 4ª Região Paulo Mazzotti Girelli, estão pedindo à Justiça Federal a indisponibilidade dos bens dos três deputados.

Postado por Fábio Schaffner

Pé torto

29 de setembro de 2006 0

Flávio Neves/Agência RBS
Convicto de que a eleição não se decide neste domingo, o senador Jorge Bornhausen avalia que a ausência do presidente no debate só ajuda a confirmar a tendência de segundo turno. Sobre a covardia Lula, bateu duro, bem ao seu estilo: 
_ Ele realmente não tinha condições morais para comparecer e resolver fugir.
Apesar de elogiar o desempenho de Geraldo Alckmin, Bornhausen não deixou de ironizar a trapalhada do tucano que, sorteado para falar sobre corrupção, dirigiu uma pergunta ao ausente Lula sobre saúde e educação:
_ Ele deixou de fazer um gol sem goleiro.

Postado por Klécio Santos

Mensaleiros endinheirados

29 de setembro de 2006 0

Dinheiro para a campanha não é problema para os deputados envolvidos no escândalo do mensalão. Juntos, eles já arrecadaram R$ 3,35 milhões. O incômodo tem sido as cobranças dos eleitores, revoltando com as sucessivas denúncias de corrupção. Um dos casos mais emblemáticos é do Professor Luizinho (PT-SP). Ex-líder do governo na Câmara, o deputado foi acusado de receber R$ 20 mil das contas do empresário Marcos Valério – a menor quantia entre os envolvidos – e acabou absolvido em plenário. Agora, mesmo já tendo arrecadado R$ 476 mil Luizinho enfrenta resistência no eleitorado e até mesmo dentro do partido.

 - Muitos eleitores se negam a receber santinhos dele e os próprios petistas são os que mais batem nele – afirma a cientista política Maria do Socorro Braga.

Postado por Fábio Schaffner

Vazou a foto

29 de setembro de 2006 1

Reprodução Agência Estado
Apareceu a famigerada foto. Agentes da Polícia Federal vazaram para a imprensa a imagem dos R$ 1,7 milhão apreendidos com os petistas envolvidos na Operação Cuiabá. O curioso é que a foto só apareceu após o fim da propaganda no rádio e TV. Ainda assim, a pilha de notas de real e dólar ganharão destaque logo mais à noite no Jornal Nacional e na capa dos principais jornais do país, amanhã. Ou seja, pode causar algum estrago na ante-véspera da eleição. Quem não gostou nada do vazamento foi, claro, o governo. A PF já abriu inquérito para investigar quem passou a foto à imprensa.

Postado por Fabio Schaffner

Domicílio

29 de setembro de 2006 1

Divulgação/clicRBS
O ministro Augusto Nardes (foto), do Tribunal de Contas da União, não transferiu o título. Continua votando em Santo Ângelo. Com pouco mais de um ano na Corte de contas, o ministro gaúcho conseguiu relatar mais de mil processos. O trabalho mais minucioso foi na fiscalização da %22operação tapa-buracos%22.

Leia a íntegra da coluna de Ana Amélia Lemos de hoje no jornal Zero Hora

Postado por Sucursal de Brasília

Sem explicações

28 de setembro de 2006 5

Entre a fuzilaria adversária e afago popular do seu berço político, Lula optou pelo segundo. Pesou na decisão do presidente a sensação de que a cadeira vazia traria menos prejuízo a sua campanha do que enfrentar uma arena com ataques combinados vindos de três fronts.
Não foi uma decisão fácil. Lula ouviu muita gente antes de viajar para São Bernardo do Campo. Entre os consultados está o gaúcho Henrique Fontana, líder do PT na Câmara. A impressão que Lula passava a esses interlocutores era a de que estava propenso a participar do debate na Rede Globo. Na verdade, era visível sua confusão. Durante todo o dia, o Planalto emitia sinais positivos – Lula chegou inclusive a gravar uma mensagem à militância do ABC que seria transmitida num telão. Foi alertado, porém, de que teria pouco espaço para falar de seu governo e passaria a maior parte do tempo dando explicações. Isso foi comprovado logo no primeiro bloco, quando o sempre cordato Cristovam Buarque tripudiou cogitando uma eventual renúncia de Lula em um segundo mandato por conta das denúncias de corrupção.
Na prática, Lula já sabia que seriam duas horas de saia-justa. Se sua ausência terá algum reflexo nas urnas, só saberemos dia 1º. Até o momento, o vendaval de denúncias não tem afetado sua fortaleza eleitoral.

 

Íntegra da coluna de sexta-feira de Klécio Santos em Zero Hora

Postado por Klécio Santos

O que faz o medo

28 de setembro de 2006 8

Ele tremeu. Lula acaba de comunicar à Rede Globo que não irá ao debate de logo mais à noite. Pesou na decisão do presidente a avaliação de que ele nada ganharia. Pior, só teria a perder, diante da fuziliaria dos adversários. Sem Lula, o debate perde muito, inclusive audiência. Já os efeitos nas urnas, só domingo para sabermos.

Postado por Fábio Schaffner

Gaúcha Repórter

28 de setembro de 2006 0

Ouça o comentário de Klécio Santos no Gaúcha Repórter

Clique aqui

Postado por Sucursal de Brasília

Chatice

28 de setembro de 2006 0

Não teve grandes novidades os penúltimos progamas eleitorais levados ao ar agora há pouco pelos candidatos à Presidência. Geraldo Alckmin repetiu os programas anteriores, exibindo imagens dos petistas presos na Operação Cuiabá e cobrando das autoridades a origem do dinheiro apreendido. Já o presidente Lula apareceu ao lado da mulher, Marisa Letícia, dizendo que será duplamente julgado: pelas realizações de seu governo e pelas propostas que apresentou para o segundo mandato. Cristovam Buarque, Luciano Bivar, Eymael e Heloísa Helena agradeceram o apoio recebido na campanha. Vamos aguardar os programas derradeiros, logo mais à noite, para ver se algum candidato apresenta algo mais criativo.

Postado por Fabio Schaffner

Crédito

28 de setembro de 2006 0

Divulgação/clicRBS
O ministro da Educação, Fernando Haddad (foto), pedirá ao Conselho Monetário Nacional redução na taxa de juros cobrada do Fies dos alunos do ensino superior. O ministro reconheceu que o custo é incompatível com o orçamento das famílias.

Leia a íntegra da coluna de Ana Amélia Lemos de hoje no jornal Zero Hora

Postado por Sucursal de Brasília

Sobram insinuações

27 de setembro de 2006 0

Embora o procurador Mario Lúcio Avelar não explique os motivos para o pedido de prisão de seis dos envolvidos no caso do Dossiê Cuaibá, a medida é inócua. Por conta das regras eleitorais, ninguém poderá ser preso, salvo em flagrante, até quarta-feira. Como foi uma juíza de plantão que decretou as prisões, até lá os petistas certamente conseguirão revogar a medida. A prisão se justificava uma semana atrás, tão logo surgiram os nomes dos principais protagonistas. Evitaria, assim, que a turma liderada pelo churrasqueiro Jorge Lorenzetti combinasse uma versão para o caso.
Diante da ausência de argumentos plausíveis para as prisões, o PT partiu para o contra-ataque. Ontem mesmo o partido ingressou com uma representação contra Avelar no Conselho Nacional do Ministério Público. Os dirigentes petistas se queixam das %22insinuações e aleivosias%22 do procurador. Ninguém questiona a responsabilidade do PT no Dossiê Cuiabá, mas, em parte, os petistas têm razão. É só lembrar do episódio dos grampos no Tribunal Superior Eleitoral. Não faltaram insinuações de que o governo havia grampeado os ministros. E a varredura da Polícia Federal, no entanto, não encontrou grampo algum.

 

Íntegra da coluna de quinta-feira de Klécio Santos em Zero Hora

Postado por Klécio Santos

Tensão no comitê 2

27 de setembro de 2006 0

Desde a demissão de Ricardo Berzoini do comando da campanha, há uma semana, pequenas crises têm se criado no comitê. Há discussões freqüentes e cobranças mútuas entre os funcionários.

- Tem gente querendo mostrar mais serviço nesse momento de confusão, mas às vezes acabam atropelando as coisas. Todo dia agora tem bate-boca – comenta um funcionário do comitê.

Postado por Fábio Schaffner

Tensão no comitê

27 de setembro de 2006 0

Guarnecido por quatro seguranças dia e noite, o comitê nacional do PT em Brasília vive dias tensos. A súbita troca no comando da coordenação-geral de campanha e a ordem de prisão de companheiros que até poucos dias atrás circulavam com desenvoltura pelos corredores deixou o ambiente ainda mais nervoso.

 - Parece que agora petista bom é petista preso – reclamava ontem, em tom de galhofa, um militante.

 

Postado por Fábio Schaffner

Alvo

27 de setembro de 2006 0

Divulgação/clicRBS
O presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PC do B, foto), que atacou duramente a oposição, está agora enfrentando reparos ao seu comportamento político-eleitoral. Líderes do PSDB e PFL foram os primeiros a cobrar isenção do presidente no processo eleitoral. Aldo foi ministro da Articulação Política de Lula.

Leia a íntegra da coluna de Ana Amélia Lemos de hoje no jornal Zero Hora

Postado por Sucursal de Brasília

PROVA DOS NOVE

26 de setembro de 2006 0

Desde 1989 um debate de primeiro turno não era considerado tão decisivo para determinar o futuro inquilino do Palácio do Planalto. Naquela eleição, Lula era o franco-atirador e cobrava a presença do então favorito Fernando Collor. Desta vez, porém, é Lula quem foge ao debate, repetindo uma tradição de quem lidera as pesquisas. Ou melhor, fugia. Diante da tempestade que desaba sobre o Planalto por conta do Dossiê Cuiabá, o presidente-candidato já cogita participar do confronto da Rede Globo, amanhã. Cancelou um comício e já estaria ensaiando sua performance.
A mudança na estratégia de campanha tem uma razão simples e pragmática. Antes, Lula nadava de braçada. Só teria a perder se abrisse o peito ao confronto. Até porque seu desempenho em debates nunca foi satisfatório. Em 2002, caiu numa pegadinha de Anthony Garotinho e, na segunda fase, teve um desempenho pior do que José Serra. Agora, com um segundo turno rondando o comitê petista, uma eventual ausência traria prejuízos ainda maiores, soando como uma confissão de culpa. Quem ganha com a possível presença de Lula é o eleitor que poderá, enfim, confrontar as idéias de todos os candidatos.
 
Íntegra da coluna de quarta-feira de Klécio Santos em Zero Hora

Postado por Klécio Santos

Burrocracia

26 de setembro de 2006 0

Uma máquina caríssima importada da Espanha (o governo não sabe informar o valor), especializada em fazer análises de leite adulterado, está a nove meses parada em Minas Gerias por falta de gente capaz de operá-la. O Ministério da Agricultura, que não para de receber reclamações de fraudes na produção de lácteos, diz que o motivo da letargia se deveu a falta de planejamento. Apesar da auto-análise, o governo garante que ainda não sabe como solucionar o problema.

Postado por Gustavo Bernardes

Votação premeditada

26 de setembro de 2006 0

As lideranças do setor agrícola aproveitaram a visita a Brasília de mais de 300 produtores para defender o candidato dos ruralistas no próximo domingo. Em meio a planilhas, indicando prejuízos ao desempenho do setor, os líderes do meio rural sugeriram o presidenciável Geraldo Alckmin como o candidato da vez. Apesar do apelo, alguns produtores ligados a Emater, disseram às escondidas que se negam a seguir a indicação.

Postado por Gustavo Bernardes

Saída pela esquerda

26 de setembro de 2006 1

O presidente da CPI das Sanguessugas, Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ) está com um pé fora do PT. Biscaia,admite que está cada vez mais difícil explicar aos eleitores por que continua no partido. Após passar a tarde monitorando as contas-correntes dos colegas petistas envolvidos na compra do Dossié Cuiaba, o deputado admitiu que a formação do novo governo poderá forçá-lo a trocar de partido.

 - Com que será que o Lula vai se aliar? qual parte do PMDB? E o PT? Teremos de olhar isso com cuidado – avalia.

Postado por Roberto Maltchik

Boi na linha

26 de setembro de 2006 0

Resultou em embaraço para o TSE a perícia feita pela Polícia Federal nos telefones da corte eleitoral. A PF acaba de divulgar que nenhum grampo foi encontrado nos gabinetes dos ministros, ao contrário do que havia sido afirmado na semana passada. Em conversas informais, agentes especulam que a empresa Sence, que presta serviços ao TSE, pode ter criado um fato para valorizar seus serviços de monitoramento e investigação das linhas telefônicas do Tribunal.

Postado por Roberto Maltchik

Ministro

26 de setembro de 2006 0

Divulgação/clicRBS
Jorge Johannpeter e Nelson Jobim (foto) são nomes citados, em todas as projeções, tanto para o segundo mandato de Lula quanto para um eventual governo Alckmin. Se Lula emplacar mais quatro anos, reduzirá o tamanho do ministério e deixará de lado a República sindicalista paulista que tanta dor de cabeça tem-lhe proporcionado.

Leia a íntegra da coluna de Ana Amélia Lemos de hoje no jornal Zero Hora

Postado por Sucursal de Brasília

Por trás do enigma

25 de setembro de 2006 1

A Polícia Federal sempre serve de exemplo quando Lula afirma que seu governo combate a corrupção. Agora, por conta do Dossiê Cuiabá, a atuação da mais eficiente força policial do país é colocada sob suspeita. Sempre ágil e disposta a dar publicidade a suas ações, inclusive com uma rara criatividade para batizar operações espetaculosas, a PF agora patina na investigação da origem do dinheiro que financiaria o dossiê antitucano. Para o ministro da Justiça e chefe da PF, Márcio Thomaz Bastos, as investigações não podem ser pautadas pelo calendário eleitoral. Mas é a demora em esclarecer o enigma que deixa margem para especulações de que a PF está a serviço do governo. Afinal, faltam só cinco dias para a eleição. E foi por motivos eleitorais que o próprio Bastos entrou em cena, proibindo imagens da dinheirama apreendida. E ainda há a letargia para identificar as contas das quais o dinheiro foi sacado. Por coincidência, não foi assim quando interessava ao governo. Antes da queda de Antonio Palocci, foi impressionante a eficácia e a velocidade com que se descobriram os depósitos na conta do caseiro Francenildo Costa. Na eleição passada, foi justamente a veiculação de uma foto que abortou a candidatura de Roseana Sarney. À época, a PF comandada pelo PSDB teria agido a serviço da candidatura de José Serra. Se continuar assim, corre o risco de se transformar numa sucursal partidária.

Íntegra da coluna de terça-feira de Klécio Santos em Zero Hora

Postado por Klécio Santos

Gaúcha Repórter

25 de setembro de 2006 0

Ouça o comentário de Klécio Santos no Gaúcha Repórter

Clique aqui

Postado por Sucursal de Brasília

Apuração

25 de setembro de 2006 0

Divulgação/clicRBS
O prefeito de Bagé, Luiz Mainardi (PT, foto), considerou correta a decisão do presidente Lula de afastar rapidamente todos os envolvidos no dossiê contra os tucanos. %22Os responsáveis devem ser punidos exemplarmente%22, exige Mainardi, que apóia as ações do ministro Tarso Genro nesse episódio.

Leia a íntegra da coluna de Ana Amélia Lemos de hoje no jornal Zero Hora

Postado por Sucursal de Brasília

Pela margem de erro

24 de setembro de 2006 0

Bateu o terror na campanha de Lula. A uma semana da eleição, os adversários se equiparam a Lula pela margem de erro. A cada rodada, Geraldo Alckmin registra crescimento, sobretudo nas regiões Sul e Sudeste. É em busca do voto perdido que o presidente desembarca hoje em solo gaúcho. Durante o final de semana, em público, Lula procurou demonstrar confiança. Até incitou a oposição a denunciar, afirmando que vai ganhar de cara limpa. No íntimo, porém, sabe que a lambança dos cassetas-petistas na compra do dossiê poderá empurrar a eleição para um antes improvável segundo tempo. Uma prova do temor foi a mudança no programa eleitoral de TV. O presidente deixou no guarda-roupa o figurino Lulinha Paz e Amor. No sábado, o programa do PT bateu em Alckmin falando do descalabro da segurança em São Paulo, do PCC e das 60 CPIs abafadas pelo tucano. É um sinal de que o petista teme o estreitamento da vantagem que o impediria de vencer no próximo domingo. Daí, os pedidos de mobilização para evitar que haja abstenção entre seus eleitores, mais pobres e menos instruídos. Se houver segundo turno, será outra eleição, muito mais espinhosa para Lula.

Íntegra da coluna de segunda-feira de Klécio Santos em Zero Hora

Postado por Sucursal Brasília