Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pelo telefone

22 de maio de 2008 3

Jobim quer garantir a correção dos salários dos militares/Divulgação

Preocupado com o aumento dos militares, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, não hesitou em recorrer aos conterrâneos. Ontem, nem bem o líder do governo na Câmara, Henrique Fontana, havia desembarcado em Porto Alegre e o seu celular já começou a tocar. Do outro lado, era Jobim buscando apoio para garantir a correção dos salários. O ministro estava surpreso e irritado com o recuo do Planalto que, na noite  de terça-feira, retirou do Congresso a MP 430, que liberava crédito extraordinário de R$ 7,5 bilhões para concessão de aumento para cerca de 800 mil servidores, incluindo os militares. Fontana tentou acalmar os ânimos. A conversa foi longa.

Postado por Carolina Bahia

Comentários (3)

  • carlos diz: 23 de maio de 2008

    Estão de brincadeira com os nossos militares, que já ganham um salário de fome, se comparado aos outros servidores.Até pelo contrário, acho que deveriam ser muito bem renumerados, pois são uma das poucas classes que tem preocupação e amor a esse país.

  • tiago prado diz: 27 de maio de 2008

    Agora sei que com toda a lambança que fazem na Amazônia,ONGS, movimentos religiosos, ìndios. A única voz que mostrou uma coerente preocupação, mas que foi calada pelo sistema, foi a do General Heleno, portanto não sei porque os desvalorizam tanto.

  • Santos Silva diz: 26 de maio de 2008

    Ai carlos concordo contigo…mas porque só neste pessoas tal qual você e a “m…” falam tanto neste fato… trabalhador também porque vocês não falam… antes porque vocês não falavam, inclusive lembrando a “elles” que foram os militares que os criaram e cuidaram direitinho para que “elles” não tivessem oposição…e “elles” foram felizes por muito tempo…só esqueceram dos seus pais adotivos…mas interessante e que foi cobrado nad agora no entanto…

Envie seu Comentário