Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de janeiro 2009

Zé Dirceu bate na coordenação política de Lula

30 de janeiro de 2009 2

Divulgação

Do blog do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu:

Com o apoio do PSDB à candidatura petista do senador Tião Viana (AC), todo o quadro da sucessão nas duas Casas do Congresso Nacional se complica, ao mesmo tempo em que revela o ponto a que chegou a falta de coordenação política no governo – ou a inexistência dela.
Com esse novo lance no xadrez da disputa sucessória no Senado, fica evidente a inação ou impotência política do governo. Mesmo com a atenuante de que se trata de um outro poder, o Legislativo, onde o Executivo, a rigor e sem pagar um alto preço político, não pode impor sua vontade ou política em se tratando da eleição das Mesas das respectivas Casas.
E aí, meus amigos, esse episódio revela, mais uma vez, a instabilidade de nossa formação partidária, a necessidade e a falta que faz uma reforma política. Ninguém, nenhuma direção ou liderança de legenda consegue impor disciplina a suas bancadas e os líderes e presidentes de partidos prometem apoios que não tem.
Na Câmara, a candidatura do PMDB, do deputado Michel Temer (SP), apoiada pelo PT, sua bancada e direção – que também apóiam a candidatura legítima e regimental de Tião Viana no Senado – corre o risco de uma vitória apertada, ou até mesmo de ir para um 2º turno pelas dissensões internas e pela disputa com Osmar Serraglio (PMDB-PR), Aldo Rebelo (PC do B-SP) e Ciro Nogueira (PP-PI).
O risco de um 2º turno vem, também, em função da disputa pelos outros cargos do PMDB na Mesa, cedidos pelo partido para garantir votos de outras legendas, mas que continuam a ser disputados por peemedebistas inconformados.

Postado por Robson Bonin

O que está por trás do apoio do PSDB a Tião?

30 de janeiro de 2009 0

Tião e Sarney - quem ofereceu mais cargos levou/Célio Azevedo - Agência Senado
A carta de compromissos do PSDB para aderir à candidatura de Tião Viana (PT/AC) parece muito bonita no papel. Fala de independência do Senado, fim do excesso de medidas provisórias e resgate da credibilidade. Mas será que só isso levaria o apoio tucano ao inimigo número 1, o PT? Ledo engano. Nos bastidores a negociação é muito mais pesada. O PSDB pediu a José Sarney (PMDB/AP) dois cargos na mesa diretora (1ª vice-presidência e a 4ª secretária) e ainda as presidências da Comissão de Assuntos Econômicos e Relações Exteriores. Cargos que dão poder aos parlamentares e permitem indicações de funcionários de confiança, os CCs. Sarney achou que era muito para bola tucana (3ª maior bancada) e não tinha como aceitar o pedido porque já tinha se comprometido com outros partidos. Solução? Ir para os braços mais do que abertos de Tião Viana, que, desesperado, não rejeitaria a proposta. A reviravolta põe fogo na disputa. Mesmo assim, Sarney continua como franco favorito. No papel tem 45 votos dos partidos que o apóiam. Só no papel. O voto secreto permite traições de ambos os lados, vide caso Severino Cavalcanti. Como diria Galvão Bueno – “Haja coração!”.

Postado por Rodrigo Orengo

Caso Battisti: filho de vítima vem ao Brasil

30 de janeiro de 2009 3

Alberto Torregiani, filho de Pierluigi, morto em Milão, no dia 16 de fevereiro de 1979 por um grupo do Proletários Armados pelo Comunismo (PAC) vem ao Brasil em fevereiro. Seu pai é uma das vítimas dos quatro crimes pelos quais Cesare Battisti é acusado de ter participado. A informação é de fontes seguras e o próprio Torregiani confirmou, no programa Italia chiama Italia, transmitido pela Rai esta semana.
Da mesma forma que fui à França para falar com Sarkozy, irei ao Brasil para tentar falar com o presidente Lula e com o ministro da Justiça. O propósito é simples, contar a outra parte da história que o país certamente não conhece. 

Postado por Sucursal Brasília

A disputa no Senado

30 de janeiro de 2009 0

AN
Frank hoje em A Notícia.

Postado por Robson Bonin

Secretário Nacional de Defesa Civil vai ao RS

30 de janeiro de 2009 0

O secretário Nacional de Defesa Civil, Roberto Guimarães, tenta conseguir um voo que o leve de Pernambuco para Porto Alegre ainda na tarde desta sexta-feira. O objetivo de Guimarães é sobrevoar de helicóptero os locais que sofreram com as enchentes. O Ministério da Integração Nacional já está encaminhando medidas emergenciais, como colchões, lençóis e alimentos. Inicialmente, a previsão é de que Guimarães fique no Rio Grande do Sul até segunda-feira. Só depois do retorno do secretário a Brasília é que o governo federal analisará uma possível liberação de recursos.

Postado por Márcia Lopes

PSDB declara apoio a Tião Viana no Senado

30 de janeiro de 2009 1

Tião Viana conversa com Arthur Virgílio e Alvaro Dias (centro)/Foto: Leopoldo Silva - Agência Senado
O apoio do PSDB à candidatura de Tião Viana (PT-AC) tornou eletrizante o final de semana que antecede a disputa pela presidência da Mesa Diretora do Senado, na segunda-feira.
Praticamente considerado vencedor no duelo, o senador José Sarney (PMDB-AP) foi obrigado a rever sua estratégia. Segundo as contas de Sarney, com a debandada do tucanato, o PMDB ainda teria os 41 votos necessários para a eleição no Senado. Mas, como a votação é secreta, traições podem ocorrer e qualquer projeção é arriscada.
Dos 81 senadores, a bancada do PSDB tem 13 votos. Para apoiar Viana – que agora calcula ter 38 votos -, o líder do partido, Arthur Virgílio (PSDB-AM) entregou a seguinte pauta de reivindicações.

AGENDA PARA UM PRESIDENTE DO SENADO – PAUTA PSDB

“1.Independência e defesa da soberania do Senado Federal e do Congresso Nacional;

2.Respeito às oposições por seu peso político e numérico

3.Exigir compromisso público do candidato sobre a sua posição contrária à PEC do terceiro mandato;

4.Estabelecer rodízio automático nas relatorias das Medidas Provisórias, usando o critério da proporcionalidade partidária definida em 02/02/09;

5.Estabelecer procedimento para deliberação das Medidas Provisórias, à luz do art. 49, inciso XI, da Constituição, rejeitando sumariamente aquelas que não atendam ao princípio Constitucional da urgência e relevância;

6.Compromisso com as reformas que constituem instrumentos para superar a crise financeira internacional;

7.Priorizar a Reforma Tributária da Subcomissão da CAE, presidida pelo Senador Tasso Jereissati e relatada pelo senador Francisco Dornelles;

8.Democratizar a participação dos Senadores nos veículos de comunicação da Casa;

9.Apresentar proposta para reerguer a imagem do Senado;

10.Submeter todos os vetos presidenciais, bem como as contas do Presidente da República, à apreciação do Congresso Nacional, cumprindo o que determina a Constituição;

11.Transparência na Gestão;

12.Não impedir ou dificultar a criação das CPI`s.

Senador Arthur Virgílio
Líder do PSDB na Casa

Senador Sérgio Guerra
Presidente Nacional do PSDB”

Postado por Robson Bonin

Ulbra tenta negociação com governo

30 de janeiro de 2009 2

O reitor da Ulbra, Ruben Becker, aguarda o começo da reunião no Ministério da Fazenda/Robson Bonin

Mergulhada em uma dívida que pode chegar a R$ 2 bilhões, a Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) apresentou uma proposta de negociação ao governo federal. Com dados fornecidos pela entidade gaúcha, técnicos da Procuradoria-geral da Fazenda Nacional farão um estudo para verificar a viabilidade do pedido.
– A situação é complicada. O passivo da Ulbra é grande. Não temos uma previsão de quanto tempo esse levantamento exigirá dos técnicos – afirma um alto funcionário do Ministério da Fazenda, envolvido nas negociações.
Acompanhado de assessores e do deputado federal Eliseu Padilha (PMDB), o reitor da Ulbra, Ruben Becker, reuniu-se na manhã de ontem com o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado, e com o procurador-geral da Fazenda Nacional, Luís Inácio Lucena Adams. Técnicos da Receita Federal de Porto Alegre participaram da audiência. Arredio, o reitor se recusou a comentar o objetivo da reunião.
– Não vim aqui para apresentar nada. Quem vai expor a situação são os nossos técnicos. Não tenho nada a falar para a imprensa – disse Becker.
Segundo participantes do encontro, Padilha apresentou as condições financeiras da Ulbra e a importância da universidade no Estado. O advogado da instituição, Reginaldo Bacci, detalhou a proposta de negociação.
Foi o primeiro encontro da Ulbra com integrantes do governo federal para tratar da dívida (veja no quadro as propostas apresentadas).
Técnicos federais podem pedir documentos sobre a contabilidade da entidade. A Procuradoria-geral da Fazenda Nacional solicitará dados à Receita Federal, ao Ministério Público e à Justiça Federal gaúcha. Em caso de irregularidade grave, o pedido da Ulbra poderá ser rejeitado automaticamente.

Postado por Robson Bonin

Yeda e Lula com mesmo discurso

29 de janeiro de 2009 3

O petista e a tucana afinados na estratégia/Ricardo Stuckert/PR

Chega ser engraçado. Mesmo em partidos ideologicamente distantes, o discurso da governadora Yeda Crusius é o mesmo usado pelo presidente Lula no combate a crise financeira. A governadora decidiu priorizar investimentos do governo que gerem emprego. O objetivo é que a maquina pública garanta o equilíbrio. O presidente Lula vem batendo nessa tecla já há algum tempo. É a crise mundial unindo os opostos, pelo menos no discurso.

Postado por Rodrigo Orengo

Ele disse que não seria candidato, mas...

28 de janeiro de 2009 4

Sarney não cansa do poder/Marcello Casal Jr./ABr

O ex-presidente da República e do Senado (2x), José Sarney (PMDB/AP), oficializou o que todo mundo já sabia. É o candidato do PMDB para o comando do Senado Federal. Dizia que não queria, mas nos bastidores não parava de articular. No entanto, a justificativa para confirmar a candidatura soa estranha. O motivo principal virou a crise mundial.

- Não desejei, não quis e não queria. Mas inevitavelmente não pude deixar de atender as solicitações que recebi para que eu aceitasse essa missão de presidir o Senado, num momento em que nós vamos atravessar um período difícil de crise internacional – justificou Sarney.

O então candidato do PMDB, senador Garibaldi Alves, cumpriu a função de coelho de maratona. Aquele corredor que dispara no início da corrida e no meio do caminho desiste para dar lugar a um colega. Já o petista Tião Viana (PT/AC) demonstra grande confiança em público, mas no fundo deve saber que não tem chances contra o cacique maranhense. É provável que perca votos até dentro do PT.

Postado por Rodrigo Orengo

A CPMF faz falta?

27 de janeiro de 2009 3

Protestos marcaram a votação do imposto no Congresso/BD

O governo fechou mais um balanço anual da arrecadação com recorde. A receita recolheu de impostos R$ 701 bilhões, 7,68% a mais do que em 2007. Tudo isso sem a CPMF e em plena crise mundial. Os números colocam por terra alguns argumentos favoráveis ao imposto. Na época da votação, parlamentares defendiam que a arrecadação federal cairia com o fim do tributo. Inclusive, existe um movimento no Congresso Nacional para retomar a votação da nova CPMF, a Contribuição Social da Saúde (CSS). Diante dos números, a pergunta que fica no ar é: Alguém sente falta da CPMF?

Postado por Rodrigo Orengo

Atrás dos magoados

27 de janeiro de 2009 0

A senadora Ideli Salvatti assumiu de vez o papel de principal articuladora da candidatura de Tião Viana (PT-AC) à presidência do Senado. Ciente das dificuldades em avançar sobre as bancadas do DEM e PSDB, que tendem a votar em José Sarney (PMDB-AP), Ideli concentra esforços sobre os parlamentares que tenham alguma divergência com o ex-presidente da República.
– Estamos correndo atrás dos feridos. Como o voto é secreto, podemos ganhar aqueles magoados pela disputa política – argumenta a senadora.
Já o senador Neuto de Conto (PMDB) foi abordado por Viana que pediu o voto do catarinense nas eleição marcada para o dia 2 de fevereiro. Neuto desconversou.
– Vou votar no candidato da minha bancada. Se o PMDB não tiver candidato, voto no senhor.
O senador Raimundo Colombo (DEM) está com Sarney.

Postado por Robson Bonin

A força sem tamanho de José Alencar

27 de janeiro de 2009 3

José de Alencar/BD

A política de bastidores e a cordialidade do vice-presidente da República, José de Alencar, têm a simplicidade de uma tradição mineira.
Conhecida nos corredores de Brasília, Maria da Cruz é o nome da bebida de tonalidade amarelinha e gosto forte que Alencar produz no Norte de Minas Gerais. Todo aliado e colega mais próximo já recebeu uma garrafa dessa cachaça em seu aniversário.
– É a maneira cordial e diferenciada de lembrar os amigos. Resume bem o que é o Alencar – comenta o deputado Décio Lima (PT-SC), que em todos os aniversários é agraciado com o presente.
Envelhecida por dois anos e engarrafada em escalas reduzidas na Fazenda Canta Galo, de propriedade de Alencar na cidade de Pedras de Maria da Cruz, a produção da aguardente é uma das faces deste empresário que está longe de ser uma figura tradicional da política brasileira. Para diluir a tensão das reuniões e acalmar colegas mais exaltados, é conhecida a recomendação que Alencar costuma fazer:
– Meu filho, venha cá e beba uma dose de Maria da Cruz que você já vai ficar bom. A reportagem completa aqui.

Postado por Robson Bonin

Batalha interminável

26 de janeiro de 2009 2

Alencar - única preocupação é não morrer em vida/Rodrigues Pozzebom/ABr

Depois de 17 horas de operação, o vice-presidente José Alencar tem quadro estável de saúde. Essa é a quinta cirurgia em doze anos de guerra contra o câncer. Mas Alencar não perde e fé e muito menos o bom humor. É assim que ele vem enfrentando essa luta interminável.
Eu participei da última entrevista dada por ele, aqui em Brasília, antes da internação. Aliás, ele nunca recusa entrevistas, sempre gentil e educado. Assim como nunca deixa de criticar a taxa de juros – “absurda e uma das mais altas do mundo” – como costuma reclamar. Em mais de uma hora de bate papo com jornalistas, o vice-presidente se queixou apenas de sequelas do tratamento “uma canseira que eu não sei da onde vem”. Mesmo assim, fez questão de estar em Brasília nas férias do presidente Lula. Até porque é o trabalho que mais o motiva a seguir em frente. Do alto dos 77 anos, e com uma experiência no tratamento do câncer que segundo ele renderia um diploma oncológico, a proximidade da morte não o perturba.

- Se Deus quiser me levar, me leva independente de câncer. Não tenho medo. O cuidado que, nós homens públicos, devemos ter é de continuarmos vivos depois da morte. Agora se faz coisa errada pode morrer em vida – afirmou Alencar, dando uma larga gargalhada no final.

Postado por Rodrigo Orengo

Longe de Poa, Fórum Social recebe R$ 77 milhões

26 de janeiro de 2009 0

Um outro mundo possível em Porto Alegre/Marcello Casal - ABr

O estado do Pará já firmou convênios no valor total de R$ 77,5 milhões com o governo federal para receber o Fórum Social Mundial na capital Belém. O secretário geral da Presidência da República , ministro Luiz Dulci, citou os eventos realizados em Porto Alegre como experiências bem sucedidas para justificar o investimento do governo.


- Isso vai dar uma visibilidade para a Amazônia brasileira da mesma forma que deu a Porto Alegre, que se beneficiou muito do ponto de vista turístico e comercial.
Belém vai receber, a partir de 27 de janeiro, 5 presidentes – Evo Morales (Bolívia), Hugo Chávez (Venezuela), Rafael Correa (Equador), Fernando Lugo (Paraguai) e o presidente Lula. O fórum não era realizado no Brasil desde 2005, quando a capital gaúcha sediou pela última vez.

Postado por Rodrigo Orengo

Gaúcho faz DVD de campanha para cargo na Câmara

23 de janeiro de 2009 6

Vídeo já está no You Tube/Reprodução

Adotando a máxima de quem não é visto não é lembrado, o deputado Marco Maia (PT-RS) produziu um DVD e distribuiu aos 512 colegas de parlamento. No vídeo, o parlamentar gaúcho pede voto para o cargo de 1º vice-presidente da Câmara. Nas duas versões do DVD, uma para os deputados e outra para as deputadas, Maia promete resgatar a valorização do parlamento.
- Quero mais uma vez pedir teu voto e teu apoio. E tenha a certeza que terá nesse deputado um amigo para estar junto contigo, construindo as mudanças.
A campanha para os cargos da mesa diretora da Câmara dos Deputados está cada vez mais parecida com uma campanha política comum. O vídeo pode ser acessado aqui.

Postado por Rodrigo Orengo

Seguro de vida para árbitro de futebol

23 de janeiro de 2009 2

Margarida/Divulgação
A Câmara dos Deputados analisa um projeto de lei que pretende garantir aos árbitros e seus auxiliares seguro de vida e de acidentes pessoais. Segundo o projeto, o seguro será válido a partir do momento em que o árbitro se deslocar de sua residência para apitar a partida até o momento de seu regresso. A contratação do benefício será dever da entidade detentora do mando de jogo e de seus dirigentes. A proposta acrescenta dispositivo ao Estatuto do Torcedor (Lei 10.671/03). Atualmente, a lei garante a convocação de seguranças para garantir a integridade física do árbitro e de seus auxiliares, mas apenas durante as partidas.

Postado por Sucursal Brasília

Saidão

23 de janeiro de 2009 2

BD

O secretário de Segurança Pública, Ronaldo Benedet, constata um problema crônico do “saidão” de final de ano nas cadeias catarinenses. É que parte dos presos acaba não retornando ao xilindró. Benedet acredita que essa fuga é responsável pelo aumento de homicídios entre janeiro e março. Nesse período, o índice mortes no Estado cresce de 50 para 80 assassinatos por mês.
– Queremos usar esses dados para justificar o uso da tornozeleira – explica Benedet, defendendo o monitoramento eletrônico.

Postado por Sucursal Brasília

UFSCard

23 de janeiro de 2009 0

Em 2008, os gastos com cartão corporativo da UFSC a colocaram em 9º lugar na lista das 10 instituições federais que mais gastaram por meio desse dispositivo. Foram R$ 108 mil registrados nas maquininhas pelos 13 cartões que a UFSC possui. A despesa, no entanto, não passa nem perto dos R$ 974 mil utilizados pela Universidade de Brasília.

Postado por Sucursal Brasília

Alô, é a PF?

23 de janeiro de 2009 2

Divulgação

A Polícia Federal em Santa Catarina começou 2009 monitorando 156 linhas telefônicas de investigados com a autorização da Justiça. Há ainda dois endereços de e-mail que também estão sendo vigiados pelos agentes.
As informações fazem parte do levantamento realizado pelo Tribunal de Justiça do Estado que é enviado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) todo mês.

Postado por Sucursal Brasília

Dilma já tem até blog de candidata

22 de janeiro de 2009 3

O santinho da ´candidata`/Site: dilma13.blogspot.com
A “Dilmamania” ganhou a internet. Antes mesmo dela cogitar publicamente disputar a sucessão presidencial, internautas resolveram criar blogs divulgando a candidatura e pedindo votos. Os diários eletrônicos dilma13 e osamigosdapresidentedilma acompanham a agenda da futura candidata e já fizeram até santinhos. Nos bastidores, o presidente Lula também tenta turbinar o nome de Dilma. Está convocando dois ex-prefeitos de capitais estratégicas para comandar as articulações. Fernando Pimentel de Belo Horizonte e João Paulo Silva do Recife devem ganhar cargos no governo para trabalhar ao lado da ministra. Hoje mesmo João Paulo circulava pelo Palácio do Planalto.  

Postado por Rodrigo Orengo

Pressão deu certo

21 de janeiro de 2009 1

O corte na taxa de juros foi maior do que o esperado pela maioria dos analistas. O Banco Central decidiu baixar a taxa em 1 ponto percentual, passando para 12,75%. Essa é a maior redução desde dezembro de 2003. O Banco Central não cortava o juros desde setembro de 2007. A queda vem logo depois do anúncio de perda de 654 mil postos de trabalho em dezembro e deve agora facilitar a obtenção de crédito para a produção. Isso por causa dos juros mais baixos a pagar. A aposta do ministro do trabalho, Carlos Lupi, é de que o recuo interrompa a onda de demissões. O BC mantinha a taxa mais alta para conter a inflação. Mas na avaliação de especialistas a medida não deve acarretar em aumento do índice inflacionário.  

Postado por Rodrigo Orengo

Todos contra os juros

21 de janeiro de 2009 1

Meireles - pressão de todos os lados/Wilson Dias/ABr
O Copom (Comitê de Política Monetária) conseguiu uma proeza. Unir todos contra a taxa de juros. De sindicalistas a empresários e até oposição e governo. A pressão é forte aqui em Brasília e a tendência é de redução de no mínimo 0,50 ponto percentual. O anúncio sai nas próximas horas e está tudo nas mãos do presidente do Banco Central, Henrique Meireles, e dos diretos do banco.  

Postado por Rodrigo Orengo

Fim da linha para Garibaldi

21 de janeiro de 2009 1

A candidatura até que durou bastante/Geraldo Magela - Agência Senado
Até ele mesmo sabia que não tinha a mínima chance. Hoje, Garibaldi Alves (PMDB/RN) anunciou que vai apoiar o ex-presidente José Sarney (PMDB/AP) para o comando do Senado. Entre os senadores do PMDB, Sarney virou lei. É a única unanimidade da bancada. Existe ainda uma resistência da bancada do PT e do candidato Tião Vinana (PT/AC). Mas nos bastidores os próprios petistas admitem que não existe chance contra Sarney. Até porque a oposição (PSDB e DEM) não apoiaria uma candidatura petista. Raposa velha e felpuda, Sarney ainda faz que não é com ele. Publicamente ainda não admitiu a intenção de ocupar o cargo. Já nos bastidores não para de articular. E o governo está aonde no meio de tudo isso? Do lado de Sarney é claro. Em troca do apoio presidencial, o chefe do clã maranhense, seria um aliado para a aliança do PMDB na chapa de Dilma Roussef em 2010. 

Postado por Rodrigo Orengo

Temer avalia estratégia para eleição da Câmara

20 de janeiro de 2009 0

A notícia de que José Sarney (PMDB-AP) será candidato à presidência do Senado provocou correria entre os deputados.
Aliados de Michel Temer, o candidato peemedebista à Mesa Diretora da Câmara, convocaram para esta quarta-feira uma reunião de emergência para avaliar o cenário eleitoral a 13 dias da votação em plenário. Entre 10 e 15 líderes partidários devem marcar presença. O encontro está marcado para começar por volta das 10h30 no apartamento do próprio Temer.
— Não é que estejamos alarmados, mas é preciso fazer essa reunião de avaliação para traçar a estratégia de reta final — argumenta um dos deputados que estará presente no encontro.

Postado por Sucursal Brasília

Lula já citou Obama em 37 entrevistas e discursos

20 de janeiro de 2009 1

Lula aderiu a Obamamania/Site Barack Obama
Desde que Barack Obama começou a despontar no cenário mundial foi alvo de 37 citações por parte do presidente Lula, em entrevistas e discursos. Lula tem depositado grande esperança no primeiro negro a presidir os Estados Unidos e já faz duas principais cobranças. Pede medidas de combate a crise mundial e um acorde de paz no Oriente Médio. O presidente Lula espera que Obama mude a relação com a América Latina, privilegiando o comércio com os países do continente.     

Postado por Rodrigo Orengo