Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Padilha e José Otávio investigados separadamente

26 de março de 2009 1

O Supremo Tribunal Federal desmembrou o inquérito da Operação Solidária, investigação sobre suspeitas de fraudes em licitações na Região Metropolitana. Em decisão divulgada ontem, o relator da matéria no STF, ministro Marco Aurélio Mello, atendeu a um pedido do deputado José Otávio Germano (PP), que agora serpá investigado separadamente. Em 16 de dezembro do ano passado, o procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, já havia emitido um parecer favorável ao desmembramento da investigação. Com a decisão de Mello, o inquérito conduzido pela Polícia Federal agora dá origem a dois inquéritos distintos: um sobre a suposta participação do deputado federal Eliseu Padilha (PMDB) nas fraudes desvendadas pela Operação Solidária, e outro sobre a atuação de José Otávio.

Postado por Fábio Schaffner

Comentários (1)

  • Alexandre diz: 27 de março de 2009

    Tá legal. Mas o que eu gostaria de saber é se há novidades sobre as investigações da morte (lamentável) do assessor da Sra Yeda Crusius. Acho que estão demorando de mais para dar uma olhada nas gravações das câmeras de segurança. Ora, esses troços pegam até placa de carro! Aliás, quando é para multar analizam ligeirinho, não é? Cómo é que não vai aparecer o momento em que o cara pulou ou foi empurrado? E o laudo da “causa mortis”? Foi afogamento mesmo? Até agora, cheira a queima de arquivo.

Envie seu Comentário