Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Lula no RS

30 de julho de 2010 0

da Zero Hora

Vestindo um terno preto, mas sem gravata, Lula comandou na Usina do Gasômetro, durante quase duas horas, o show do executivo realizador, distribuindo boas notícias para o Rio Grande do Sul. Sentado na primeira fila – com o prefeito José Fortunati (PDT) a sua direita e o ex-governador Olívio Dutra do lado esquerdo, cercado de prefeitos e com cinco ministros no palco e um em Estrela, interagindo pelo telão –, Lula assistiu à assinatura de documentos que se traduzirão em obras no valor de mais de R$ 1,7 bilhão. Era o Lula presidente.
Duas das obras mais esperadas estavam no centro da programação: a duplicação da BR-116, entre Eldorado do Sul e Pelotas, e da BR-386 no trecho Tabaí-Estrela, escolhida como prioridade na votação promovida por Zero Hora em 2009. Para agradecer pela duplicação da BR-116 – obra de R$ 968 milhões com conclusão prevista para dezembro de 2013 –, o prefeito de Canguçu, Cássio Mota (PP), puxou sua melhor voz de locutor, apresentou sua cidade como “capital da agricultura familiar” e fez uma ode ao governo Lula.
Com Fortunati o governo federal assinou contratos para obras da Copa no valor de R$ 480 milhões, sendo R$ 53 milhões de contrapartida da prefeitura. No pacote de bondades para os municípios, obras de drenagem em Rio Grande e Novo Hamburgo, casas para Bento Gonçalves e São Leopoldo. O prefeito Roberto Lunelli (PT) prometeu a Lula uma garrafa de vinho para cada casa inaugurada em Bento Gonçalves.
– Vai preparando a produção – disse Lula.

A íntegra da reportargem, aqui

Envie seu Comentário