Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Concepa mantém proposta de construir nova ponte

29 de setembro de 2011 0

Por Léo Saballa

Um dia após o governo federal anunciar que vai realizar uma licitação para a construção da segunda ponte sobre o Guaíba, o presidente da Concepa, Odenir José Sanches, manteve a proposta de assumir a obra em troca de uma prorrogação de 20 anos na concessão de exploração de trecho da BR-290. Sanches considera improvável alguma empresa assumir a empreitada sem aumentar o preço da tarifa de pedágio praticado, e ressaltou o risco do investimento, uma vez que a BR-290 já está concedida à Concepa até 2017.
A vencedora da licitação da nova ponte só ganhará a concessão para explorar a BR-290 a partir de 2017.
– Há um alto componente de risco. O vencedor da licitação terá de buscar dinheiro fora, dar garantias, para começar a receber bem depois. Se colocar esses custos, não acredito que seja possível tarifa menor do que a da Concepa, que venceu a licitação anterior com desconto de 60% – disse.
O empresário esteve em Brasília para conversar com parlamentares gaúchos sobre a solução encontrada pelo governo federal para realizar a obra. Seu principal interlocutor é o coordenador da bancada gaúcha, deputado Paulo Pimenta (PT), que não poupou críticas à iniciativa do Ministério dos Transportes. Pimenta defendia a proposta da Concepa, que prometia entregar a ponte até a Copa do Mundo de 2014 caso recebesse o direito de explorar os pedágios até 2036.
Ontem, Sanches descartou a possibilidade de conclusão da ponte antes de maio de 2014, mesmo que sua proposta fosse aceita pelo governo. O empresário afirmou que a Concepa não disputará a licitação para a nova ponte, já que a concessionária foi criada com a finalidade de explorar as rodovias. Os acionistas, contudo, poderiam criar uma nova empresa para se inscrever na concorrência.

Envie seu Comentário