Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Clima de tensão marca acordo com portuários

22 de fevereiro de 2013 0


Após muita pressão, e depois de três horas de reunião no Palácio do Planalto, o governo e sindicalistas chegaram a um acordo para o fim da greve nos portos. As tratativas, no entanto, foram marcadas por um clima de tensão por ambos os lados. A apreensão ficou visível, inclusive, nos pronunciamentos do ministro da Secretaria Especial de Portos, Leônidas Cristino.

O acerto inclui a negociação de alterações na Medida Provisória que cria novas regras para os portos. O prazo definido para avaliar possíveis mudanças na resolução vai até o dia 15 de março. Até lá, prosseguem as reuniões e as paralisações previstas estão suspensas. Também ficou definido o congelamento das licitações das áreas portuárias.

Mesmo assim, tanto governo quanto sindicalistas fizeram questão de mandar seus recados. O ministro adiantou que a União não tem interesse em mudar a essência do texto da MP, enquanto que do outro lado, os portuários, prometem novas paralisações caso as negociações não avancem.

Envie seu Comentário