Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 16 setembro 2011

As janelas do acampamento - parte I

16 de setembro de 2011 1

Vou contar um segredo: adora as janelas dos piquetes. Amo. Ainda mais à noite, com a luz amarelada iluminando o interior de cada ambiente e seus segredos. Então resolvi fazer um ensaio fotográfico sobre isso. Confira a primeira parte:

Faca não entra

16 de setembro de 2011 2

Considerada um adereço básico da indumentária do gaúcho, a faca anda causando polêmica por aqui.

Depois de uma briga em uma bailanta, os integrantes do piquete Chilena de Prata, de Alvorada, espalharam cartazes para alertar os visitantes: ali, as lâminas não entram mais. 

Em parte, a restrição estendeu-se também ao piquete vizinho, o Flores da Cunha, onde os peões ficaram proibidos de dançar com as fiéis e afiadas companheiras na cintura.

- Teve um ano que um xirú teve o dedo cortado sem querer por conta disso. Se o cara quiser usar para cortar seu churrasco, não tem problema. Na hora do baile é que não pode mais - diz o patrão, Edenir Dias Rodrigues.

O que vocês acham? Opinem!

Mais uma do paulista com alma de gaúcho

16 de setembro de 2011 8

Fábio e a mulher, Denise.

Lembram do paulista com alma de gaúcho que decidiu nos escrever e prestar uma bela homangem ao Rio Grande do Sul? Pois Fabio Matsumoto está de volta. Dessa vez, ele enviou um poema que declamou no Encontro Costeiro do Grupo Arte e Cultura os Costeiros de Santa Rosa. O autor da poesia é Charles Sturm. Confere:

 

Eu não sou daqui


Talvez difícil de entender

Logo, num primeiro momento

Um japonês no acampamento

Estando em meio aos convidados

Parecendo um pouco deslocado

Igual cebola em salada de fruta

Mas não mudei minha conduta

E agora já estou irmanado


Meus pais são paulistas

Meus avós,  do Japão

Lhes falo de ante-mão

Que sou paulista também

Quero dizer-lhes, porém

Que hoje brilha mais minha retina

Moro em Horizontina

E já sou gaúcho também


A minha primeira pilcha

É esta que estou usando

E digo que estou gostando

Me sinto gaúcho de fato

Apesar de não ser nato,

Admiro esse estado

Pelo presente e pelo passado

Pois já li muito relatos


A história desse Rio Grande

Sabida até por meninos

E que lindo é o seu hino

Que em coro sempre é cantado

Eu, de fora, fico emocionado

Tens o orgulho no peito

Se ser gaúcho é desse jeito

Eu quero ser adotado.


Um cavalo bem encilhado

Te falo que já andei

É verdade que me assei

Mas  não vou desistir

E o meu  sushi

Que é o arroz de enchente em rodela

Eu troquei por uma costela

E por um puchero daqui.


Meus costumes estou cambiando

Já uso bombacha em casa

Asso costela na brasa

Tempero só com sal grosso

Primeiro o lado do osso

E pro corte o gaúcho não finge

Eu já tenho uma solingen

Que de fio é um colosso


Bueno senhores, obrigado pela atenção

Já falei o que queria

E não é demagogia

Falo de peito inteiro

Esse evento, é o meu primeiro

E já me sinto um de vocês

Agradeço mais uma vez

Por participar deste Encontro Costeiro!

Tiro de laço na arena do acampamento

16 de setembro de 2011 0

Hoje é dia de provas campeiras no Acampamento Farroupilha. Aí vão algumas fotos da disputa do tiro de laço. Incrível a habilidade exigida do cavaleiro. Para quem nunca teve a oportunidade de ver, aqui vai meu recado: vale a pena. As provas seguem durante todo o fim de semana.

Mil dias para a Copa 2014

16 de setembro de 2011 0

A mil dias da Copa do Mundo de 2014, o Acampamento Farroupilha testemunhou a entrega dos projetos das obras previstas para o evento na Capital.

Coube ao prefeito José Fortunati, vestindo lenço no lugar da tradicional gravada, levar os documentos ao representante da Caixa Econômica Federal, diante do olhar de uma centena de cavaleiros e de visitantes. Minutos antes, em conversa com jornalistas, Fortunati prometeu:

- Se nenhum cataclisma ocorrer, teremos todas as obras previstas em Porto Alegre prontas em 2013.

Ele também adiantou a intenção de fazer com que, em 2014, o Acampamento Farroupilha comece antes, para que os turistas que vieram à Capita possam conhecer o reduto da tradição gaúcha e nossos costumes.

Durante a cerimônia, até as bandeiras do Grêmio e do Inter marcaram presença nas mãos de cavalarianos.

- Queremos que a Copa seja assim: que tenha a nossa cara. A cara do Rio Grande – declarou o prefeito.

Para ver a chama

16 de setembro de 2011 0

Olha só o tamanho da fila para ver a Chama Crioula!

Coisa boa ser criança!

16 de setembro de 2011 0

Bianca e Gustavo se divertindo no acampamento.

Se tem alguém que está aproveitando esse acampamento, é a criançada. Olha só a Bianca Dutra Vieira, 8 anos, e seu amigo Gustavo Barcellos, 7 anos. Eles estão faceiros hoje, porque é dia de prova campeira e eles podem passear à vontade com o pônei Pocotó. Coisa boa brincar sem nenhuma preocupação de adulto, né? Até me deu vontade de dar uma volta no Pocotó! Hehehe! ; )

Que mate gostoso!

16 de setembro de 2011 29


Iuri Rodrigues.


Flagrei o Iuri Rodrigues, de apenas quatro anos, tomando um mate em frente ao Galpão RBS e não resisti. Tasquei uma foto.

Iuri veio ao parque com os pais, a autônoma Daiana Gonçalves Rodrigues, 33 anos, e policial militar Geozafá Alves Prestes, 50 anos. Eles me contaram que o guri passou o ano inteiro pedindo para visitar o acampamento.

- Ele adora se pilchar – diz Daiana.

E também adora um mate, pelo visto!

Como dar nó no lenço

16 de setembro de 2011 0

Aprendeu? ; )

Mais uma tirinha do cartunista Sávio Moura (www.saviomoura.com.br) para alegrar teu dia, vivente!

A galinha com nome de gaiteira

16 de setembro de 2011 4

A eterna gaiteira de Teixeirinha, Mary Terezinha, virou inspiração para uma homenagem inusitada no Piquete Tropilha Crioula. Fã da famosa acordeonista, a patroa Salete Trindade não só deu o nome da artista à galinha de estimação, como decidiu mandar fazer um vestido de prenda para a ave, que agora desfila de rosa pink pelo acampamento. A exemplo da musa inspiradora, a mascote virou uma estrela.
Para completar a brincadeira, o pessoal do piquete também botou um lenço no galo e batizou de Teixeirinha…