Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de março 2012

Leitor-repórter: Ecolixeira

31 de março de 2012 0

“Perto de minha casa me deparei com esta imagem.”

Texto e foto enviados por Lauro Brandenburger Filho. Você também quer enviar sua reportagem?

Clique aqui para participar do Leitor-Repórter

Foto do leitor: Pôr do sol

31 de março de 2012 0

O leitor Jeferson Garcia Santos nos enviou essa bonita imagem:  “lindo nascer do sol em Guaiba, com Porto Alegre ao fundo”.

Inspiração nos fins de tarde de outono

31 de março de 2012 0

Aline de Mattos

Amo…
Contemplar a despedida dos dias quentes e longos
E presenciar o brilho do sol ao se pôr,
Nas tardes de outono…
Muda o clima e o sabor do mate,
Uma leve despedida, um até breve às sandálias
E um olhar carinhoso aos agasalhos que chegam para compor a rotina.
Mágico, perfeito,
O que muda sempre na mesma época,
Nunca chega da mesma forma,
O privilégio daqueles que podem saborear a vida
Nas cores das quatro estações!

Foto do leitor: Nossos mananciais

30 de março de 2012 0

“Gostaria que mais pessoas conhecessem os rios e lagoas do litoral norte.” Fotos enviadas pelo leitor Harley Duque Wollmann Junior, de Imbé.

Foto do leitor: Presente de Deus

30 de março de 2012 0

As imagens da praia de Salinas, em Cidreira, foram enviadas pela leitora Ceres Maria de Azevedo Gonçalves.

Artigo: O mundo está cheio de boas intenções

30 de março de 2012 8

Tainara de Souza Stumpf*

Um cidadão acordou atrasado na manhã daquele dia. Ele,rotineiramente, pega ônibus para se deslocar, mas, por causa do atraso, resolveu ir de carro para evitar a bronca do chefe.

Ele mora em um condomínio, por isso, ao ligar seu carro tão cedo, incomodou alguns vizinhos que moravam próximos da garagem. Ele saiu com tranquilidade, sem perceber que os vizinhos incomodados com o barulho do motor e com o bater da porta do carro levantaram de mau humor. Naquele dia, os vizinhos mal humorados maltrataram familiares e animais domésticos que convivem com eles.

Ao sair do condomínio, ele deparou com vias de trânsito engarrafadas. Ele não imaginava que outros, como ele, também se atrasaram, ou simplesmente preferiram se deslocar de carro até o trabalho ou à escola dos filhos, para ter mais conforto. Os motoristas que utilizam seus carros todos os dias não percebem que entopem as ruas da cidade, e que atrasam os transportes coletivos que levam crianças e trabalhadores para seus dias de escola e de trabalho.

Alguns carros fazem filas duplas em frente às escolas, com a pretensão de “largar” seus filhos sem precisar estacionar. Eles não imaginam que impedem tantos outros pais de chegar em tempo, e deixar seus filhos na escola. Os pais e mães que agem desta forma, não percebem que estão educando os filhos através deste exemplo: ou seja, criam um futuro de motoristas infratores, pois a fila dupla é proibida.

O homem, que excepcionalmente, naquele dia saiu de carro, fica nervoso com o engarrafamento e começa a buzinar e a xingar todos que estão em volta. Os motoristas que estão próximos também começam a buzinar e a gritar. A histeria se generaliza: alguns motoristas descem dos carros, quase acontece uma briga, mas, finalmente, a fila anda e todos se concentram em seguir o fluxo, que vagarosamente segue na via lenta e trancada.

O cidadão chega ao trabalho. Ele está nervoso e irritado, porque sua intenção de aliviar o atraso não deu certo. O engarrafamento, as vias lentas e as brigas no trânsito o impediram de realizar seu objetivo. Ele sabe que não adianta falar sobre isso com o chefe, porque a advertência virá de qualquer maneira. Ele, então, resolve fazer um comentário para amenizar a situação:

— O trânsito estava terrível no caminho até aqui. Não sei o que deu nas pessoas! Parece que saíram todas ao mesmo tempo de casa!

Os colegas concordam, pois vários deles estavam no mesmo engarrafamento e tiveram dificuldades para chegar ao trabalho. Todos estavam irritados com as vias da cidade, que são lentas e trancadas para o deslocamento até o trabalho.

Essa alegoria urbana nos faz refletir sobre as nossas melhores intenções. Sempre interferimos na vida de alguém, mesmo sem o querer fazer. A responsabilidade social existe quando tomamos consciência da importância de nossa presença no mundo, e procuramos colaborar para as coisas melhorarem.

Foto do leitor: Fim de tarde hipnotizante

29 de março de 2012 13

“Hipnotizante pôr do sol na Lagoa dos Quadros, em Capão da Canoa.”

Imagens enviadas por Marcos Godoi.

Foto do leitor: Pôr do sol em Ipanema

29 de março de 2012 0

“Foi a primeira vez que fui a Ipanema. Gostei muito do local, é muito belo e interessante. O que mais me encantou foi este maravilhoso pôr do sol, ótimo para ser apreciado com família e amigos.” Imagem e depoimento enviados por Julia Pereira de Menezes, de Canoas.

Foto do leitor: Visitante ilustre

28 de março de 2012 0

“A paisagem horizontinense ficou mais bonita na manhã desta quarta-feira quando um pica pau resolveu se exibir nas proximidades da prefeitura. Coisas que só em pequenas cidades podem ser vistas. Em meio a tantos problemas, tantas coisas ruins acontecendo, prejudicando a natureza, poder ver esta cena e torná-la eterna é realmente emocionante”. A mensagem e a foto são da jornalista Danusa Widz, de Horizontina.

Leitor-Repórter: Porto Alegre da Copa

28 de março de 2012 0

Em tempos de preparação para a Copa do Mundo, assim como tempo de conscientização sobre o acesso de deficientes físicos a ruas e transportes, convivemos com passeios públicos intransitáveis e a total negligência da prefeitura na conservação  das calçadas. Nem quem tem total condição física consegue acessar a Avenida Nonoai, em função da má conservação e dos riscos de acidentes que os moradores correm ao percorrer as calçadas da Rua Erechim. As fotos ajudam a entender o descaso e a indignação.

Contraponto

A Prefeitura informa que segue fiscalizando por regiões as calçadas de Porto Alegre e que, até o final de 2012, pretende atingir toda a cidade.

Texto enviado por Luciane Engel
. Você também quer enviar sua reportagem?

Clique aqui para participar do Leitor-Repórter