Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de fevereiro 2013

Leitor-Repórter: Combater a dengue?

28 de fevereiro de 2013 1

Claudio Brambilla *


O leitor Claudio nos encaminhou o caso  abaixo:

“A foto  mostra um caso típico de um morador que não respeita os outros moradores e a demora da prefeitura para resolver uma questão séria de saúde pública.

Esta foto é de uma casa de madeira antiga, localizada na rua Irene Capponi Santiago, que foi demolida pelo morador, mas este simplesmente deixou todo entulho e lixo no terreno.

Não é preciso muita análise para constatar que o terreno é extremamente fértil para a proliferação de ratos e infelizmente mosquitos, podendo com certeza ser um foco do mosquito da dengue.

Tenho reclamado sistematicamente para a prefeitura, que diz que esta seguindo os procedimentos; mas não localiza o morador”.


Contraponto


Resposta do DMLU:

“O Serviço de Fiscalização do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) informa que recebeu a denúncia e constatou a irregularidade em novembro passado, conforme os protocolos. De acordo com o Código Municipal de Limpeza Urbana (Lei nº 234/90), passou então a procurar o proprietário para notificá-lo. Começou, como de costume, pelo cadastro da Secretaria Municipal da Fazenda. Lá cita um nome como proprietário, cujo endereço é o próprio local da ocorrência. Ou seja, não foi possível localizá-lo, nem qualquer outro familiar, mesmo tendo sido usados outros recursos também. Em janeiro, o DMLU se viu obrigado a confirmar o nome do proprietário via registro do imóvel obtido em cartório, o que demanda, na maioria das vezes, uma espera maior. É nessa etapa que se encontra o processo atualmente. O leitor lembra que conforme o artigo 38 (parágrafo 2), caso o proprietário não realize a limpeza do terreno a prefeitura fará a limpeza e cobrará do proprietário … mas não observa que, segundo a lei, só depois de 15 dias da notificação isso pode ser feito. E enquanto não se sabe quem é o proprietário, não há como notificá-lo”.

Roberto Azevedo

Comunicação Social – DMLU


* Técnico em telecomunicações

Foto do Leitor: Lua

28 de fevereiro de 2013 0

A lua na noite de ontem mostrando sua graça. Registrou a leitora Francine  Peixouto na cidade de Viamão.

Sobre ZH

28 de fevereiro de 2013 1

Dê sua opinião sobre a edição de hoje de Zero Hora, dia 28 de fevereiro de 2013.

Artigo: Celular leva mundo digital às massas

27 de fevereiro de 2013 0

Gil Giardelli *


O carro determinou a face do século passado, em torno dele surgiram à poluição, as estradas, as longas viagens e as megalópoles. No início desse novo século é o celular o inventor de novos paradigmas, de um novo estilo de vida. Minúsculo, é bem verdade, mas você pode levá-lo para qualquer lugar. Não tem fronteira. As informações chegam a qualquer momento, de repente, não existem motivos para distancia, ficou tudo perto e fácil.

Os futurólogos e “doutores pardais” de plantão apostaram na última década que a convergência tecnológica seria entre a TV e o PC. Eles erraram feio, o celular é a convergência. É o celular, e não o computador, que promete levar o mundo digital às massas.

O celular já supera em importância e escala o fenômeno da Internet. É o produto mais importante do século 21 e, segundo pesquisas o mais cobiçado no planeta. Somos seis bilhões de pessoas no mundo com uma maquininha na palma de sua mão. Segundo a União Internacional de Telecomunicações (ITU), seis em cada sete pessoas no mundo possuem um celular.

Um novo estilo de vida surgiu, centenas de milhares de negócios estão sendo criados em todos os cantos do mundo, outros desaparecendo, muitos se transformando radicalmente. O celular é a divisão entre a era da produção em massa para a era da inovação em massa. Na era digital não se cria para pessoas e sim com as pessoas.

A maioria dos jornais criou áreas especiais para receber mensagens de textos, vídeos e fotos de notícias via celular. É a plateia tomando o palco, é o cidadão comum se tornando um repórter, um crítico, um articulista nas 24 horas do dia, 365 dias por ano.

Não podemos esquecer que o “Mobile Marketing” se tornou a ferramenta mais direta e eficaz de “Propaganda e Marketing” das últimas décadas. Podemos nos expressar e nos informar em questões de segundos. É a maneira mais fácil e prática de avisar alguém sobre qualquer coisa, utilizando apenas uma frase “Coma no Tio Joe” ou utilizando um vídeo digital. Não tem que olhar nenhum papel, não tem que ligar o computador, não tem que folhear uma revista. Tem só que olhar na tela do celular para ser avisado. Em menos de um minuto conversamos com o Brasil inteiro.

Como toda inovação tem seu lado negativo, o celular é também o ícone da sociedade imediatista e da cultura consumista, o celular nos traz excesso de informações e serviços. O celular quando utilizado como ferramenta de spam e sem critérios de privacidade tornará nossa vida infernal.

Isso nos faz refletir, se a quantidade de informação que recebemos nos deixará impotentes diante de nosso poder de síntese. Será difícil escolher entre os novos chocolates-integrais-com-frutas-da-Amazônia-sem-casca-com-vitaminas-e-fibras.

A sociedade imediatista e o aparelhinho celular derrubaram fronteiras e nos deram mais liberdade. Mas estamos saudosos quando antes só havia três marcas de carro, dois canais de Televisão e uma só religião. É o Lusco-Fusco da sociedade digital.


* Web-ativista, é também professor nos cursos de Pós-Graduação e MBA do Miami Ad School e do Centro de Inovação e Criatividade (CIC) da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), em São Paulo, e da FIA-LABFIN/PROVAR em São Paulo.

Leitor-Repórter: Obras na rua Frei Germano

27 de fevereiro de 2013 0

Carla Saikoski*

A leitora Carla, questiona as obras na rua Frei Germano:

“Diariamente escuto comentários sobre as obras de mobilidade da copa. Porém existe uma obra do DEP na rua Frei Germano, desde maio do ano passado, e essa obra nunca termina e ninguém comenta sobre ela. Essa obra causa um transtorno imenso para quem transita na região. No trecho já liberado da rua, o pouco asfalto que sobrou, está horrível”.

Contraponto

Resposta do DEP:

“O Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMAM) realizaram vistoria na obra da rua Frei Germano e nenhuma irregularidade foi constatada. As galerias pluviais estão armazenadas conforme orientação dos técnicos responsáveis pela fiscalização do obras de DEP. Os trabalhos devem estar concluídos no início de junho”.
Helena Moreiara Dutra
Assessora de imprensa
Departamento de Esgotos Pluviais


*Analista de Sistemas

Sobre ZH

27 de fevereiro de 2013 1

Comente aqui o que você achou sobre a edição de Zero Hora, do dia 27 de fevereiro de 2013.

Leitor-Repórter: Lixo na Santa Cecília

26 de fevereiro de 2013 0

Matheus Boschetti *

Morador do bairro Santa Cecília escreveu relatando:

Há dois anos, neste tempo poucas vezes vi a quadra da rua Santa Cecília entre a Av. Protásio Alves e a rua Dona Eugênia limpas. Um dos principais problemas que pode ser notado é o depósito de lixo, entulho e a mal conservação da calçada no muro dos fundos do Colégio Rio Branco.

O local é utilizado por moradores de rua para fazerem suas necessidades, pelos moradores para depositar lixo, já que não há nenhuma entrada para o colégio, somente um muro e uma iluminação deficiente durante a noite.

Contraponto

DMLU
O Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) informa que, infelizmente, não é possível ter um fiscal em cada esquina para evitar esse tipo de descarte irregular de lixo. Queixas ou denúncias podem ser feitas através do Fala Porto Alegre – 156, a maneira mais rápida de solucionar problemas assim.
Roberto Azevedo
Comunicação Social – DMLU

SMOV
Estamos verificando junto a Secretaria Municipal da Fazenda para identificar se área em questão trata-se de próprio municipal. Em caso positivo  cabe ao município reparar a eventual irregularidade no passeio público. Do contrário não sendo  próprio municipal, ou seja, possuindo proprietário particular,  a demanda será encaminhada a SMURB (Secretaria Municipal do Urbanismo) para providenciar fiscalização no local. Quanto à limpeza do local, será demandado o DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana) para providências cabíveis.
Paula Jung
Comunicação Smov


* Desenvolvedor de Software

Sobre ZH

26 de fevereiro de 2013 0

Dê sua opinião sobre a edição de hoje de Zero Hora, dia 26 de fevereiro de 2013.

Foto do Leitor: Fim de tarde no Guaíba

25 de fevereiro de 2013 1

O estudante Pedro Tisott Neto, registrou o belo momento abaixo.

Sobre ZH

25 de fevereiro de 2013 1

Após a leitura do jornal, comente aqui o que achou sobre a edição de Zero Hora do dia 25 de fevereiro de 2013.