Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de dezembro 2013

Que tal observar o pôr do sol em um píer na Zona Sul?

30 de dezembro de 2013 0

pier

Morador de Porto Alegre, o gerente de marketing Peterson Kujawinski registrou o píer localizado em frente ao Barra Shopping Sul. A obra  foi construída pela prefeitura para operar a linha do catamarã entre a zona sul de Porto Alegre e a cidade de Guaíba. O píer tem extensão total de 100 metros — 70 em terra e 30 sobre água.

Como esta linha do Catamarã ainda não está em operação, o local recebe apenas visitantes que desejam curtir a paisagem.

Fez um registro curioso? Possui um problema sem resulução? Participe do Leitor-Repórter!

Foto do leitor: "Alternativas para o calor"

30 de dezembro de 2013 0

virada1

Cláudio Cesar Bossardi, de São Marcos, flagrou o pássaro improvisando uma “piscina.”

virada2

Na onda de calor que atinge o RS, Susete Driemeyer Schaffer fotografou a garça na Lagoa do Violão, em Torres.

virada3

Nelson Bronca registrou o passeio refrescante da família inteira no Lago Negro, em Gramado.

>>> Participe! Envie a sua foto!

O que você quer em 2014?

28 de dezembro de 2013 10

Passar no vestibular, arranjar um emprego, comprar um carro ou simplesmente ser feliz, não importa…

O Ano Novo vai chegando e com ele novos planos para vida. Mas queremos saber, o que você quer em 2014? Compartilhe seus planos com a tag #em2014euvou e participe!

Confira o regulamento:

foto

Foto do leitor: " Família e flores"

28 de dezembro de 2013 0

pato1

 

 

José Edson Paz Silva se impressionou com a “família” em balneário Lermen, Santa Maria.

pato2

Valter Antônio Tomazzini, de Nova Prata, fotografou os girassóis de seu jardim.

>>> Participe! Envie a sua foto!

A orla do Guaíba que os turistas verão

27 de dezembro de 2013 26


orla do guaíba

O leitor Alexandre Ferreira de Freitas enviou o seguinte relato:

“Tudo bem que não temos praias maravilhosas, mas também não precisaríamos ter lixo despejado na orla. Sinto vergonha quando passam os ônibus turísticos por esses lugares. Já sugeri ao DMLU que houvesse um barco-lixeira para acessar áreas às quais os caminhões não chegam. Naquelas que a população não vê, não existe limpeza. É como varrer a sujeira para baixo do tapete. A orla nos bairros Assunção, Tristeza, Pedra Redonda e Guarujá são esquecidas pela prefeitura. Só em Ipanema, existe limpeza constante.”


orla do Guaíba

CONTRAPONTO

O que diz o DMLU

O departamento, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que a limpeza na orla dos bairros citados pelo leitor é feita diariamente. O departamento não tem um barco como o sugerido. Nas áreas aonde os caminhões não chegam, o acesso é feito por garis, que recolhem o lixo em pacotes.

 

>>> Fez um registro curioso? Possui um problema sem resolução? Participe!

Foto do leitor: cena urbana e cena rural

27 de dezembro de 2013 0

novo1

Jan Ludwig Engels Jr. fotografou a cena na Avenida Ceará, zona norte de Porto Alegre.

novo3

 Atos Borba registrou o recanto na beira do Rio Jacuí, em Cachoeira do Sul.

>>> Participe! Envie a sua foto!

“Eu quero pão”

25 de dezembro de 2013 0

Lembro-me do meu primeiro Natal. Eu devia ter uns cinco anos. Estava com fome. Minha mãe nos contava a história do Natal para tentar nos fazer dormir. Eu repetia a todo momento: mãe eu quero pão. Mas ela insistia em continuar falando de Jesus. Então, eu lhe disse: mãe, pede para Jesus mandar um pão para nós.

Foi aí que recebemos a visita de Nelson Blaya, filho do patrão de meu pai, que era padeiro. Nos trouxe uma cuca quentinha e saborosa. Que Natal maravilhoso aquele. Foi a primeira vez que Jesus respondeu a um pedido meu. Quando cresci, senti a necessidade de ajudar os pobres e em cada Natal saía pelas favelas entregando pães, doces e presentes. Até hoje, fazemos uma festa para os carentes todos os anos.

Aquela cuca que ganhamos naquele Natal desencadeou uma corrente do bem na qual muitas pessoas têm se envolvido e praticado o amor de Cristo através de doações às crianças. Neste ano, a festa foi em Santa Maria, na Vila Maringá!

Joel Pompilio dos Santos Engel

Pastor – Santa Maria

Surpresa de Natal

24 de dezembro de 2013 0

Moradora de Porto Alegre, a médica Lisarb Kelbert, relata como foi a sua noite de natal especial:

“Há muitos anos, minha mãe, Zoé, era professora de um colégio interno para crianças do Interior. Situado em Porto Alegre, era a saída para famílias carentes proporcionarem uma educação de bom nível para seus filhos. No final do ano, os pais davam um jeito de buscar suas crianças para passarem Natal e Ano-Novo com eles.

Num certo ano, uma família não teve condições de buscar a menina, de uns oito anos, filha única. O pai havia falecido e a família estava enfrentando muitas dificuldades. Minha mãe, entendendo o sofrimento e a saudade da pequena e para não deixá-la sozinha no colégio, a trouxe para passar o Natal em nossa casa.

Mesa posta, luzes, risadas, presentes. Então, tocou a campainha e todos ficamos muito surpresos, não estávamos esperando ninguém. Era a mãe da menina, que a minha mãe havia providenciado que viesse de longe para que, naquele ano, já tão cheio de sofrimento, as duas pudessem compartilhar ao menos dessa alegria. Até hoje esta história nos emociona, colorindo o Natal com a generosidade e o carinho da dona Zoé.”

A garça Maria

24 de dezembro de 2013 0

garça as margens do Guaíba

Morador de Porto Alegre, o fotógrafo Paulo Fantinelli enviou ao blog do leitor um registro feito nas margens do Guaíba. O fotógrafo conta que moradores da região batizaram a garça, que não se importa em ser fotografada e vive no local há sete anos.

 

Fez um registro curioso?

envie sua foto e participe!

Papai Noel especial

24 de dezembro de 2013 1

O vendedor Emerson Rodrigues Pressi, morador de Canoas, região Metropolitana, conta sua história como Papai Noel:

“Sou Papai Noel de várias famílias na noite de Natal. Aprendi a importância da presença do bom velhinho numa noite dessas…

Fui contratado por uma senhora para entregar os presentes para sua neta, o pai da menina era comissário de bordo internacional e não poderia estar presente.

As noites de Natal vinham e a história dessa família ia mudando. Veio o segundo neto, a avó falecera, compraram apartamento próprio…

Em uma noite de Natal em que o comissário estava presente, sua esposa pediu-me para entregar um dos pacotes por último. Ela o presenteou com um quadro com fotos dos momentos em que ele não pôde estar com a família. Na foto bem no meio do quadro, estava eu, Papai Noel. Dei mais importância ainda para o meu trabalho e hoje procuro ser ainda melhor.”