Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de fevereiro 2014

Leitores relembram antigos carnavais

28 de fevereiro de 2014 0

cimara pahim

“Eu e meu irmão Ciro Antônio Pahim no auge dos carnavais infantis do Petrópole Tênis Clube, em 1969,com a fantasia Línguas de Fogo,inspirada na Salamanca do Jarau, lenda gaúcha.” – Cimara Pahim, professora, Porto Alegre

Carnaval (2)

Clara Marilu Garcia (a segunda da esquerda para direita) e a irmã Marieta Garcia da Silva (de branco), com as amigas Lira Irene e Laufrídes, em 1949,
no Carnaval de Rua de Porto Alegre.

Fernando Simões Nogueira

Estudante de Porto Alegre, Fernando Simões Nogueira enviou imagem de sua avó no Carnaval, em Porto Alegre,
“Minha avó Suzana de Faria Corrêa Simões, hoje com 95 anos, e seu irmão Jorge, no carnaval de 1928, de Colombina e Pierrot”.

Carolina Brandão

Moradora de Taquari, a estudante Carolina Brandão, enviou um registro feito em 1992:
“Minha família no Carnaval no Clube Alvinegro: minha irmã Mariana (na cadeira), minha irmã Juliana (no meio) e eu na ponta,” conta a jovem, que ainda festeja o carnaval na cidade.

carnavalleitor2

Julio César Pedroso Silva, de Porto Alegre, enviou foto do Carnaval de 1963. Veja o relato:

” Tenho a nítida impressão de que, no nosso tempo de criança, no Carnaval quem mais se divertia eram os nossos pais, que transferiam aos filhos as suas alegrias e expectativas de folia. Basta ver esta minha foto no Carnaval de 1963. Eu lembro de estar contrariado e até ter esperneado para tirar essa foto. A escolha da fantasia foi de minha querida mãe Thereza que, ano após ano na minha infância, me fantasiava no Carnaval Infantil do Clube Nordestinos, que existia nesta  época na Rua dos Andradas, passando o antigo e extinto cinema Cacique”.

Ruy Carlos M. Ghiorzi

“Foto tirada no carnaval de 1961, em Lages (SC), no Clube 1º de Maio, que foi extinto”, escreveu o fotógrafo Ruy Carlos M. Ghiorzi, que hoje não frequenta os festejos de Carnaval, porém gosta das festas.

Daiane de Souza Lemke

Estudante de Guaíba, Daiane de Souza Lemke também enviou seu registro de um Carnaval antigo.

Margarete Machado

A recepcionista, Margarete Machado, de Brasília, lembra com saudades dos carnavais no Gigantinho:
“Como era bom ir a bailes. Eu e meu pai, Vicente Ripoll Machado, na década de 1980.”

carnavalleitor

Virginia Surlemont de Souza enviou foto do Carnaval de 1984:

“Eu em frente à casa da minha avó Billa Surlemont, com o belo carro da família, aos dois anos de idade. Eu amo esta foto”

>>>> Você tem registro de carnavais antigos? Participe!

Foto do leitor: nuvens e flor

28 de fevereiro de 2014 0

leitor2

Amanda Magda Almeida Santos, natural de Tocantins, fotografou o céu de Caçapava do Sul.

flor1

Rafaela Langaro Teixeira, 13 anos, registrou o inseto na flor em Cambará do Sul.

>>> Envie a sua foto

Do leitor: leia as opiniões desta sexta-feira (28/02)

28 de fevereiro de 2014 1

Bombeiros
Mais uma vez, a cena se repete. A cada incêndio de proporções significativas, a fragilidade do sistema se revela. Conforme depoimentos publicados em ZH, faltam viaturas, efetivo, escadas e, para o nosso desespero, só existe uma escada Magirus em Porto Alegre. Diante da falta de infraestrutura do Corpo de Bombeiros, só nos resta nos prevenirmos e rezar. Nesse cenário, os bombeiros são verdadeiros
heróis no combate aos incêndios.
Sandra Mara Bonfiglio Palma
Economista – Porto Alegre

De que adianta um plano de combate e prevenção contra incêndios quando o Corpo de Bombeiros não dispõe do mínimo para realizar seu trabalho? Além de os estabelecimentos serem hoje rigorosamente vistoriados e cobrados, penso que a pasta dos “governantes” também necessita de um amplo estudo, para futuras “adequações”.
Amanda Kochenborger
Via Facebook

É um absurdo saber que esses heróis que salvam a vida de milhares de pessoas sofrem com o descaso do poder público, com a falta de investimento em equipamentos e dignidade para exercer suas funções!
Glaucia Castro
Via Facebook

Brigada Militar
O coronel Fábio Duarte Fernandes, comandante-geral da Brigada Militar, exemplifica o dito de que um chefe fraco deixa fraca brava gente. O governador e o comandante se lixam para os cidadãos lesados continuamente pelos vândalos e saqueadores, completamente livres para agirem pelo governo atual. Impressionante caso de desprezo pelos contribuintes.
Paulo Bento Bandarra
Médico – Porto Alegre

Táxis
Por ocasião da Copa e com direito a ser permanente, seria interessante que os táxis dirigidos por motorista bilíngue utilizassem um adesivo no para-brisa dianteiro indicando o idioma, para que os turistas estrangeiros pudessem identificar esse diferencial e optar por ele.
Paulo Caetano Negrini
Engenheiro – Porto Alegre

Ônibus
Como os porto-alegrenses aceitaram pacificamente o envelopamento dos ônibus da Carris com a propaganda da Copa? Parece um veículo de carga, sem respeito à liberdade do passageiro de olhar para fora. Eu andei em
um desses “monstros”, buscava
um endereço e não conseguia
me localizar.
Mauro Pontin
Aposentado – Porto Alegre

O prefeito Fortunati sentiu-se ultrajado ao voar em aviões “velhos” da American Airlines, mas na hora de licitar ônibus sem ar-condicionado, não pensa um minuto em que estará distribuindo “máquinas de assar gente”.
Lúcia Tostes Mottin
Dentista – Porto Alegre

Coreia do Norte
Um satélite mostrou a imagem noturna da democrática Coreia do Sul com muitas luzes e progresso e a comunista Coreia do Norte quase totalmente escura, triste e sem vida. A lição que fica é de que o “espetáculo do crescimento” não acontece por mera vontade política, e sim através da democracia, que dá aos indivíduos, cujo potencial é infinito, as mínimas chances de promover o seu próprio desenvolvimento, e por consequência o país como um todo.
Edgard Gobbi
Aposentado – Campinas (SP)

Leitor-repórter: buraco em calçada é perigo aos pedestres em Porto Alegre

27 de fevereiro de 2014 4

Fabiane Echel, de Porto Alegre, relata a situação que os moradores da Avenida Nilo Peçanha, próximo ao Colégio Anchieta, encontram ao trafegar pelo local.

buraco profundo

“O buraco situa-se na calçada da Av. Nilo Peçanha, em frente ao prédio Amazonas, número 1452. Fica localizado em frente ao Colégio Anchieta também, mas na calçada do outro lado da avenida. O buraco é profundo e os moradores da região estão preocupados, porque voltaram as aulas no Colégio Anchieta e há riscos de alguém se machucar. O síndico do prédio foi quem isolou o local, porque ele abriu vários protocolos solicitando o reparo, mas não foi atendido ainda. Então, resolveu isolar para evitar algum acidente, porque nem isto a prefeitura/DEP fez.”, conta Fabiane, que juntamente com outros moradores, já protocolou 15 solicitações no Fala Porto Alegre.

mesmo buraco, visto de distância maior

Contraponto
O que diz o DEP

“Na avenida Nilo Peçanha, 1452, há uma rede pluvial rompida. Sua reconstrução deverá ocorrer na próxima semana. O rompimento registrado no local ocorreu devido ao desgaste natural da área.”

>>> Fez um registro curioso? Possui um problema sem resolução? Participe!

Missão ZH: folia de Carnaval

27 de fevereiro de 2014 0

009c85c5

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

Gosta de Carnaval? Já sabe o que vai fazer para curtir a folia no feriadão? Então compartilhe sua foto conosco. A patir desta sexta-feira, a festa começa por todo o Rio Grande do Sul. Não deixe de compartilhar sua alegria com a gente. Basta usar a hashtag #foliazh.

 

 

Envie fotos de Carnavais de outras épocas

27 de fevereiro de 2014 0

Fantasias, cordões, festas em clubes, blocos de Carnaval e desfiles. Como você já curtiu a folia? Envie fotos de Carnavais antigos e conte a sua história.  Não esqueça de colocar seu nome completo e telefone.

>>>Clique aqui e participe!

Na foto abaixo, Alcione Aita Cacilhas e o irmão Alceu fantasiados para curtir o Carnaval em 1938.

carnaval

Foto do leitor: ponte ferroviária e três figueiras

27 de fevereiro de 2014 0

magdafigueiredo

Magda Figueiredo, de Porto Alegre, fotografou uma ponte ferroviária em Alegrete.

guilherme medeiros plácido

Guilherme Medeiros Placido, de Tramandaí, registrou três figueiras em Terra de Areia.

>>> Envie a sua foto

Leitores opinam sobre polêmica ampliação do Hospital de Clínicas

27 de fevereiro de 2014 1

Projeto de ampliação do Hospital de Clínicas de Porto Alegre prevê a derrubada de árvores e alteração da fachada do prédio histórico. Qual a sua opinião?

>>> Saiba mais sobre o assunto

Não moro em Porto Alegre, mas acredito que toda reforma que seja para melhorar o combalido sistema de atendimento à saúde do cidadão é bem-vinda. Entretanto, que se estudem meios de compensação
pela derrubada das árvores.
Carlos Eduardo Oliveira
Via Facebook

Acredito que a ampliação é para atender à demanda de pacientes que buscam e lotam esse eficiente hospital. Árvores podem ser transplantadas, as vidas desses doentes não!
Carmem Urbim
Pelotas

Totalmente favorável à ampliação, mas sem alteração da fachada, que é um gasto desnecessário numa época em que faltam recursos para a saúde.
Lisia Suso
Porto Alegre

Solução: um jardim suspenso na cobertura do hospital, para passeio dos pacientes.
José Alves
Porto Alegre

Acho que há lugares mais apropriados para essa construção, que não destruam a natureza.
Shaiane Bica
Bagé

Cada vez desmatam mais o que ainda resta de natureza em Porto Alegre. O calor cada vez maior. A natureza é a nossa preciosidade, isso não pode acontecer. Está certo que o hospital precisa de ampliação, mas que seja projetado de outra forma. Sem contar que a fachada do prédio conta um pouco de nossa história,
é uma herança.
Lisiane Bock Griszewsk
Via Facebook

Desde quando uma árvore vale mais que uma vida? Muito melhor derrubar as árvores e reformar o hospital para salvar mais vidas.
@mkoelsch02
Via Twitter

Onde há vidas humanas em jogo, não há o que se discutir!
@MarisaMras
Via Twitter

A população clama por mais hospitais e agora, que tem a oportunidade de ter um dos melhores e mais bem equipados hospitais do país ampliados, reclama que as árvores serão cortadas. Será que não pensam que outras árvores poderão ser plantadas em outras áreas da cidade?
Michele Macluf
Alvorada

A despedida dos conselheiros

25 de fevereiro de 2014 0

conselho

Após um ano de trabalho, os integrantes da gestão 2013 do Conselho do Leitor se despediram. A última reunião ocorreu na noite desta segunda-feira e contou com a presença da diretora de ZH Martha Gleich.

Além de responder dúvidas dos leitores, ela perguntou aos participantes o que eles gostariam de ver nas páginas de ZH e o que o jornal deveria deixar de publicar. Além disso, os leitores sugeriram vários temas para reportagens e opinaram sobre os colunistas.

DSC07618

Leitores registram nuvens raras na Serra

25 de fevereiro de 2014 9

No fim da tarde da última segunda-feira, o engenheiro Gian Carlo dos Santos, morador de Canela, na Serra, fez o registro de uma nuvem rara que apareceu no céu da cidade.nuvens

No mesmo dia, Felipe Handow registrou o mesmo fenômeno em Gramado:

felipe handow

 

O que diz a Somar meteorologia
“Essa nuvem é chamada de Mammatus. Ela são nuvens muito raras. Normalmente as nuvens se formam com o ar que vem de baixo, essas são formadas pelo ar que vem de cima para baixo. São vistas depois de tempestades severas”.

Fez um registro curioso? Participe!